terça-feira, 3 de junho de 2014

João Maia destaca importância da união da classe política e da sociedade civil na consolidação do Aeroporto de São Gonçalo‏

O coordenador da Bancada Potiguar, deputado federal João Maia (PR) prestigiou na manhã desta segunda-feira (02), em São Gonçalo do Amarante, o Seminário “Aerotrópole – O modo como viveremos no futuro”, realizado no Teatro Municipal, com a presença dos prefeitos, anfitrião Jaime Calado e Antônio Peixoto (Ceará-Mirim), deputado estadual George Soares, empresários, representantes de segmentos como o SEBRAE, FIERN, UFRN, dentre outros e o palestrante internacional, professor da Universidade da Carolina do Norte, John D. Kasarda. O evento acontece dias depois do Aeroporto Internacional Aluízio Alves entrar em operação. 
Ao discursar e falar em nome de toda a bancada, João Maia destacou o grande momento que o Rio Grande do Norte vem vivendo, com o surgimento de oportunidades, como o novo Aeroporto, que impulsionará o desenvolvimento do nosso Estado, a partir da região metropolitana de Natal. “Com a liderança em Brasília do nosso presidente Henrique Alves estamos trabalhando o turismo e a logística como os diferencias do RN. Vamos trabalhar duro para lançar em dois meses o edital para concessão de um novo Porto, com retro área importante para instalação de indústria; nós estamos trabalhando junto ao DNIT para que até o final deste mês de junho seja lançado o edital de duplicação da BR-304”, explicou.
Sobre o Aeroporto de São Gonçalo, que na opinião de João Maia foi impulsionado a partir de uma visão moderna, de que o Estado não podia fazer tudo, e de que era preciso se associar a iniciativa privada, para que os investimentos necessários ao RN pudessem acontecer, também contou com o amadurecimento e a união de toda a classe política do RN. “Nós queremos um aeroporto-cidade, com gerador de emprego e renda. O prefeito Jaime Calado tem tido uma preocupação imensa com qualificação de mão de obra, porque nós precisamos dar condições para que os filhos de São Gonçalo possam trabalhar e criar suas famílias, com as oportunidades geradas pelo aeroporto”.

Nenhum comentário: