quinta-feira, 29 de março de 2012

"BBB12": O improvável casal da provável final

Quem tem alguma dúvida quanto ao vencedor do "BBB12"? As pesquisas apontam a vitória do moço do Mato Grosso do Sul com mais de 90% dos votos. Poderá haver um revertério?
Muito difícil. Poderosos ou não, os 'donos' do programa não serão loucos de querer despertar a ira da população. Ou seriam?
É muito improvável que a apresentadora paulista Fabiana ganhe o prêmio máximo do "BBB12". Se tal acontecer, não seria má ideia que ela passasse uma boa temporada nas Ilhas Canárias, terra da 'rival' Noemí, enquanto o público digerisse tal engodo. E esquecesse do acontecido. Porque o povo sempre esquece. Basta verificarmos quantos políticos se reelegem mesmo depois de altas falcatruas.
Na noite de ontem, uma transmissão curtíssima. Primeiro por ser dia de futebol. Segundo porque só os dois na casa rendeu uma total falta de assunto.

Frederico Rozário/TV Globo
Fabiana e Fael, finalistas do "BBB12"
Fabiana e Fael, finalistas do "BBB12"
Abraçadinhos no pufe da sala, ambos esperaram um longo tempo antes de poder ir para o pátio e ver o que os aguardava. E nessa espera, Fael 'afofou a fofa' bem de pertinho. Era um tal de puxar um pelinho do braço daqui, arrumar um fiozinho de cabelo dali, brincar com as pulseiras acolá...
De repente, uma reação mais brusca da mama e Fael solta sem pestanejar: "Não estressa! Se estressar não ovula!". Fabiana se espantou. Ela sempre se espanta. Isso porque o caubói disse que aprendeu muita coisa nesse longo período de confinamento. Talvez até tenha conseguido um certo refinamento. "Quando eu entrei eu era um 'chucro', um bruto!", confessou o veterinário dias atrás.
"Ai, Fael... por que a felicidade não cabe na gente?!", perguntou com voz dengosa a provável vice-campeã do BBB12. "Eu sou o homem mais feliz do mundo hoje', declarou o "bom rapaz".
"Você disse que eu não sei perder...", cutucou a sua "muy" querida "sister". Ela sempre cutuca.
"Eu disse que você não gosta de perder, é diferente", argumentou Fael, que não consegue bater de frente com a 'maga mama' que sempre o enfeitiçou. "Você gosta de perder?", perguntou-lhe secamente Fabiana. "Ninguém gosta", respondeu o moço tentando amenizar o clima da conversa.
Muitos pelinhos depois, o casal finalista recebe o aviso de que poderiam sair. São recebidos na área externa pela voz de Paulo Ricardo cantando a música tema do "BBB" (Vida Real, RPM). Num grande telão, são exibidos flashes de todo o desenrolar do "BBB12".
"A Laisa... que bonita", comentou o caubói. "A 'nega' (Kelly) que linda!", foi a vez de Fabiana. "O Jonas...grande Jonas!", disse Fael com ar sincero. A "mama" permaneceu o tempo todo com o seu costumeiro sorriso de boneco de ventríloquo.
Enquanto isso, via-se na tela o vendedor Ronaldo, de barba loura, barbarizando. O projetista de iluminação Rafa explanando a sua estratégia de guerra. A estudante de zootecnia Jakeline chorando por seu galo de estimação. A dona de bar Analice dançando leve e solta numa das primeiras festas. A estudante Monique enlouquecida porque seu vestido não servia.
A assistente comercial Kelly chorando por sentir-se traída. O pecuarista João Maurício num de seus longos discursos filosóficos. O representante comercial João Carvalho em frente ao fogão, dividindo os 'nuggets'. O professor Yuri chorando a falta da mais bela prenda gaúcha (Laisa).
A arte-educadora Mayara tentando desajeitadamente malhar na academia. A estudante de psicologia Renata "ficando" com o Mister Mundo. Jonas, o próprio, exibindo toda a sua exuberância num banho de sol à beira da piscina. E a "bela bah", a estudante de medicina Laisa, sempre dançando cheia de charme em frente aos espelhos. O modelo Daniel não apareceu.
Fael e Fabiana passavam o filme do "BBB12" todo pela cabeça. "Se querer é poder, tem que ir até o final --se quiser vencer!"-- cantava Paulo Ricardo.
Natural de Porto Alegre, formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Veio para São Paulo e ingressou na Escola de Arte Dramática (USP), formando-se ator. Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Fez algumas colaborações para a Ilustrada e, sempre a convite, assinou a coluna Antena, da "Contigo". Nesse meio tempo, fez crítica de teatro para o "Jornal da Tarde" e na rádio Eldorado AM. Mais recentemente foi colunista da Folha.com, comentando o BBB11. Atualmente, além de atuar, cursa Filosofia.

Nenhum comentário: