domingo, 21 de agosto de 2011

Leleu Fontes diz que ideal é candidatura própria, ao invés de apoiar projeto de Rosalba Ciarlini

Quem conversou com o Blog de Marcos Dantas na manhã deste sábado (20) foi o presidente da Câmara Municipal de Caicó, Leleu Fontes (PDT). Ao lado do prefeito Bibi Costa e do seu líder na Câmara, Milton Batista, ambos do PR, participou de uma reunião política com a ex-governadora Wilma de Faria (PSB) em Natal, nesta sexta-feira. 

“A nossa conversa com Wilma foi política e propositiva. Colocamos que as pessoas que trabalharam na campanha em prol dela e de Iberê, e no meu caso de Carlos Eduardo, tínhamos um posicionamento, lutar para manter essa base política, independentemente do resultado da eleição de 2010. Ainda hoje, pelo menos em boa parte da bancada de vereadores que apóiam o prefeito Bibi Costa, de secretários municipais, auxiliares e lideranças comunitárias que participaram da campanha eleitoral ao lado de Bibi, estão com o sentimento. Todos nós devemos ter responsabilidade com Caicó e que também precisamos participar do projeto eleitoral de 2012 como atores principais, apresentando uma chapa majoritária e proporcional competitiva”, disse Leleu.

Leleu defende que não seria interessante para este grupo, que segundo ele tem a liderança em Caicó, do prefeito Bibi Costa (PR), apoiar a candidatura de Nildson Dantas e nem a de Roberto Germano, já que todos dois têm afinidade política e ideológica com a governadora Rosalba Ciarlini, e seria mais viável e coerente unir forças políticas no palanque que se comprometam com a orientação política de Wilma de Faria, nossa liderança em nível estadual e o Prefeito Bibi Costa, no nível local”, destacou.


“Vivaldo tem um pensamento de lançar um candidato que quem venha pro palanque dele seja Rosalba. Não temos essa compreensão. João Maia acredita que nós temos pouco tempo para encontrar esse nome majoritário, competitivo e que possa garantir a conquista. Não tendo este nome, ele não teria dificuldade nenhuma de votar em Roberto. Hoje o grupo de Roberto se identifica mais com a governadora, então nos não vamos para esse projeto. Nossa proposta é bem transparente e que nós vamos tentar viabilizar uma candidatura que possa reunir João Maia, Vivaldo, mas que o palanque seja em que Wilma seja a nossa referencia maior para se contrapormos a idéia da eleição de Caicó ser de um único palanque”, finalizou.

Nenhum comentário: