domingo, 22 de julho de 2012

Pequenos varejistas comercializam 450 toneladas de alimentos



Os mercadinhos brasileiros ligados à Rede de Fortalecimento do Comércio Familiar de Produtos Básicos (Refap) movimentaram 450 toneladas de produtos em seis estados brasileiros, neste primeiro semestre do ano. Os números são da área de abastecimento social da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), responsável pela coordenação da rede.
A Refap é uma associação voluntária que reúne agentes públicos e pequenas unidades varejistas, que operam com produtos da linha básica de consumo, com o objetivo de contribuir para a modernização e fortalecimento dos empreendimentos comerciais filiados. A organização foi criada para garantir a subsistência dos pequenos mercados varejistas, em vista da competição com as grandes redes de supermercados.
       
De acordo com o balanço feito pela área, cerca de 175 mil famílias foram atendidas neste semestre por meio da Refap, com a oferta de produtos originários da agricultura familiar, a preços inferiores aos praticados nos grandes mercados. “Atualmente, a Conab coordena oito Centrais de Negócios nos estados da Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco e Piauí”, explica o superintendente de Abastecimento Social da Conab, João Cláudio Dalla Costa. 

“Essas centrais possuem 400 varejistas filiados, que compram os produtos da Conab com ganhos de  até 15% e o compromisso de repassar aos  consumidores finais. Então eles revendem esses produtos nos mercadinhos de bairros com preços mais atraentes para os consumidores locais”.

       Além das unidades em operação, existem mais 11 centrais de negócio em processo de formação. A ação é coordenada pela Conab, com o objetivo de fortalecer as unidades varejistas filiadas, a partir da expansão e qualificação empresarial, e expandir o comércio local, com reflexo no aumento de arrecadação e emprego nos municípios brasileiros. (Mônica Simões/Conab)


Mais informações para a imprensa:
Comunicação Social - Conab

Nenhum comentário: