sábado, 27 de agosto de 2011

De virada, Botafogo vence o Fluminense e entra na briga pelo título do Brasileirão

Os jogadores do Botafogo comemoram o gol da virada  
O Botafogo está mais vivo do que nunca na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, ao vencer o Fluminense, de virada, por 2 a 1, neste sábado, no Engenhão. Os gols da partida foram marcados por Elkeson e Lucas para os alvinegros, enquanto Fred descontou para os tricolores.


Com essa vitória, o time do técnico Caio Júnior sobre para terceira colocação, com 34 pontos, há apenas três do líder Corinthians. Já a equipe comandada por Abel Braga, permanece com 25 pontos na nona posição. 

Na próxima rodada, a primeira do returno, o Botafogo recebe o Palmeiras, nesta quarta-feira, às 21h50, no Engenhão. Já o Fluminense, por sua vez, enfrenta o São Paulo, na quarta-feira, às 21h50, no Morumbi.

O Botafogo começou melhor o primeiro tempo e, comandado por Elkeson (outro que fez uma grande atuação foi Renato), chegou algumas vezes com perigo ao gol tricolor. Aos 6, o camisa 9 do Glorioso cobrou falta e Cavaleiri espalmou. Três minutos depois, Maicosuel fez fila na entrada da área, tocou para Loco Abreu, que chutou para fora. Aos 20, Elkeson entrou na área, chutou cruzado e Loco Abreu não alcançou.
A equipe dirigida por Abel Braga reagiu e também assustou. Cartlinhos entrou na área, e hutou e a bola bateu na zaga, aos 27. Em seguida, Lanzini (até então apagado em campo) recebeu sozinho na área, mas chutou por cima. Aos 32, Lanzini lançou Fred, que dominou e Jéfferson tirou o perigo. 


Aos 37, Márcio Rosário não se entendeu com Cavaleiri, Loco Abreu roubou a bola, driblou o goleiro, mas o zagueiro se recuperou, tirando perigo. 


No segundo tempo, o Fluminense abriu o placar aos 10. Fred aproveitou escanteio cobrado da esquerda, subiu antes de Herrera e, de cabeça, marcou o gol. 


Mas o Flu nem teve tempo para comemorar. No minuto seguinte, Elkeson recebeu na área, driblou Márcio Rosário e tocou na saída de Cavalieri. 


Aos 18, Jéfferson pegou a bola na área e lançou Loco Abreu, ainda no campo de defesa. O atacante saiu em disparadae foi avançando, sem marcação. Ele esperou Lucas se aproximar, e lançou o lateral na área. O camisa 2 dominou e chutou cruzado, virando o placar.
No minuto seguinte, Abel Braga tirou Diogo e colocou Martinuccio. Mas a substituição não surtiu efeito e as melhores chances continuaram sendo do Botafogo. Fonte: O Globo


Foto: Cezar Loureiro
O Globo

Nenhum comentário: