segunda-feira, 19 de março de 2012

COLUNA DO PROFESSOR E HISTORIADOR ADAUTO GUERRA NO JORNAL CORREIO DO SERIDÓ


REMINISCÊNCIAS DO FUTEBOL Parte II

JOSÉ GARRIDO DE ARAÚJO
O Garrincha de Caicó

 
Talvez a pessoa que o cognominou e fez os cativos do futebol chamá-lo assim, encontrasse semelhança no nome, pois havia muitas diferenças psicossomáticas entre eles. E até no estilo do futebol. Garrido jogava para o time e Garrincha jogava para o time e para o povo. Daí, porque o chamavam “a alegria do povo.”

José Garrido de Araújo, filho de pai agricultor e mãe doméstica, nasceu em Caicó, no dia 20 de março de 1936. Eram seus pais, Jefersson Garrido de Araújo e Maria Marieta de Araújo. Era o 1º de uma irmandade de 13 filhos, dos quais apenas 06 chegaram à idade adulta. Quatro homens e duas mulheres. Fez seus estudos preliminares no Grupo Escolar Senador Guerra e depois prosseguiu no Colégio Diocesano, onde passou dois anos. Seu curso ginasial foi completado através do ensino supletivo. 

Ao atingir a maioridade foi servir ao exército e lá se tornou burocrata. Apesar de tantos anos de vida militar não deixou a entidade reformado, saindo antes de completar o tempo necessário e seu posto foi até Cabo. Passou então a trabalhar em Caicó no Departamento Nacional de Estradas e Rodagens – DNER onde exercia a mesma função que ocupava no Batalhão de Engenharia – burocrata. Mais tarde resolveu transferir-se para Natal onde de lá não mais saiu a não ser para sepultar-se em Caicó, no Cemitério São Vicente de Paulo.
 

Na época em que Cabo Garrido, como era seu nome de guerra, servia ao exército, aquela instituição tinha um time de futebol, participava do campeonato da cidade e era a 2ª força do futebol de Caicó. Se ele não era o melhor jogador do time, pelo menos estava entre os melhores. Atacante aguerrido, sempre os goals saíam de seus pés. 

Estava estreitamente ligado ao futebol, tanto é que sentindo suas forças se esvaírem, passou a servir a esta entidade como Juiz.  José Garrido, dedicou-se ao futebol a partir dos meados da década de 1950 e além do Batalhão teve uma passagem pelo Caicó Esporte Clube. Faleceu em Natal, com 62 anos incompletos, vítima de um CA no fígado, em 12 de março de 1998, deixando viúva Maria de Lourdes Lucena Garrido. Além dos 05 filhos - dois homens e três mulheres - deixou dois netos.

Fonte: Maria Tereza de Araújo Ferreira (irmã)
 Adauto Guerra Filho

Nenhum comentário: