quarta-feira, 11 de abril de 2012

DataSenado aponta rejeição a venda de cerveja nos estádios durante a Copa

Da Redação
A legislação que proíbe a venda de bebidas alcoólicas nos estádios brasileiros deve ser mantida também durante a Copa do Mundo de 2014. É o que pensam 80% dos cidadãos entrevistados pelo DataSenado a respeito do projeto de Lei Geral da Copa (PLC 10/2012). Já 19% dos entrevistados apoiaram a liberação da venda de bebidas alcoólicas, como deseja a Federação internacional de Futebol (Fifa) e 1% não soube responder.
A pesquisa do Data Senado foi feita entre os dias 19 e 28 de março. O instituto conversou com 1242 pessoas com mais de 16 anos, em 119 municípios de todo o Brasil. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.
Meia-entrada para idosos e estudantes e feriados nos dias dos jogos são outros dois assuntos tratados no levantamento. A média de apoio ao ingresso com desconto para idosos é alta, de 92%, mas, curiosamente, entre as pessoas acima 60 anos de idade observa-se o percentual mais baixo de aprovação à meia entrada - 86%. No geral, 83% defenderam o mesmo benefício para os estudantes.
Além disso, 59% das pessoas ouvidas se disseram favoráveis ao ingresso mais barato para indígenas. E 60% apoiaram o benefício para pessoas atendidas pelo programa Bolsa Família.
O projeto de Lei Geral da Copa autoriza o governo federal a decretar feriado nacional nos dias de jogos da Seleção Brasileira, e permite também que estados e municípios estabeleçam feriados locais durante o mundial. No cômputo de todos os entrevistados, 41% disseram apoiar feriados nacionais, e 21%, feriados apenas locais. Para 36% dos entrevistados, não há porque decretar qualquer tipo de feriado. Os resultados da pesquisa mostram que, à medida que sobem a idade, a escolaridade ou a renda, cai o apoio aos feriados.
As pesquisas do DataSenado são feitas por meio de entrevistas telefônicas, usando levantamentos por amostragem. A população considerada é a população de pessoas com 16 anos ou mais residentes no Brasil e com acesso a telefone fixo, que pode ser residencial ou comercial.
Lei Geral da Copa
O PLC 12/2012, conhecido como projeto de Lei Geral da Copa, disciplina os direitos comerciais da Fifa na realização da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014, e estabelece privilégios temporários para a entidade e seus associados durante os eventos esportivos – caso da liberação de bebidas alcoólicas nos estádios. A matéria tramita em três comissões do Senado: as de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), de Assuntos Econômicos (CAE) e de Educação, Cultura e Esporte (CE). A Fifa tem feito pressão para que seja aprovada rapidamente.
Agência Senado

Nenhum comentário: