sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Concurso TJ-MG 2016: Conteúdo das provas já está definido!

O novo concurso público para a área de apoio do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais –  TJ-MG (Concurso TJ-MG 2016) já tem definido o seu conteúdo programático de cobrança para as provas.
Com isso, candidatos que seguem firmes na preparação ganham tempo no aprimoramento dos estudos.
A definição está no termo de referência para contratação da organizadora, que já está definida e será a Consuplan.
Com o tempo destinado ao fechamento dos últimos detalhes, como prazo de inscrições e datas das provas, esse é o guia de estudos de quem almeja uma vaga no concurso TJ-MG 2016 (acesse AQUI o conteúdo).

Vagas do concurso TJ-MG 2016

As chances serão para as carreiras de oficial de apoio judicial (Justiça Comum e Juizado Especial) e oficial judiciário (Comissário da Infância e da Juventude). Um dos atrativos do concurso é a estabilidade, garantida pelo regime de contratação estatutário.
Outro destaque que chama a atenção dos futuros candidatos é a boa remuneração. De acordo com o termo de referência, documento que serve de parâmetro para o edital, o inicial será de R$ 3.238,54, já incluído R$ 799 de auxílio-alimentação.
Os servidores contam ainda com diversos outros benefícios, como auxílio-creche de 632,00, auxílio-transporte, licenças, entre outros, que não estão inclusos nos valores acima mencionados.

Tradição de nomeação do concurso TJ-MG

Outro grande incentivo é o número de contratações. No último concurso, realizado em 2009 e organizado pela Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep), o órgão não disponibilizou vaga imediata, mas criou um cadastro de reserva que acabou contratando mais de 1,2  mil novos servidores. Durante a validade, que encerrou em dezembro de 2014, o tribunal empossou 1.261 aprovados para oficial de apoio judicial.
Não sendo diferente em anos anteriores, o concurso de 2005 traz números extremamente expressivos de convocações: 5.251 candidatos foram convocados para contratação. Do número total, 5.069 referem-se ao cargo de Oficial de Apoio e 182 de Oficial Judiciário. O detalhe é que o edital trazia um número que fica inexpressivo diante do vulto de nomeados.

Provas do concurso TJ-MG 2016

O nível de dificuldade das provas objetivas, segundo apontam especialistas, é apenas intermediário, o que também deverá ajudar a aumentar o número de inscritos.
Segundo o termo referencial, a primeira etapa, do exame de múltipla escolha, deverá conter:
  1. 20 perguntas de Língua Portuguesa,
  2. 15 de Noções de Informática,
  3. 20 de Noções de Direito e
  4. 25 de Atos de Ofício.
Os concorrentes ao cargo de oficial de apoio judicial ainda passarão por prova prática de digitação.

Nenhum comentário: