sexta-feira, 2 de maio de 2014

Alvaro Dias denuncia sucateamento e interferência política na Polícia Federal

Da Redação e Da Rádio Senado
“O país exige uma reforma ampla no setor de segurança pública. O governo deve várias reformas, e esta é só  uma delas.”
A declaração foi feita pelo senador Alvaro Dias (PSDB-PR) em pronunciamento no Plenário nesta quarta-feira (30). Segundo ele, instituições como a Polícia Federal vêm sofrendo sucateamento e interferências políticas que prejudicam o seu desempenho.
Conforme o senador, os policiais federais estão com salários defasados, já que não têm reajustes há sete anos, mas não lutam apenas por melhores salários. Querem, principalmente, que melhore a gestão da instituição.

Alvaro Dias também denunciou a redução de recursos destinados à segurança pública. De acordo com o parlamentar, enquanto em 2013 o setor contou com R$ 11,3 bilhões, neste ano a destinação é de pouco mais de R$ 9 bilhões.
- Isso por si só demonstra que segurança pública não é prioridade deste governo. Aumenta a população, a criminalidade cresce, a corrupção se alarga e o governo reduz os recursos destinados à segurança pública no país. Uma inversão de prioridades - afirmou o senador.
Alvaro Dias reclamou ainda dos recursos que são constantemente contingenciados. Ele lembrou que apresentou projeto, já aprovado pelo Senado, que proíbe o contingenciamento de verbas de segurança pública, responsabilizando criminalmente os ministros da Fazenda e da Justiça por isso.
Agência Senado

Nenhum comentário: