quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Bayern de Munique não brilha, mas vence o Tigres e conquista o Mundial


O Bayern de Munique não jogou tudo o que sabe, mas levou tudo o que pôde. O Gigante da Baviera venceu o Tigres nesta quinta-feira, por 1 a 0, e conquistou o Mundial de Clubes de 2020, no Estádio Cidade da Educação, em Doha, no Catar. Gol de Pavard, aos 13 minutos do segundo tempo, em lance quesitonável.

Foi o sexto título do time dentro do mesmo ano – antes, havia faturado o Campeonato Alemão, a Copa da Alemanha, a Liga dos Campeões, a Supercopa da Alemanha e a Supercopa da Europa. Já a equipe mexicana se despede do torneio com um segundo lugar honroso.

Com essa conquista do Mundial de Clubes, o Bayern de Munique iguala o feito do Barcelona de 2009, que também venceu todas as seis competições que disputou naquele ano. Esse foi o quarto título mundial do Bayern, que já havia sido campeão em 1976, 2001 e 2013.

O gol da vitória do Bayern sobre o Tigres foi marcado pelo lateral-direito Pavard, aos 13 minutos do segundo tempo. Segundo o comentarista de arbitragem Paulo César de Oliveira, o gol não deveria ter sido validado. Não pelo possível impedimento de Lewandowski (que foi checado), mas pelo toque do polonês com o braço na bola, na hora da disputa com Guzmán. Pavard aproveitou a sobra.

Nenhum comentário: