quinta-feira, 4 de abril de 2013

Gustavo Fernandes participa da posse de Rafael Motta

Nesta quinta-feira (04), o deputado estadual e primeiro secretário da Assembleia Legislativa Gustavo Fernandes (PMDB), participou da posse do vereador Rafael Motta como novo presidente Estadual do Partido Progressista (PP). O presidente da Assembleia Legislativa Ricardo Motta (PMN) prestigiou a posse do seu filho.

Rafael Motta assumiu a presidência do Partido Progressista no Rio Grande do Norte com a renúncia de Sérgio Andrade. O parlamentar natalense foi o único candidato para presidir a legenda no Estado. O vereador Ubaldo Fernandes (PMDB) e o presidente do PP em Ceará-Mirim, Marcílio Dantas também participaram do evento.  Por Assessoria de imprensa 

Rafael Motta assume presidência do PP


O vereador Rafael Motta assumiu a presidência do Partido Progressista na manhã desta quinta-feira (4). Em momento bastante prestigiado por correligionários e representantes de outras legendas, o novo presidente estadual do PP disse que vai dialogar com as bases e fortalecer ainda mais a legenda para a disputa eleitoral do próximo ano. 

"O PP não será coadjuvante. Será um partido protagonista nas próximas eleições. Pretendemos fazer pelo menos um deputado federal e três deputados estaduais", afirmou Rafael Motta.

O prefeito municipal de São José do Seridó, Jackson Dantas informou à imprensa que a governadora Rosalba Ciarlini visitará a cidade de São José do Seridó amanhã.

Segundo o chefe do executivo,  a visita da Rosa ao município terá como objetivo visitar obras locais, dentre estas, a adutora Passagem das Traíras São José do Seridó.

Rosalba chegará a São José às 9:30 da manhã, quando visitará as obras  ao lado do Prefeito Jackson Dantas, que tem comentado que está satisfeito com o governo da Rosa, que tem atendido aos pleitos por ele solicitado, para  São José do Seridó.

Ligado ao Ministro Garibaldi e ao Deputado Henrique Alves, Jackson ressalta que não tem motivo para criticar o governo do estado, pois São José do Seridó tem tido atendimento sempre que solicita ao Governo.

Jackson acompanhará Rosalba juntamente com auxiliares do governo municipal e lideranças. Por Carlos Felipe - Correio do Seridó/São José do Seridó 

Nicó Júnior busca alternativas para amenizar situação da estiagem em Rafael Fernandes


Sensibilizado com o problema da seca que castiga toda a região Nordeste e, infelizmente, não é diferente na cidade de Rafael Fernandes-RN, o Prefeito, Nicó Júnior, busca alternativas que possam amenizar esta realidade entre os rafaelenses.

Um dos caminhos percorridos pelo Prefeito, Nicó Júnior, foi em uma audiência, nesta quinta-feira, 04, com o Secretário Estadual de Recursos Hídricos, Leonardo Rego.
Neste encontro, o jovem Prefeito apresentou a delicada situação em que se encontram os moradores da zona urbana e rural do município. “Os prejuízos são imensos. A completa perca da produção, além da morte dos rebanhos e, até mesmo, já existe a dificuldade para o acesso de água para consumo humano”, explicou o Prefeito.

Com esta realidade, o Prefeito pleiteou junto ao Secretário, alternativas para esta situação. “Acredito que de forma emergencial, a melhor alternativa seria a perfuração de poços para suprir a necessidade de consumo de moradores e até de parte do rebanho que ainda resiste a esta crise”, acrescentou.

O Prefeito mostrou-se otimista quanto ao resultado deste encontro. Além de afirmar que vai se empenhar neste sentido, Leonardo Rego solicitou a realização de um levantamento, onde fossem apresentados os poços que existam no município que necessitem serem recuperados ou mesmo instalados.

“Vejo que o secretário encontra-se sensibilizado a realidade dos municípios da região. Espero que em breve possamos contar com estas melhorias, na questão do abastecimento”, comentou, Nicó.

O prefeito assegurou que permanecerá atento a possíveis mecanismos de apoio a população, onde a situação torna-se crítica. “Vamos continuar buscando meios de auxiliar os moradores. Nosso trabalho será incansável neste sentido”, finalizou, Nicó.  Por Assessoria de imprensa

MUSA DO PORTAL DE SÃO JOSÉ DO SERIDÓ

Esta semana, o portal de São José do Seridó foi conferir a beleza e sensibilidade da mulher cruzetense, mostrando que o Seridó além das suas belezas naturais, também tem  a beleza feminina.

O fotógrafo Deybson Pereira foi conferir a beleza, simplicidade da jovem Fernanda Clecya dos Santos Melo, filha de  Cleomar Alves dos Santos e Francisco de Assis Melo. Nascida na cidade de Caicó e moradora da cidade de Cruzeta, a jovem de 13 anos,com 1,58, católica, tem como ídolo Luan Santana, tem um hobby inusitado: arengar. Mas acredita que a amizade é uma benção enviada por Deus.

Ela estuda na cidade de Cruzeta, onde cursa o 8° ano e tem como mensagem “Falar de mim é fácil, difícil é ser eu”.































Fotos: Deybson Pereira
Maquiagem: Lucyedja Jádna

Agradecimentos: Mariozan Medeiros

Fernanda  Clécia Veste Art Vício - A arte de se vestir Bem

Apoio: Jornal Correio do Seridó – A sua fonte de notícia


MENSAGEM DO PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, HENRIQUE EDUARDO ALVES, SOBRE A PROMULGAÇÃO DA PEC DOS EMPREGADOS DOMÉSTICOS



Lamento profundamente não estar presente em ato tão marcante para a consolidação de conquistas dos trabalhadores domésticos. Passei por uma pequena cirurgia na semana passada e estou em repouso por recomendação médica. Mas não poderia deixar de expressar meu contentamento com esta vitória em que o Poder Legislativo demonstrou, extraordinariamente, seu comprometimento com a justiça e com a cidadania.
A defesa dos trabalhadores e o aprimoramento da legislação que rege as relações de trabalho e emprego são causas às quais muito me dediquei ao longo dos meus mandatos. Em 2005, na presidência da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara, tive a oportunidade de demonstrar esse cuidado por meio da promoção de diversas audiências públicas em que foram debatidos temas de grande relevância para a classe trabalhadora, como a reforma sindical, o combate ao trabalho escravo e alterações do processo trabalhista. Além disso, empenhei-me em colocar na pauta do colegiado para deliberação, naquela época, proposições infraconstitucionais que visavam à ampliação de direitos dos trabalhadores domésticos, as quais, finalmente, hoje vemos contempladas com a promulgação da Emenda Constitucional 72, destacadamente, a obrigatoriedade de inclusão dos trabalhadores domésticos no sistema do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e de concessão do seguro-desemprego.
Com o texto que ora introduzimos na Carta Magna, o Brasil evolui em direção à equidade e à justiça, proporcionando a todos os trabalhadores, sem distinção, direitos e condições que vão se converter, certamente, em bem-estar e dignidade para milhões de famílias brasileiras. Entre os direitos que começam a valer a partir de agora, estão: a garantia de salário nunca inferior ao mínimo; jornada de trabalho não superior a 8 horas por dia (máximo de 44 horas semanais); pagamento de horas-extras; além do reconhecimento de convenções ou acordos coletivos.
Assim, estamos retirando da periferia da proteção da legislação trabalhista, e reposicionando no espaço devido, quase sete milhões de pessoas, das quais 92,6% são mulheres. A elas estamos confirmando que vivemos um período de grandes transformações sociais no País, com reconhecimento e valorização do trabalho que executam, e com a superação de barreiras levantadas num tempo em que relações de trabalho e questões de gênero eram fundamentalmente eivadas de preconceito e discriminação.
Agradeço a todos os parlamentares – da Câmara e do Senado – pela forma honrosa com que se envolveram na discussão e votação da matéria. Com grande alegria saúdo os trabalhadores domésticos por essa conquista que os torna, a partir de agora, integrados, indistintamente, a toda a classe trabalhadora do País.


HENRIQUE EDUARDO ALVES
Presidente
Câmara dos Deputados


Em reunião, Fabrício define início da criação de Parque Tecnológico



A cidade de Pau dos Ferros se tornou, nos últimos anos, um pólo educacional para a região do Alto Oeste. Em um processo iniciado pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte que, há alguns anos, teve seu número de cursos ampliados. Agora, esse processo ganhou novas dimensões com a chegada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – IFRN e Universidade Federal Rural do Semi-Árido – UFERSA.

Com esta nova realidade, o Prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato, identificou a necessidade de ampliar os benefícios gerados com a vinda destas instituições agregando e ampliando o potencial destas unidades.
Em um encontro com o ex-reitor da UFERSA, Josivan Barbosa e o Chefe de Gabinete, Vicente de Paula Fernandes, Fabrício Torquato deu início ao processo de criação de um Parque Tecnológico em Pau dos Ferros.
Este parque tecnológico é uma incubadora de novas empresas, especialmente as tecnológicas, numa associação de empresas, instituições de ensino, além de centros de pesquisa e laboratórios.  
Fabrício destacou que, com a consolidação do projeto, com estas empresas compartilhando do mesmo ambiente, universidades, centros de pesquisa e investidores, vão gerar benefícios econômicos para seus participantes e sociedade, devido à colaboração entre seus colaboradores e as instituições parceiras.

Josivan, que vai prestar apoio a formatação do projeto, com toda a experiência adquirida como Reitor, vai reunir todas as instituições de ensino, além de outros segmentos da sociedade, identificando as necessidades e moldando um projeto adaptado as necessidades e realidade de Pau dos Ferros.

Até Setembro, foi estipulada a meta de concluir a elaboração do plano, neste trabalho conjunto. Logo após, explica Josivan, será possível buscar dos apoios junto a Bancada Federal e também, Governo do Estado.

“Após a conclusão do projeto, vamos entrar em campo, em busca dos recursos, espaços e todos os apoios necessários para a concretização deste projeto”, Afirmou Fabrício. “Sei o quanto Pau dos Ferros vai ganhar com a geração de renda e criação de empregos e oportunidades para os jovens que vão deixar a universidade”, complementou.

Por João Paulo P de Sena 

Edital do Programa de Cultura BNB/BNDES será lançado no dia 5

Na próxima sexta-feira, 5 de abril, será lançado o Programa de Cultura Banco do Nordeste/BNDES – Edição 2013, que destinará R$ 8 milhões para patrocínio a projetos nas áreas de artes integradas, artes visuais, audiovisual, dança, literatura, música, patrimônio e teatro & circo. A cerimônia acontece em Sousa (PB), na unidade do Centro Cultural Banco do Nordeste.

O evento contará com a presença do secretário de Fomento e Incentivo a Cultura do Ministério da Cultura, Henilton Menezes. Também estarão presentes o deputado federal Pedro Eugênio Cabral, a representante do BNDES, Carine Silveira; além de representantes de entidades parceiras e autoridades locais. O Edital estará disponível para consulta na página do BNB na Internet (www.bnb.gov.br), a partir da sexta-feira.

As inscrições permanecerão abertas até o próximo dia 11 de maio. Para divulgar as principais características e objetivos do Edital e orientar os proponentes sobre o correto preenchimento do formulário de inscrição, serão realizadas 45 Oficinas de Elaboração de Projetos, em várias cidades nordestinas, no período de 5 de abril a 4 de maio. A relação dos projetos selecionados será divulgada no dia 19 de agosto de 2013.

 O Programa de Cultura Banco do Nordeste/BNDES foi criado pelo BNB em 2005, com o objetivo de democratizar o acesso aos recursos para patrocínio de ações culturais, desenvolvidas em benefício da Região.

O Programa possui quatro princípios básicos: interesse da Região, uma vez que o Banco do Nordeste é o principal órgão do Governo Federal para o desenvolvimento regional; acesso democrático a todos que fazem parte da cadeia produtiva da cultura, com igualdade de possibilidades; transparência do processo de seleção, oferecendo a todos as informações sobre os critérios e metodologia de avaliação dos projetos; e finalmente, acompanhamento que permita o cumprimento dos objetivos de cada ação e do programa como um todo.

Por Assessoria de imprensa do BNB 


“Vício Traidor”: nova música de cantor caicoense aborda o mal das drogas


Marcos Dantas destaca que o cantor caicoense Rui Silva, formado em Serviço Social e educador do Peti em Caicó acaba de lançar sua nova música no mercado. Intitulada de “Vício Traidor”, a canção relata um dos problemas que mais afetam a nossa sociedade, que são as drogas. Para despertar a atenção, principalmente dos nossos jovens, Rui Silva relata na letra da canção alguns exemplos de ídolos e estrelas da Música que morreram, após a convivência com as drogas. A música serve de alerta para todos:
Música: Vício Traidor
Letra e Interpretação: Rui Silva
Eu não sei por quê
Que algumas pessoas não aprendem a lição
Já não basta ver
Nossos artistas que usaram drogas morrerem
Que pena. Elvis Presley se foi
Que pena. Michael Jackson também
Que pena. Elias Regina se foi
Que pena. Raul Seixas também
E se você não deixar, mais cedo irá também
Que pena. Você irá também
E se você não deixar, mais cedo irá também
Eu não sei por quê
Alguns jovens não aprendem a lição
Que se entregam a toa
Pelo vicio fatal, sem desejo final
Oh Jovem. Droga não é solução
Hoje você curti, no futuro não
Oh Jovens, procurem entender
Que a droga é só uma ilusão
Que levará você a alucinação
Só alucinação
Eu sei. Eles falaram de paz
Eu sei. Eles pensavam no amor
Eu sei. Eles no peito tinham uma arte
Eu sei. Eles na mente tinham uma dor
De não poder controlar o vicio traidor
O vicio traidor

Comissão de Educação da CMN se reúne com titular da SME


Vereadores informaram secretária acerca de pesquisa que será realizada para nortear o trabalho do Legislativo

Os vereadores que integram a Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Câmara Municipal de Natal se reuniram, na manhã desta terça-feira (02), com a titular da Secretaria Municipal de Educação (SME), Justina Iva. Na oportunidade, Júlia Arruda, Eleika Bezerra e Ary Gomes informaram a secretária acerca da pesquisa para desenvolver o diagnóstico das escolas e centros de educação infantil de Natal que será realizada pelo Legislativo e obtiveram dados sobre as ações da pasta.

Programada para acontecer durante todo o mês de abril, a pesquisa para traçar a realidade atual das unidades de ensino da capital tem o objetivo de levantar dados que sirvam de base para as ações da Comissão de Educação na Câmara Municipal de Natal. A iniciativa foi louvada pela titular da SME, que revelou grande interesse nas informações que serão coletadas durante a atividade. “É muito importante ouvirmos estas opiniões. Elas abrem os olhos da secretaria e servem de subsídio para que possamos acertar”, disse Justina, que confirmou presença na audiência pública que debaterá o assunto – ainda sem data definida.
Outro ponto discutido durante o encontro foi o processo de unificação dos planos de cargos e carreiras do magistério em Natal. Diante da informação de que existe uma comissão da SME tratando do tema, os vereadores sugeriram a inclusão de um representante do Legislativo no grupo, como uma forma de facilitar a composição do documento e agilizar a sua aprovação na Câmara. Sugestão esta que foi bem recebida pela secretária.

Durante a reunião, a titular da SME também adiantou algumas ações que serão desenvolvidas pela pasta durante 2013, com recursos provenientes do Ministério da Educação. Entre elas, a informatização das matrículas, prevista para ser implantada ainda neste ano; a climatização e a instalação de lousas digitais nas salas de aula; e a reforma nos laboratórios de informática de todas as unidades de ensino da cidade.

Para a vereadora Júlia Arruda, a conversa dos membros da Comissão de Educação da CMN com Justina Iva foi positiva, já que permitiu que os vereadores estabelecessem contato direto com a SME, facilitando o diálogo e o entendimento entre o Executivo e o Legislativo. “A boa recepção que tivemos na secretaria nos deixou certos de que teremos liberdade para sugerir, criticar e propor ações em prol da melhoria da nossa educação”, avaliou Júlia.

Prefeitura Municipal de Jardim do Seridó efetua pagamento de todos os servidores nesta quarta-feira.


A Administração Nossa Cidade no Rumo Certo tem cumprido suas obrigações e mantém em dia o pagamento do funcionalismo público de Jardim do Seridó. Nesta segunda-feira (1º), o secretário municipal de Finanças, Marivaldo Medeiros fez a remessa do repasse financeiro ao Banco do Brasil, referente ao mês de março.
Devido à política administrativa desta instituição, os salários dos servidores só estarão disponíveis nas contas dos funcionários, nesta quarta-feira, dia 3 de março, após dois dias do repasse ser efetuado. Estão recebendo os salários, todos os cargos efetivos e comissionados. Como também, CRAS, CREAS e PETI. “Trata-se de um procedimento de praxe do banco. O importante é que estamos em dia com o nosso funcionalismo”, disse Marivaldo.
________________________________________
Prefeitura Municipal de Jardim do Seridó/RN
- Assessoria de Imprensa -


Vivaldo encaminha pedido de uma nova viatura policial e a ampliação do efetivo para cidade de Carnaúba dos Dantas


O deputado estadual Vivaldo Costa (PR), protocolou em sessão ordinária na Assembleia Legislativa, pedido para que seja disponibilizado mais uma viatura policial para a cidade de Carnaúba dos Dantas, bem como, a ampliação do efetivo militar.

Vivaldo esteve recentemente no município e ouviu de perto o apelo da população. “Carnaúba é uma cidade importante para nossa região, além de turística faz divisa com o estado da Paraíba. O efetivo policial está insuficiente para atender satisfatoriamente a população e com apenas uma viatura o trabalho tem se tornado difícil, incapaz de atender satisfatoriamente os moradores da zona urbana e rural. Assim não haverá abandono de uma área quando uma das viaturas precisar se deslocar à outra região. Faço questão de conversar pessoalmente com a governadora Rosalba sobre este assunto”, defendeu o parlamentar. 


Por Assessoria de imprensa 

Leleu: Mara Costa votará em Rafael Motta para se redimir com Vivaldo


Ao analisar as declarações da vereadora Mara Costa (PP), que deve apoiar o presidente do seu partido, vereador natalense Rafael Motta, para deputado federal, o seu colega na Câmara de Caicó, Leleu Fontes (PSB), disse que ela é “uma liderança política emergente dentro da família Costa”, logo “não vai divergir do líder maior do seu sistema, o deputado Vivaldo Costa”.

Leleu destacou que, mesmo não tendo votado em Vivaldo nas eleições de 2010, agora Mara terá “uma oportunidade de se redimir e garantir a sua permanência na vida pública. Do contrário, vai cair no ostracismo político, exemplo dos seus outros dois tios: o ex-prefeito Bibi Costa e o ex-deputado Dadá Costa”.

Por Assessoria de imprensa 


Leleu sai em defesa de Álvaro sobre acusações do vereador Batata


Diante das recentes acusações do vereador Batata Araújo (PMDB) contra Álvaro Dias (PMDB), o vereador Leleu Fontes (PSB) saiu em defesa do ex-deputado caicoense. “Acredito que Batata esteja influenciado ou surtando. Não posso acreditar que essas declarações para atingir a honra e a dignidade do ex-deputado Álvaro Dias sejam verdadeiras”, disse Leleu.

O pessebista foi incisivo ao dizer que Álvaro foi importante na carreira profissional de Batata, abrindo-lhe as portas da FM 106, “para ele se projetar e ganhar notoriedade no rádio, além da amizade existente entre ambos”.

“Faço um apelo a Batata: redija uma nota se desculpando com o deputado Álvaro Dias e sua família, acrescente que vai rever também a sua posição política dentro do PMDB. Vá buscar a unidade para o fortalecimento do projeto de Álvaro Dias. Somente agindo desta maneira, você terá meu respeito e admiração”, destacou Leleu.   

Por Assessoria de imprensa 


“Por uma Universidade Federal do Seridó”


Sabe-se que a Academia antecede ao próprio Cristo, pois data de 387 A.C e foi fundada por Platão, no bosque de Academos, próximo a Atenas. Porém, ela é uma instituição relativamente nova na sociedade brasileira. Em 1920, foi criada a Universidade do Brasil (hoje UFRJ) pelo Decreto Presidencial 14.343 para outorgar o título de “Doutor Honoris Causa” ao Rei Alberto I, da Bélgica – casado com a Rainha Elizabeth, sobrinha neta de Dom Pedro I – em visita oficial ao País. Há autores que retroagem à Universidade do Amazonas, datando-a de 1909, como sendo a primeira instituição universitária brasileira “stricto sensu”. No entanto, não detinha, à época, o status de oficial, ex-vi do Decreto-Lei 11.530, que autorizava somente o funcionamento de universidades em municípios com mais de 100.000 habitantes. Idêntica situação ocorrera em Curitiba, em 1912, com a Universidade do Paraná, constituída pela lei estadual 1.284.

O eminente jurista Miguel Reale, em discurso proferido no Conselho Federal de Cultura, na sessão em homenagem póstuma ao sábio potiguar Câmara Cascudo, proclamou: “O ministério público tem como missão ser o custos legis (sentinela da lei) e a universidade por dever tornar-se custos sapientiae (guardiã do saber)”. É certo que a expressão “universitas” tinha inicialmente significado sociológico (corporação de mestres e estudantes) e posteriormente recebeu também o sentido de “universitas litterarum” (totalidade dos conhecimentos e letras). Etimologicamente liga-se a um termo fundamental da linguagem e da filosofia humana: “universum" (o todo e suas partes) que, por sua vez, indica a profunda unidade da totalidade e da individualidade do ser. Na sua concepção original, deve ser um espaço, onde se encontram ideias, ideologias  e pensamentos diferentes. Caracteriza-se pela pluralidade de conhecimentos, voltados para a formação do ser humano e sua ação na sociedade. Trata-se, pois, de uma instituição pluridisciplinar para formação de profissionais de nível superior, de pesquisa, extensão, domínio e cultivo do saber humano.

Ela encerra necessariamente a interdisciplinaridade. Local privilegiado dos saberes universais e regionais. Ao longo de sua história, várias são as interpretações. Alguns a veem como mera instituição de ensino superior, produtora de diplomas.  Outros a caracterizam pelo ensino, pela pesquisa e extensão.  Tais interpretações indicam algumas de suas diversas funções. Seria pretensão querer, nesta oportunidade, apresentar uma definição precisa e abrangente da mesma. O termo vem de universal e reclama por uma visão ampla da realidade. É tão complexo quanto o é a própria natureza do homem. Dividir os seus papéis e privilegiar um em detrimento dos outros, é fragmentar o universo. Assim, não cabe, pois, separar a parte de seu todo. Ela é um “locus” de debates, oposições, ideias e pluralidades que convergem para o homem, “datado e situado num contexto social concreto”, segundo Kierkegaard. Constitui-se em espaço para onde acorrem múltiplas expressões do conhecimento e ali se cultivam os saberes universais e locais.

Denominar-se-á Universidade Federal do Seridó. E assim deverá ser sua constituição. Há delimitação geográfica, sociológica, cultural e antropológica. Devemos atentar para a semântica dos termos, isto é, do genitivo: “do Seridó”. Sem desatender aos ditames gerais do saber e da erudição, deverá voltar-se para a realidade daquela região, envolver-se com seu desenvolvimento e seus habitantes, preservar sua cultura e preparar quadros para o seu futuro. Não raro, deparamo-nos com instituições universitárias que não apresentam diferenciais. Em certos casos, quando analisamos catálogos dos cursos oferecidos, seus conteúdos, ementas e bibliografias, os encontramos pouco direcionados para o estado ou a região onde atuam. Há redundância de “saber e conhecimento”.

A universidade deve contemplar todo homem e o homem todo. Deste modo, não pode prescindir de analisar seus aspectos e dimensões nacionais e internacionais, regionais e locais, biológicos e intelectuais, bem como sua relação com a terra, a sociedade e o mundo. Necessitamos de uma instituição que pense, qualifique e promova o “homo seridoensis”. Os gaúchos, numa atitude de preservar e difundir suas tradições, sistematizaram o saber regional em cursos de nível superior sobre chimarrão, vinho e churrasco. Os mineiros aprofundam na academia seus conhecimentos sobre o queijo, a cachaça etc. E nós seridoenses, como preservaremos nossos bordados, minérios, nossa gastronomia e nosso solo? Temos história, cultura própria. A Universidade Federal do Seridó deverá levar em conta esses valores. Hoje uma instituição de ensino superior, que não apresente diferenciais, está fadada a desaparecer.

Vale salientar que nos empenhamos pela criação de uma universidade, no sentido pleno, para atender aos anseios e necessidades do Seridó. Só ela é capaz de ter autonomia suficiente para orientar, com segurança e solidez, seus cursos e saberes para a realidade de nossa região e sua problemática. Uma universidade federal é hoje credenciada através de lei, aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo Executivo. Centros universitários públicos, planejados e concebidos, de acordo com a legislação de regência, são instituições transitórias à espera de sua plenitude universitária. Além de sua fragilidade financeiro-orçamentária, jurídica, acadêmica e administrativa (apesar da competência para criar novos cursos), padecem de fortalecimento institucional. Criados por decretos presidenciais ou portarias ministeriais, poderão facilmente ser extintos ou transferidos por atos legais idênticos. Não pretendemos correr tal risco. Algo estatuído por lei federal, somente poderá ser supresso mediante ato específico do Congresso Nacional.

Eis a universidade que aspiramos e pela qual devemos lutar. Invocamos as luzes divinas e cremos que Deus virá em nosso socorro. Cabe-nos rezar, como o fazemos na liturgia das horas canônicas do Ofício Divino (antigo Breviário Romano) e nas novenas do passado: “Deus, in adjutorium meum intende. Domine, ad adajuvandum me festina” (Ó Deus, vinde em meu auxílio. Senhor, socorrei-me sem demora. cf. Sl 70, 1).

PADRE JOÃO MEDEIROS FILHO
Assessor acadêmico da Faculdade de Filosofia e Teologia Dom Heitor Sales

Infraestrutura da região Seridó recebe mais de 470 milhões em investimentos


No Seridó potiguar, o Governo Rosalba vem investindo, através de convênios com nove municípios, R$ 4 milhões em pavimentação e drenagem de 74 ruas e avenidas, executadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN). São obras de infraestrutura e que garante qualidade de vida aos moradores.
Só em Caicó, 35 ruas estão sendo beneficiadas. Na capital do Seridó, o Governo do Estado, está investindo nessas obras mais de R$ 1,4 milhões, com a contrapartida da prefeitura municipal no valor de R$ 160.000,00. Ainda com a prefeitura de Caicó, a SIN mantém convênio de administração e manutenção do Complexo da Ilha de Sant’Ana, importante equipamento para o desenvolvimento cultural e turístico da região. Por esse convênio, o Governo Rosalba repassa anualmente a quantia de R$ 540.000,00.


Em Florânia, a governadora inaugurou recentemente 800 metros da estrada que dá acesso ao Santuário de Nossa Senhora das Graças. Agora os visitantes e peregrinos podem subir o monte com mais rapidez e segurança. A obra, com investimento total de R$ 270 mil, foi fruto de um convênio firmado entre a prefeitura municipal daquele município e o Governo do Estado.
Já em São José do Seridó, o Governo do Estado está para dar inicio a construção de um estádio municipal numa área total de 13,800 m², sendo 290 m² de arquibancada e estacionamento com 260 vagas. O estádio vai contar ainda com banheiros, banheiros adaptados e sala de árbitro. A obra está orçada em R$ 500 mil, sendo R$ 100 mil a contrapartida do município.


Através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o Governo do RN também investe em infraestrutura viária na região do Seridó. Recentemente, a Governadora Rosalba esteve em Acari para entregar 5,3 km de estrada totalmente recuperada que leva ao Açude do Gargalheiras, um dos principais cartões postais do interior do estado. A obra no valor de R$ 420 mil era muito esperada por visitantes e moradores da região, que agora sentem mais segurança ao visitar uma das Sete Maravilhas do RN.



Segurança e tranquilidade, é o que o Governo do Estado garante também aos estudantes e professores da IFRN, em Currais Novos. O DER asfaltou 1,1 km de estrada que dá acesso à Escola Técnica. São mais R$ 435 mil de investimentos em infraestrutura na terra da scheelita.



ESCOLAS

Ainda no Seridó, o Governo do Estado vem investindo nos últimos dois anos, através da Secretaria Estadual de Educação e Cultura, cerca de R$ 13 milhões na reforma e recuperação de 19 escolas em 16 munícipios da região. As obras, sob responsabilidade da Secretaria Estadual da Infraestrutura, foram executadas sem prejuízo ao calendário escolar.

Destaque para Escola Estadual Monsenhor Amâncio Ramalho, em Parelhas. Com investimento de R$ 500 mil, na escola foram reformadas, inclusive com aplicação de forro, todas as salas de aulas, além da construção de duas novas; construção de duas salas para laboratórios; reforma do laboratório de informática, cozinha e banheiros; como também a construção de um banheiro adaptado para pessoas com necessidades especiais.
CAERN

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está implantando e ampliando serviços de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgotos sanitários em todas as regiões do Estado. No Seridó, estão sendo investidos recursos da ordem de R$ 125 milhões em grandes obras nos municípios de Parelhas, Jardim de Piranhas e Caicó.

A Companhia já encaminhou à CEF todo o projeto e os documentos para a assinatura do contrato, visando a ampliação do sistema de abastecimento de água de Caicó, com a implantação de novas captações e adutoras, além de ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA) e da construção de reservatórios. Serão investidos mais R$ 60 milhões e a obra deve ser concluída em dezembro de 2014. Serão implantados 123 quilômetros de rede de distribuição e 47 quilômetros de adutora, beneficiando cerca de 50 mil pessoas. Serão ainda ligadas mais 1.800 casas ao sistema de distribuição de água.

Com investimento de mais R$ 4 milhões, a Caern está ampliando o sistema de abastecimento de água de São José do Seridó, onde vai assentar 12 quilômetros de adutora, que vai transportar água da Barragem das Traíras, duas estações elevatórias, uma estação de tratamento e um reservatório. A obra deve ser concluída em dezembro de 2013.
ADUTORA SERIDÓ

O Sistema Adutor Seridó foi uma obra retomada no governo de Rosalba. Com aproximadamente 30 quilômetros de extensão, a obra garante o abastecimento d’água dos municípios de Acari e Currais Novos, além de quatro comunidades rurais, Gargalheiras, Bulhões, Barra Verde e Brejuí, beneficiando cerca de 70 mil pessoas. O investimento total da obra foi de R$ 22 milhões, sendo fruto de um convênio entre os governos Estadual e Federal, com R$ 11 milhões cada.
BARRAGEM OITICICA

A construção da tão sonhada Barragem de Oiticica vai finalmente sair do papel pelas mãos da Governadora Rosalba Ciarlini, que vai investir R$ 311 milhões, sendo R$ 292 milhões já garantidos no OGU, e R$ 19 milhões de contrapartida do Estado, na obra localizada entre os municípios de Caicó e Jucurutu, beneficiando diretamente 330.000 habitantes em 17 municípios do estado. Indiretamente, a Barragem de Oiticica, com capacidade para 560 milhões de metros cúbicos, atenderá toda a população dos municípios do Seridó, Vale do Açu e região Central do Rio Grande do Norte.                                     

Com informações das Assessorias:

SIN

DER

CAERN

SEMARH