terça-feira, 20 de março de 2012

Renomado escultor seridoense morre em Currais Novos

2169
O escultor Ziltamar Soares "Mancha", de 63 anos morreu na noite desta segunda-feira (19) em Currais Novos, onde estava internado desde a semana passada, vítima de crise renal. Seu corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Natal, e o sepultamento será nesta terça-feira (20) em São Vicente, cidade onde ele morava. Além de escultor, Mancha também era blogueiro.

Escultor respeitado, Mancha foi responsável por vários trabalhos, dentre os mais conhecidos a imagem de Santana da entrada da Ilha em Caicó; o monumento dos Três Reis Magos, na entrada de Natal; de Uruaçu e Cunhau; do prédio da reitoria da UFRN; capela do Campus Central da UFRN; monumento do Machadão; monumentos em 32 agências do Banco do Brasil, no país e no exterior; em 16 agências da Caixa Econômica e no Banco do Nordeste, de várias empresas no Brasil e no exterior e da entrada de Currais Novos. Por Marcos Dantas

Nenhum comentário: