segunda-feira, 23 de julho de 2012

Cinema e música brasileira são homenageados em mostra do Cineclube Natal

O Cineclube Natal, em parceria com Nalva Melo Café Salão, promove uma mostra temática unindo o cinema e a música brasileira dos dias 23 a 29 de julho. A mostra apresenta a qualidade das produções musicais e cinematográficas nacionais ao público do CC Natal e é um presente para aqueles que são cinéfilos e  também amantes da música. 

Apesar de a ficção brasileira ainda estar reticente quanto à abordagem da música como mote cinematográfico, nossos documentaristas já perceberam as singularidades que têm à disposição para retratar, e o filão já rendeu filmes que são libelos à nossa produção musical. O gênero que, muito provavelmente começou no Brasil com "Os Doces Bárbaros" (que será exibido na mostra), já gerou frutos célebres do ano passado para cá, como os lançamentos da biografia de Raul Seixas ("O Inicio, o Fim e o Meio") e dos Novos Baianos ("Filhos de João - O Admirável Mundo Novo Baiano").

A lista final é composta por sete longas, sendo apenas o de estreia, Noel - Poeta da Vila (2006),  uma biografia "dramatizada", os demais seguem o estilo documental clássico. A partir desta mostra, com documentários como Os Doces  Bárbaros (1977), Uma Noite em 67 (2010) e Titãs - A Vida Até Parece uma Festa (2009), é possível fazer uma viagem pela história do Brasil e pela diversidade de nossa música.

As sessões começam sempre às 19h, em Nalva Melo Café Salão, na Av. Duque de Caxias, n. 110, Ribeira. A entrada (taxa de manutenção) tem um custo de R$ 2,00.

Confira a programação:

23/07 (segunda) - Biografia do boêmio sambista de Vila Isabel | Noel -  Poeta da Vila (2006)
Aos 17 anos Noel Rosa (Rafael Raposo) é um jovem engraçado, que possui um defeito no queixo e gosta de improvisar quadras debochadas para os amigos. Noel estuda medicina e toca numa banda regional, com outros garotos do bairro. Noel gosta da companhia de operários, negros favelados e prostitutas, com quem rapidamente faz amizade. Até que um dia conhece Ismael Silva (Flávio Bauraqui), compositor que o desafia a compôr um samba. Noel usa uma paródia ao Hino Nacional para compôr "Com Que Roupa?", que faz grande sucesso nas rádios de todo país. A partir de então ele se dedica de vez ao mundo do samba, mudando a história da música popular brasileira. (Adoro Cinema)

24/07 (terça) - Registro  do grande encontro de Caetano, Bethânia, Gil e Gal comemorando 10 anos de carreira | Os Doces  Bárbaros (1977)
Documentário musical sobre a turnê que Gilberto Gil, Gal Costa, Maria Bethânia e Caetano Velloso fizeram em 1976 em comemoração aos dez anos de suas carreiras. Reconstituição dos dramáticos acontecimentos que envolveram o grupo com a prisão de Gilberto Gil em Florianópolis por porte de maconha. Versão integral pela primeira vez exibida sem os cortes da Censura Federal.  (Programadora Brasil)

25/07 (quarta) - A obra musical do compositor Paulo Vanzolini | Um Homem de Moral (2009)
Documentário musical sobre o compositor Paulo Vanzolini. O diretor Ricardo Dias, de "Os Calangos do Boiaçu" e "No Rio das Amazonas", que contaram com a participação de Vanzolini, apresenta desta vez um outro compositor: seus sambas, seus amigos e a cidade de São Paulo, tema permanente de sua obra musical. (UOL)

26/07 (quinta) - Ascensão e queda de Wilson Simonal | Simonal - Ninguém sabe o duro que dei (2009) 
A trajetória do ex-cabo do exército Wilson Simonal, que se tornou cantor de grande sucesso nos anos 60. Lançado por Carlos Imperial, Simonal vendeu milhões de discos e lotou estádios em seus shows até ser condenado ao ostracismo devido à acusação de que era informante da ditadura militar, o que sempre negou. (Adoro Cinema)
27/07 (sexta) - A trajetória artística de um dos músicos de ‘Os Mutantes’ | Loki - Arnaldo  Baptista  (2009)
Documentário sobre Arnaldo Baptista, fundador dos Mutantes e um dos grandes ícones da música brasileira. Imagens históricas revelam a trajetória do artista desde a infância, o surgimento dos Mutantes, o casamento com Rita Lee, a separação, o fim da banda, a depressão que o levou a uma tentativa de suicídio e a um profundo coma, sua carreira solo e o reencontro com a paz. Com depoimentos do artista, familiares e amigos, como Tom Zé, Lobão, Nelson Motta, Gilberto Gil, Sergio Dias, Dinho Leme, Zélia Duncan, Liminha e Rogério Duprat, além de Kurt Cobain, Sean Lennon e Devendra Banhart. (UOL)


28/07 (sábado)  A história dos Titãs por cenas filmadas ao longo da carreira pela própria banda | Titãs – A vida até Parece uma festa (2009)    

Os músicos do Titãs contam a história da banda, umas das principais do país, utilizando linguagem não cronológica e musical. Quando lançaram o disco Cabeça Dinossauro, Branco Mello comprou sua primeira câmera (VHS) e saiu gravando tudo o que acontecia naquele momento de explosão musical que foram os anos 80. O resultado disso são cenas inéditas de viagens, camarins, discussões, ensaios, shows, programas de TV, videoclipes, gravações etc. O filme conta ainda com a participação de artistas e amigos que conviveram com os músicos ao longo dessa trajetória. (Cine Pop)


29/07 (domingo) - Um retrato sobre os festivais da canção | Uma noite em 67 (2010)
Final do III Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, em 21 de outubro de 1967. Entre os candidatos que disputavam os principais prêmios figuravam Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil com os Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo e Sérgio Ricardo, protagonista da célebre quebra da viola no palco e lançado para a plateia, depois das vaias para “Beto Bom de Bola”. Com imagens de arquivo e apresentações de músicas como “Roda Viva”, “Alegria Alegria”, “Domingo no Parque” e “Ponteio”, o filme registra o momento do tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos até hoje no cenário musical brasileiro.  (Adoro Cinema)

Contatos para entrevistas:
Nelson Marques: (84) 94068177
Tatiana Lima: (84) 91713548

Nenhum comentário: