terça-feira, 10 de dezembro de 2013

ARTIGO DO DEPUTADO KELPS LIMA DE INTERESSE DA SOCIEDADE POTIGUAR



"A Impessoalidade é melhor marca que um governo pode ter"

Uma cultura já enraizada e que precisa ser removida da vida do Rio Grande do Norte é aquela em que governadores de plantão, que assumem periodicamente o poder, se sentem, e agem, como se fossem donos do Estado.
NÃO SÃO!
Nós precisamos entender que os princípios constitucionais não são meras obras de ilustração. Eles precisam ser respeitados.
São institutos fundamentais, que devem nortear a administração pública e toda a sociedade.
Hoje, esses princípios são desrespeitados. Driblados.
O fim de marcas e slogans de Governos, lei de nossa autoria aprovada pela Assembleia Legislativa, traz a valorização dos símbolos públicos ao Rio Grande do Norte.
A partir de 1º de janeiro de 2015, o governador ou governadora tem que usar, como símbolo, somente o brasão do Estado e, como slogan, a frase: “Governo do Estado do Rio Grande do Norte”.
NADA MAIS DO QUE ISSO.
Para o cidadão ter uma ideia do impacto do fim dessa prática, registre-se que, somente com a adesivação dos carros oficiais, a cada novo governo, abolindo essas marcas novas, serão economizados, em torno de R$ 2 milhões.
Uma economia brutal quando se sabe que estão faltando seringas, álcool, luvas e macas nos hospitais.
Mas, por maior que seja esse valor em dinheiro, o maior prejuízo que as marcas e slogans personalistas de governadores trazem não é o monetário. O maior prejuízo é a desvalorização dos símbolos do Rio Grande do Norte e a continuação da velha prática do endeusamento de certos reis e rainhas da política do Estado. Com a nova lei, esse endeusamento começa a ser desmontado.

Deputado estadual Kelps Lima
Partido Solidariedade

Nenhum comentário: