domingo, 25 de março de 2012

Tucanos vão a obra do Rio São Francisco criticar 'abandono' de transposição


Erosão, mato crescendo e obra parada. Foi isso que viu a comissão de 14 deputados federais de oposição à presidente Dilma Rousseff - a maioria do PSDB - ao visitar nesta sexta-feira, 23, trechos das obras de transposição do Rio São Francisco, em Mauriti (CE), a 600 km de Fortaleza.

“A situação é estarrecedora, de descaso total. O custo, que era de R$ 4,8 bilhões, foi reajustado para R$ 8,2 bilhões no início do mês. Só para refazer essa parte que foi danificada pelas constantes paralisações vai se gastar uma fortuna”, disse o deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE). 
As obras de um dos projetos mais caros do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) começaram em 2007 e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva previa inaugurar a obra em 2010. Mas a construção de cerca de 600 quilômetros de canais de concreto que desviarão parte das águas do rio ainda deve consumir mais 45 meses.

Nenhum comentário: