domingo, 16 de outubro de 2011

Vettel vence na Coreia do Sul, e Red Bull leva Mundial de Construtores

Vettel vence na Coreia do Sul, e Red Bull leva Mundial de  Construtores
"Vettel e Webber fizeram da Red Bull a campeã da temporada 2011 da F1 "
FELIPE PARANHOS [@felipeparanhos]
de Salvador

Até com o campeonato decidido Sebastian Vettel dá show. Sem dificuldades, o mais jovem bicampeão da história da F1 conseguiu, neste domingo (16), a vitória no GP da Coreia do Sul, realizado no circuito de Yeongam. O alemão se valeu de uma ultrapassagem sobre Lewis Hamilton na primeira volta para assumir definitivamente a ponta.

Hamilton terminou em segundo, resistindo à forte pressão imposta por Mark Webber. A Red Bull, entretanto, não tem razão para se queixar do australiano, uma vez que ele ajudou o time a garantir o Mundial de Construtores na prova sul-coreana.

Jenson Button terminou em quarto, seguido por Fernando Alonso, que parou seu carro logo depois da bandeirada. Felipe Massa, prejudicado pelo tráfego no seu primeiro pit-stop, foi o sexto, à frente de Jaime Alguersuari, em ótima atuação.

Nico Rosberg, Sébastien Buemi e Paul di Resta completaram o rol dos dez primeiros. Rubens Barrichello conseguiu chegar em 12º, uma posição à frente de Bruno Senna.
Saiba como foi a corrida do GP da Coreia do Sul, em Yeongam
Na largada, Hamilton conseguiu manter a liderança, apesar do assédio de Vettel. Mas a primeira posição ficou por pouco tempo com o inglês: algumas curvas depois, o alemão assumiu a ponta. Enquanto isso, Massa largou bem e chegou à terceira colocação.

Os dois outros brasileiros tiveram inícios de corrida bastante distintos: enquanto Barrichello saiu de 18º para 15º, Senna outra vez largou muito mal, perdendo quatro posições e caindo para a 19ª posição, no meio do pelotão das equipes pequenas.

Já no fim da primeira volta, era possível ver alguns pingos de chuva nas lentes das câmeras da FOM TV, o que gerou uma apreensão com relação à possibilidade de os pilotos serem surpreendidos pela pista molhada. Mas não houve mais do que alguns pingos, mesmo.
Lá na frente, Vettel aproveitava a ausência de tráfego para ampliar sua vantagem em relação a Hamilton. Antes do giro número 10, os primeiros pilotos já faziam suas primeiras paradas nos boxes: Kobayashi e Barrichello abriram os trabalhos.
Alguersuari teve ótima atuação e terminou em oitavo
"Alguersuari teve ótima atuação e terminou em oitavo "
Antes terceiro, Massa já sofria a pressão de Alonso, que buscava a quarta posição. O brasileiro, entretanto, conseguiu manter a colocação. Os pit-stops renderam uma disputa interessante entre Rosberg e Button, que saíram praticamente juntos e dividiram a saída dos boxes, com vantagem para o alemão. Nico, entretanto, errou na volta à pista e acabou ultrapassado, antes de recuperar a nona posição com a ajuda da asa móvel.

Quem se deu mal na primeira parada foi Massa, que enfrentou tráfego em seu pit-stop e acabou perdendo tempo. Com mais azar do que Felipe, somente Michael Schumacher. O alemão vinha bem no top-10, mas foi abalroado por um trapalhão Petrov, na entrada da curva 3.
Schumacher fazia tranquilamente o seu hairpin quando Vitaly errou a freada e bateu na traseira da Mercedes do veterano. Sem asa traseira, não restou nada a Michael senão abandonar. A corrida do russo também acabou pouco depois, com o carro recolhido aos boxes enquanto o safety-car estava na pista. A investigação do incidente ficou para depois da bandeirada.
Na relargada, Button tentou passar Webber pela terceira posição, mas acabou ficando mesmo atrás do australiano. O retorno às atividades normais também foi marcado por uma má notícia dada a Pastor Maldonado: por conta de um erro na entrada do pit-stop, o venezuelano recebeu um drive-through como punição.

Vettel, enquanto isso, seguia tranquilo na frente, emendando voltas mais rápidas da corrida. Hamilton vinha sendo pressionado por Webber, que conseguiu se desvencilhar de Button. Rosberg, Massa, Alonso, Alguersuari, Di Resta e Sutil completavam o top-10. Pouco depois, Massa passou Rosberg.

Faltando 20 voltas para o fim e diante da superioridade clara de Vettel, o principal duelo ficou por conta de Webber, terceiro, e Hamilton, segundo. A disputa chegou a esfriar ao longo do tempo, permitindo ao inglês manter a vice-liderança, mas esquentou novamente no fim, com Webber passando e, depois, perdendo o posto.

O rendimento inferior de Hamilton trouxe Button, quarto, e Alonso, quinto, à briga. Apesar disso, Lewis conseguiu segurar a segunda posição até o fim.
F1, GP da Coreia do Sul, Yeongam, final:

Nenhum comentário: