sábado, 17 de dezembro de 2011

Veja edital do concurso do INSS com 1.875 vagas. Inscrições até dia 19; salários de R$ 9 mil

Saiu o edital do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que é vinculado ao Ministério da Previdência Social.  São 1.875 vagas imediatas,  sendo 1.500 para técnico e 375 para perito médico, com vencimentos iniciais de R$4.496,89 e R$9.070,93, respectivamente. As oportunidades abrangem diversos estados. 

As inscrições começam na próxima segunda-feira,  dia 19, e vão até 11 de janeiro.

O cargo de técnico exige o nível médio (antigo 2º grau) . A remuneração é de R$ 4.496,89, sendo R$852,24 de Gratificação de Atividade Executiva  (GAE), R$2.808 de Gratificação de Desempenho da Atividade do Seguro Social (GDASS) e R$304 de auxílio-alimentação.

A função de perito médico requer graduação em Medicina e inscrição no Conselho Regional de classe. Os vencimentos são de R$9.070,93, sendo R$ 4.230,40 de Gratificação de Desempenho de Atividade de Perícia Médica Previdenciária e R$304 de auxílio-alimentação. O valor da GDAPMP corresponde a 80 pontos do total desta gratificação, até que seja regulamentada a Lei nº 11.907/ 2009.

O regime  de contratação é estatutário, garantindo, assim,  a estabilidade empregatícia. Os profissionais cumprirão carga de trabalho semanal de 40 horas. O prazo de validade é de um ano, prorrogável pelo mesmo tempo. Durante esse período, mais aprovados, além do número original de vagas, poderão ser convocados.
Inscrições - Para inscrever-se, será preciso acessar o site da Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora, até as 14 horas do último dia do prazo. Após o preenchimento do formulário online, os candidatos deverão imprimir o boleto bancário, referente à taxa de R$51,70 (técnico) e/ ou R$61,70 (perito), e quitá-lo, em qualquer banco, até 11 de janeiro. É permitida a inscrição para os dois cargos, já que as provas serão realizadas em turnos diferentes.

Os candidatos que não dispuserem de acesso à internet poderão se inscrever em um dos postos credenciados pela Fundação Carlos Chagas. O atendimento acontece das 9h às 12h ou das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira (somente dias úteis).

Isenção - O pedido de isenção poderá ser solicitado a partir das 10 horas da próxima segunda-feira, dia 19, até  as 14 horas de quarta-feira, dia 21.  O benefício será concedido aos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que tenham  renda familiar mensal igual ou inferior a três salários mínimos ou renda familiar per capita de até meio salário mínimo mensal.

Processo seletivo - As provas objetivas serão aplicadas em 12 de fevereiro. Pela manhã, serão avaliados os concorrentes às vagas de perito médico médico, que terão quatro horas para responder a 80 questões, sendo 30 de Conhecimento Gerais e 50 de Específicos.
À tarde, será a vez de quem se candidatar ao cargo de técnico do seguro social. Nesse caso, serão cobradas 60 questões, sendo 20 de Conhecimentos Gerais e 40 de Específicos.
A aprovação estará condicionada à obtenção de, pelo menos,  30% de acertos em Conhecimentos Gerais, 30%  em Conhecimentos Específicos e de 40% do total de pontos da prova.

O local de realização do exame  será o município correspondente à sede da Gerência Executiva, que abrange a agência da Previdência Social escolhida pelo candidato ao se inscrever.  O candidato que tiver interesse em concorrer às  duas funções deverá optar pela mesma Gerência Executiva.

Títulos -  Posteriormente, os candidatos aprovados para o cargo de perito médico, dentro do número máximo de vagas indicado no item 5 do capítulo X do edital, terão seus títulos avaliados.

Os títulos deverão ser enviado, entre os próximos dias 12 e 17, via SEDEX ou Aviso de Recebimento (AR), à Fundação Carlos Chagas (Departamento de Execução de Projetos – Ref.: Títulos/ INSS – Av. Prof. Francisco Morato, 1565, Jardim Guedala – São Paulo – SP – CEP 05513-900), em envelope lacrado, devidamente identificado com seu nome por extenso, número de documento de identidade e opção por agência da Previdência Social.

Serão aceitos documentos comprobatórios de curso de especialização em nível de pós-graduação lato sensu, com carga horária mínima de 360 horas/aula, na área de Medicina do Trabalho,  Saúde Pública e/ou Medicina; mestrado em  Medicina, doutorado em Medicina e/ou conclusão de residência médica ou título de especialista em Medicina. O resultado final está previsto para 5 de março.


Folha Dirigida

Nenhum comentário: