sábado, 11 de junho de 2016

MARANHÃO: Estado recebe Tocha Olímpica neste domingo (12)

O maior símbolo dos Jogos Olímpicos chega ao Maranhão neste domingo (12). A capital, São Luís, é a primeira cidade a realizar o revezamento da Tocha Olímpica.
Na segunda-feira (13), será a vez de Barreirinhas e, na terça (14), de Imperatriz.
Em São Luís, serão 39 quilômetros de percurso, saindo da prefeitura. A tocha passa por pontos como a praça da Ressureição, Nossa Senhora de Nazaré, Turu e Peninsúla Ponta D’areia até chegar à Praça Maria Aragão, onde termina o revezamento. Ao todo, 143 pessoas vão conduzir a chama pelas ruas da cidade.
Um deles é José Augusto dos Santos, que há 15 anos desenvolve um trabalho social com crianças e adolescentes na periferia de São Luís. Santos coordena atividades que ensinam futebol a esses jovens.

Para participar, é preciso estar matriculado na escola e ter boas notas. Santos diz que conduzir a tocha é o reconhecimento de um trabalho que envolve muita gente. “Então, isso aí [carregar a tocha], não sou só eu. Eu sou apenas um elo. Se não existissem eles [os alunos], a secretaria, os pais, e não nos dessem um apoio, o projeto não funcionaria”, disse José Augusto dos Santos, agente social.
 O espírito de comunhão é o que mais representa os Jogos Olímpicos. Para o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, a união entre os brasileiros reflete esse iedal.
É fundamental a participação de todos os brasileiros, em cada canto do país, em cada uma das nossas regiões, dando essa força criando esse sentimento, que é o sentimento que o espírito olímpico deve criar, de paz, amor e congraçamento”, afirmou  Leonardo Picciani – ministro do Esporte.
Para celebrar a passagem da Tocha Olímpica, a prefeitura de São Luís organizou eventos em cada um dos oito pontos por onde a chama vai passar. Apresentações folclóricas, musicais, de artistas locais fazem parte da programação, além de feira de artesanato. As atrações culturais começam logo de manhã, a partir das oito horas.
Mas não é só a passagem da tocha que vai ficar marcada na história do Maranhão. O Ministério do Esporte investiu mais de 43 milhões de reais para a construção de 12 Centros de Iniciação ao Esporte, em 11 municípios do estado.
Uma pista oficial de atletismo foi inaugurada ano passado, em parceria com a Universidade Federal do Maranhão, com um investimento de seis milhões de reais. Outros três milhões e 800 mil reais foram destinados para a reforma do Estádio Nhozinho Santos. Nove milhões foram direcionados às federações estaduais de Judô e Basquete, para a compra de equipamentos.
Segundo o repórter Raphael Costa (Agência do Rádio), os atletas maranhenses também são beneficiados com recursos do governo federal. Em relação ao Bolsa Atleta, 48 esportistas do estado recebem o incentivo, em recursos que somam quase 700 mil reais por ano. Yagonny Reis,do atletismo paralímpico é patrocinada por meio do Bolsa Pódio.

Nenhum comentário: