terça-feira, 10 de julho de 2012

“A Adese tem sido a bandeira do deputado João Maia no Seridó”, diz Galvão Freire


O diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento do Seridó (ADESE), Galvão Freire está em Brasília (DF). Na Capital Federal, Galvão vem tendo audiências nos ministérios da Integração Nacional e do Desenvolvimento sobre o andamento da liberação dos recursos da emenda de 20 milhões de reais, enviada para o Seridó pelo deputado federal João Maia (PR).  A ADESE foi a responsável pela discussão da escolha dos municípios beneficiados.

Galvão destacou a importância de João Maia ter colocado seu gabinete e seus funcionários à disposição da Adese, em todo o processo. “Não adiantaria para o deputado simplesmente destinar os recursos, e esperar que as coisas aconteçam. Por isso ele está colocando todo o empenho, vai aos ministérios, cobra dos ministros, nos liga cobrando e informando novidades”, disse Galvão.

Ainda nesta terça-feira (10) Galvão e João Maia serão recebidos em audiência no ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, onde discutirão um termo de parceria para a Adese. “A Adese tem sido a bandeira do deputado federal João Maia no Seridó. E vamos tentar encontrar no ministério, recursos legais para ajudar a manter a Adese, e ao mesmo tempo com esses recursos, implantarmos um modelo de gestão com esses grandes projetos no Seridó”, destacou Galvão.  Por Marcos Dantas - Assessoria de imprensa 


Galvão também elogiou a atitude, que ele classificou de extrema inteligência, do deputado João Maia, em ter escolhido a Adese para coordenar a discussão dos municípios beneficiados com os recursos de sua emenda. “João Maia foi a Dom Delson e disse que queria uma discussão apolítica, e como não vimos em nenhum momento direcionamento partidário na discussão da emenda, resolvemos aceitar. Alguns ministros admiraram e elogiaram essa postura, já que não é tão comum. Geralmente o deputado escolhe o município, de acordo com sua conveniência política. O ideal era que outros deputados e senadores fizessem a mesma coisa que João Maia fez”, finalizou.

Nenhum comentário: