sexta-feira, 23 de março de 2012

Dilma Rousseff lamenta morte de Chico Anysio

A presidenta Dilma Rousseff lamentou nesta sexta-feira (23) a morte do humorista Chico Anysio. O ator estava internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul da capital fluminense, desde o dia 22 de dezembro do ano passado, quando teve uma hemorragia digestiva. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, Chico Anysio teve duas paradas cardíacas.
Em nota, a presidenta disse que Chico Anysio “foi um dos artistas mais brilhantes” do Brasil, elogia personagens criados pelo humorista e manifesta solidariedade à família e amigos do ator.
“Chico Anysio foi um dos artistas mais brilhantes que o nosso país já produziu, exercendo várias funções em diversos veículos de comunicação durante mais de seis décadas. Com o seu talento e sensibilidade, criou e interpretou caricaturas inesquecíveis de tipos humanos.
Trabalhou incansavelmente durante toda a vida para levar alegria e diversão aos brasileiros. Nessa hora de tristeza, quero me solidarizar com os seus parentes, amigos e com toda a legião de admiradores que conquistou com sua criatividade”, diz a íntegra da nota divulgada pela presidenta no começo da noite.

Nenhum comentário: