terça-feira, 27 de setembro de 2011

Apesar de trauma, apenas Ronaldinho e Neymar treinam pênaltis

Neymar foi um dos únicos que treinou pênalti em atividade realizada nesta terça. Foto: Mowa Press/Divulgação
Neymar foi um dos únicos que treinou pênalti em atividade realizada nesta terça


Fábio de Mello Castanho
Direto de Belém
Dois meses depois de a Seleção Brasileira perder quatro pênaltis nas quartas de final da Copa América, contra o Paraguai, as cobranças de tiros livres não foram prioridade na equipe de Mano Menezes nesta terça-feira, antes de encarar a Argentina em Belém. Na capital paraense, apenas Neymar e Ronaldinho colocaram a bola na marca da cal e arriscaram alguns chutes. 

O santista Neymar teve um aproveitamento de 100% nas cobranças durante os aproximadamente cinco minutos que treinou o fundamento. Ronaldinho, por sua vez, não teve o rendimento perfeito mesmo tendo treinado por menos tempo: ele executou cobranças durante cerca de dois minutos e errou uma vez.
Em julho, nas quartas de final da Copa América, o Brasil foi eliminado da Copa América na Argentina depois de perder as quatro cobranças no desempate com o Paraguai. Depois daquela fatídica partida em La Plata, a Seleção teve apenas um pênalti a favor no amistoso contra a Alemanha, em Stuttgart. Neymar cobrou e converteu, mas a equipe de Mano Menezes perdeu a partida por 3 a 2. 

Dos jogadores que perderam os pênaltis contra o Paraguai na Copa América, apenas Fred está no atual elenco que encara a Argentina em Belém na quarta-feira - Elano, Thiago Silva e André Santos não estão na Seleção. "Estamos preparados, mas vamos tentar fazer os gols para evitar pênaltis", disse o atacante do Fluminense. 

Brasil e Argentina só precisarão disputar pênaltis em caso de novo empate no duelo desta quarta-feira, na decisão do Superclássico das Américas. No jogo de ida, na cidade de Córdoba há duas semanas, os dois rivais sul-americanos ficaram no 0 a 0.

Nenhum comentário: