sábado, 3 de abril de 2021

Agnaldo Timóteo morre no Rio de Covid aos 84 ano


O cantor Agnaldo Timóteo, uma das vozes mais conhecidas da música romântica brasileira, morreu de Covid, após 18 dias de internação, neste sábado (3) no Rio. Ele tinha 84 anos

O cantor iniciou a carreira na década de 1960 e se consolidou com canções românticas. Na política, teve mandatos como deputado federal e vereador em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Agnaldo estava internado desde o dia 17 de março na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Zona Oeste do Rio. Médicos acreditam que o artista de 84 anos contraiu o coronavírus no intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina.

No último dia 27, Agnaldo precisou ser intubado para "ser tratado de forma mais segura" contra a doença, segundo a família.

"É com imenso pesar que comunicamos o FALECIMENTO do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo. Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do COVID-19 e faleceu hoje às 10:45 horas. Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu! Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha", disse a família, em nota.

Trajetória

Agnaldo Timóteo Pereira, mais conhecido como Agnaldo Timóteo, nasceu em Caratinga, no interior de Minas Gerais, em 16 de outubro de 1936.


Apaixonado por música desde cedo, se apresentava em circos itinerantes que chegavam à cidade.


Timóteo passou a cantar em programas de calouro em rádios de Caratinga, Governador Valadares e Belo Horizonte. Ele conciliava as apresentações com o trabalho de torneiro mecânico. Em Minas, interpretava canções de Cauby Peixoto e ficou conhecido como “Cauby mineiro”.

Na década de 1960, se mudou para o Rio de Janeiro atrás de oportunidades na música e começou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria.

Timóteo gravou seu primeiro disco após indicação da cantora em 1961, mas demorou a estourar.

A projeção veio após participação no programa de Jair de Taumaturgo na TV Rio, quando ganhou todos os prêmios do programa e foi contratado pela gravadora EMI-Odeon.

Com o LP "Surge um Astro", emplacou o hit "Mamãe" (versão de "La Mamma", de Charles Aznavour) e passou a participar do programa “Jovem Guarda”. O início da carreira foi todo focado em versões de sucessos internacionais.

Com o álbum “Obrigado Querida”, lançado em 1967, alcançou o primeiro lugar nas gravadoras do país e seu primeiro grande hit foi “Meu grito”, canção de Roberto Carlos.

A partir de então, se consolida como cantor romântico e lança outros sucessos como “Ave-Maria”, “Verdes campos” e “A galeria do amor”. Agnaldo Timóteo gravou mais de 50 discos, alternando entre o romântico e o brega.

Trajetória política

Timóteo iniciou sua atuação como político em 1982, quando foi eleito deputado federal no Rio de Janeiro pelo PDT.

Durante o mandato, brigou com Leonel Brizola e transferiu-se para o extinto PDS.

Candidatou-se ao governo do Estado em 1986, mas foi derrotado por Moreira Franco.

Foi eleito novamente deputado federal em 1994, e renunciou dois anos depois para assumir como vereador na cidade do Rio de Janeiro.

Em 2005, assumiu como vereador em São Paulo pelo Partido Progressista, e foi reeleito em 2008.

quinta-feira, 1 de abril de 2021

Som Livre é vendida pela Globo para a Sony Music

    Marília Mendonça é uma das principais artistas no elenco da Som Livre atualmente — Foto: Divulgação / Som Livre

A Globo anunciou nesta quinta-feira (1º) que fechou um acordo para vender a gravadora e desenvolvedora de talentos musicais Som Livre para a Sony Music Entertainment.

A Som Livre foi fundada em 1969 com o objetivo inicial de lançar as trilhas dos programas da Globo. Durante cinco décadas a empresa cresceu, virou uma das mais importantes da música brasileira e ajudou a revelar e construir carreiras de artistas como Djavan, Rita Lee e Novos Baianos.

Jorge Nóbrega, presidente executivo da Globo, explicou que a decisão de venda faz parte de uma "análise detalhada do valor estratégico dos seus ativos, com foco nos negócios que mais atendem à sua estratégia principal".

Atualmente, a Som Livre tem um elenco de cerca de 80 artistas, que inclui Marília Mendonça, Jorge & Mateus, Wesley Safadão, Lexa, Israel e Rodolffo, Dudu MC, Filipe Ret e Grupo Menos é Mais. A empresa também atua em edição musical, música ao vivo e distribuição digital.


Como o G1 mostrou, o mercado fonográfico brasileiro cresce de maneira consistente nos últimos anos e teve uma alta em 2020 que não acontecia desde o auge dos CDs . O crescimento de 24,5% foi destaque no último relatório anual da Federação Internacional da Indústria Fonográfica.

Neste mercado que chama a atenção do mundo, a Som Livre é um destaque. Só com conteúdo nacional, ela é terceira maior gravadora do Brasil hoje, atrás das multinacionais Sony e Universal e à frente da Warner Music.

A Sony Music Entertainment é uma empresa dos EUA que pertence ao conglomerado japonês Sony.

Segundo a empresa americana, a "Som Livre se tornará um centro criativo independente dentro da Sony Music que continuará a contratar, desenvolver e promover seu próprio elenco de talentos." Marcelo Soares continuará como CEO da Som Livre.

A conclusão da aquisição está sujeita às condições regulatórias e de fechamento que incluem a aprovação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

'Negócio sólido e rentável'

A Globo já havia anunciado em novembro que tinha iniciado estudos para a venda da Som Livre.

"A Som Livre é um negócio extremamente sólido e rentável. Há dez anos, fez uma grande e bem sucedida mudança em seu modelo de negócios, migrando seus investimentos para a gestão de talentos, e transformou sua marca numa grande potência do seu segmento, com atuação em várias plataformas", disse Jorge Nóbrega no comunicado em novembro.

Jorge Nóbrega explicou em novembro que a Globo vem fazendo uma análise detalhada do valor estratégico de seus ativos, com foco nos negócios que mais atendem à sua estratégia principal.

O executivo ressaltou que a venda não significa que a música deixa de ser relevante no portfólio da empresa. Ele destacou a cobertura de festivais como Rock in Rio e o Lollapalooza, canais por assinatura, como BIS e Multishow, e programas como os da família The Voice, TVZ, Música Boa ao Vivo e outros.

Jorge Nóbrega disse em comunicado nesta quinta-feira: "Estamos muito felizes em ter encontrado na Sony uma nova casa para a Som Livre, um negócio que foi construído dentro da Globo e que sempre foi muito querido por todos nós. A Som Livre produziu e lançou músicas com a Globo por mais de meio século, foi um importante capítulo na história da Globo. Nós queríamos assegurar que esse acordo preservasse tudo que a Som Livre representa para os brasileiros. Desde o início das conversas percebemos um alto nível de profissionalismo, interesse e respeito vindos da Sony Music, que fizeram dela a combinação perfeita para a Som Livre. Desejo à Som Livre e à Sony muitos mais anos de sucesso".

Por G1 

quarta-feira, 31 de março de 2021

DPE - RN divulga Processo Seletivo de estágio



Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE - RN) anuncia a abertura das inscrições de um novo Processo Seletivo, que tem por objetivo a formação de cadastro reserva para estagiários de pós-graduação em direito.

Para participar, é necessário que os candidatos estejam regularmente matriculados e cursando pós-graduação, em nível de especialização, mestrado, doutorado, ou pós-doutorado, em instituição de ensino oficial ou reconhecida e conveniada com a DPE.

Remuneração

Os estagiários selecionados serão beneficiados com a bolsa-auxílio mensal no valor de R$ 1.750,00, acrescido de auxílio-transporte, e a carga horária semanal para o exercício de suas funções será de 30 horas, distribuídas em 6 horas diárias, em período matutino ou vespertino.

Inscrição e seleção

As candidaturas serão recebidas gratuitamente no período de 12 a 16 de abril de 2021, mediante o envio da documentação, prevista no art.15 do edital, para os seguintes endereços de e-mail:

  • areiabranca@dpe.rn.def.br;
  • canguaretama@dpe.rn.def.br
  • extremoz@dpe.rn.def.br
  • goianinha@dpe.rn.def.br
  • macau@dpe.rn.def.br;
  • montealegre@dpe.rn.def.br
  • santoantonio@dpe.rn.def.br
  • saojosedemipibu@dpe.rn.def.br
  • tangara@dpe.rn.def.br
  • touros@dpe.rn.def.br

Como forma de seleção, os candidatos serão avaliados por meio de duas etapas, sendo elas avaliação curricular e entrevista, prevista para ocorrer no período de 10 a 14 de maio de 2021, no qual será analisado a aptidão do candidato.

Validade

De acordo com o edital de abertura, o prazo de validade do Processo Seletivo será de um ano, a contar da publicação da homologação, podendo ser prorrogado por igual período.


Ministro da Economia não descarta auxílio de R$ 600, mas pede venda de empresas públicas

 


Diante de questionamentos de senadores a senadores da Comissão Temporária Covid-19 (CTCOVID19) sobre a possibilidade de aumentar o valor do auxílio emergencial para R$ 600, patamar que chegou a ser pago no ano passado, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (25) que não descarta um benefício mais alto, mas que isso dependeria de contrapartidas como a venda de empresas públicas que dão prejuízo.

— O estado está financeiramente quebrado, mas cheio de ativos. Vimos que é possível aumentar o valor, mas tem que ser em bases sustentáveis. Se aumentar o valor sem por outro lado ter as fontes de recursos corretas, traz a superinflação ou a inflação de dois dígitos como era antigamente. O resultado final é desemprego em massa e o imposto mais cruel sobre os mais pobres que é a inflação — disse o ministro.

A fala de Guedes veio em reposta a questionamentos de Wellington Fagundes (PL-MT), Styvenson Valentim (Podemos-RN) e Zenaide Maia (Pros-RN). Styvenson registrou que governadores de 16 estados divulgaram carta para pressionar o Congresso a aumentar o valor do auxílio emergencial para R$ 600. Os atuais valores giram em torno de R$ 150 a R$ 375. Segundo o grupo, o momento atual da pandemia exige segurança de renda à população associada às medidas de distanciamento social.

No início da reunião, Paulo Guedes afirmou que o benefício garantiu a proteção dos 68 milhões de brasileiros mais frágeis. Ele manifestou apoio às medidas de distanciamento social e afirmou que sempre usou máscara. Também defendeu a vacinação como caminho para a retomada da economia. A posição de Guedes foi manifestada após Wellington perguntar sobre sua avaliação a respeito de uma carta de mais de 500 economistas, empresários e banqueiros em defesa de medidas de isolamento e vacinação:

— Estamos todos de acordo em acelerar as vacinas. Sobre distanciamento social: estou há um ano sem ir ao Rio de Janeiro, que é a minha casa. Entendo que os invisíveis se não trabalharem não conseguem o pão de cada dia, daí a necessidade do auxílio emergencial — afirmou.

Estatais

Vender as estatais não lucrativas pode ser uma fonte de recursos para garantir uma renda mínima aos trabalhadores informais e à população carente, segundo Paulo Guedes.

A proposta surgiu após o ministro anunciar que o auxílio emergencial deve ser pago em quatro parcelas de R$ 250 a partir de abril, num total de R$ 44 bilhões. Styvenson e Zenaide questionaram por que não poderiam ser mantidos os R$ 600 concedidos anteriormente e qual o plano de geração de empregos e alavancagem de economia do governo para o futuro, já que até agora houve “apenas arrocho e perda de poder de compra”.

O ministro, então, sugeriu a criação do “Fundo Brasil”, abastecido com recursos do “patrimônio brasileiro”, oriundo da venda de estatais que dão prejuízo e até mesmo da distribuição de participações das empresas lucrativas, para distribuir renda de forma direta aos informais, os chamados “invisíveis” pelo ministro, e aos mais pobres, como foi feito com o auxílio emergencial.

— Vamos pegar o patrimônio que o Estado brasileiro tem e vamos entregar uma parte para os mais pobres e outra parte para reduzir a dívida. Vamos aliviar as gerações futuras, de um lado, garantindo justamente que nós liquidemos uma parte dessa dívida, e, por outro lado, vamos ajudar os pobres contemporâneos nossos. Vamos pegar esse patrimônio e, em vez de ele ficar participando de maracutaia, de aparelhamento político, de caixa dois, de corrupção, vamos pegar esse patrimônio e vamos dar para os mais pobres. Fundo Brasil: vamos pagar dividendos sociais para os mais frágeis — argumentou.

Ao final da audiência, Guedes explicou como seria esse acesso à renda “sem intermediários”, via programas sociais mais robustos, abastecidos com recursos das vendas e dividendos de empresas públicas. O patrimônio do Fundo Brasil seria divido então para o Renda Brasil — que substituiria o programa Bolsa Família; para investimentos, infraestrutura, recursos hídricos; uma terça parte poderia ser direcionada para abater a dívida; e, com a última parte, poderia haver renegociação da dívida dos estados com a União.

— Já que isso pertence ao povo, vamos devolver recursos para população brasileira também — disse.

Chantagem

Em seus questionamentos, a senadora Zenaide Maia (Pros-RN) considerou “uma chantagem” o governo exigir a aprovação da PEC Emergencial (186/2019), com restrições para os salários de servidores públicos — incluindo profissionais de saúde e policiais — da linha de frente do combate à pandemia. Também criticou o processo de venda de estatais do país que, a seu ver, não apresenta bons resultados.

— O que o senhor apresentou para o povo brasileiro até hoje foi venda do patrimônio, e não são empresas que estão dando prejuízo, não, ministro. O senhor está vendendo patrimônio do povo brasileiro de empresas superavitárias, como o senhor está apresentando aí para vender a Eletrobras. E ajustes fiscais — criticou Zenaide.

Jean Paul Prates (PT-RN) refutou a informação de que "o atual governo encontrou os invisíveis”, os informais, que não eram auxiliados financeiramente em governos passados.

— De 2003 a 2014, quando a maior parte dos que hoje falam isso, dizia que o governo dava dinheiro para pobre através do Bolsa Família, para esses outros que não se enquadravam no Bolsa Família por serem informais, o país criou 20 milhões de empregos. O salário-mínimo subiu 77% acima da inflação. Isso é forma de inclusão social; não é transformar agora um auxílio emergencial, que é indenizatório, em um programa social — disse.

Orçamento

Paulo Guedes também mencionou outra medida de auxílio econômico a ser implantada assim que o Congresso aprovar o Orçamento para 2021, o que pode ocorrer esta semana — ele fez um apelo aos parlamentares pela aprovação rápida. Após a sanção, será possível antecipar benefícios para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), como o 13o salário. A previsão é de R$ 50 bilhões sejam colocados em circulação, melhorando a vida dos cidadãos e aquecendo a economia.

— Nós vamos proteger os mais vulneráveis, os idosos, nessa segunda grande guerra contra o coronavírus. Esses recursos podem vir, de novo, sem impacto fiscal, porque é apenas uma antecipação de recursos dentro do mesmo ano — justificou Guedes.

Parceria

A parceria do Congresso, que vem aprovando medidas consideradas importantes como o Marco Regulatório do Gás, a Lei do Saneamento, o Novo Marco Fiscal e a Autonomia do Banco Central, também foi ressaltada por Guedes em sua apresentação. Para ele, são medidas que diminuem as incertezas na economia brasileira e fortalecem a credibilidade do país.

— São bilhões de investimento que virão por aí para melhorar saneamento, para melhorar o custo de energia, para derrubar o custo Brasil, para derrubar o custo de energia, o custo de transporte. Tudo isso, todas essas reformas que os senhores estão encaminhando reduzem o horizonte de investimento. Essas são as grandes medidas que geram bilhões de investimenDiante de questionamentos de senadores a senadores da Comissão Temporária Covid-19 (CTCOVID19) sobre a possibilidade de aumentar o valor do auxílio emergencial para R$ 600, patamar que chegou a ser pago no ano passado, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (25) que não descarta um benefício mais alto, mas que isso dependeria de contrapartidas como a venda de empresas públicas que dão prejuízo.

— O estado está financeiramente quebrado, mas cheio de ativos. Vimos que é possível aumentar o valor, mas tem que ser em bases sustentáveis. Se aumentar o valor sem por outro lado ter as fontes de recursos corretas, traz a superinflação ou a inflação de dois dígitos como era antigamente. O resultado final é desemprego em massa e o imposto mais cruel sobre os mais pobres que é a inflação — disse o ministro.

A fala de Guedes veio em reposta a questionamentos de Wellington Fagundes (PL-MT), Styvenson Valentim (Podemos-RN) e Zenaide Maia (Pros-RN). Styvenson registrou que governadores de 16 estados divulgaram carta para pressionar o Congresso a aumentar o valor do auxílio emergencial para R$ 600. Os atuais valores giram em torno de R$ 150 a R$ 375. Segundo o grupo, o momento atual da pandemia exige segurança de renda à população associada às medidas de distanciamento social.

No início da reunião, Paulo Guedes afirmou que o benefício garantiu a proteção dos 68 milhões de brasileiros mais frágeis. Ele manifestou apoio às medidas de distanciamento social e afirmou que sempre usou máscara. Também defendeu a vacinação como caminho para a retomada da economia. A posição de Guedes foi manifestada após Wellington perguntar sobre sua avaliação a respeito de uma carta de mais de 500 economistas, empresários e banqueiros em defesa de medidas de isolamento e vacinação:

— Estamos todos de acordo em acelerar as vacinas. Sobre distanciamento social: estou há um ano sem ir ao Rio de Janeiro, que é a minha casa. Entendo que os invisíveis se não trabalharem não conseguem o pão de cada dia, daí a necessidade do auxílio emergencial — afirmou.

Estatais

Vender as estatais não lucrativas pode ser uma fonte de recursos para garantir uma renda mínima aos trabalhadores informais e à população carente, segundo Paulo Guedes.

A proposta surgiu após o ministro anunciar que o auxílio emergencial deve ser pago em quatro parcelas de R$ 250 a partir de abril, num total de R$ 44 bilhões. Styvenson e Zenaide questionaram por que não poderiam ser mantidos os R$ 600 concedidos anteriormente e qual o plano de geração de empregos e alavancagem de economia do governo para o futuro, já que até agora houve “apenas arrocho e perda de poder de compra”.

O ministro, então, sugeriu a criação do “Fundo Brasil”, abastecido com recursos do “patrimônio brasileiro”, oriundo da venda de estatais que dão prejuízo e até mesmo da distribuição de participações das empresas lucrativas, para distribuir renda de forma direta aos informais, os chamados “invisíveis” pelo ministro, e aos mais pobres, como foi feito com o auxílio emergencial.

— Vamos pegar o patrimônio que o Estado brasileiro tem e vamos entregar uma parte para os mais pobres e outra parte para reduzir a dívida. Vamos aliviar as gerações futuras, de um lado, garantindo justamente que nós liquidemos uma parte dessa dívida, e, por outro lado, vamos ajudar os pobres contemporâneos nossos. Vamos pegar esse patrimônio e, em vez de ele ficar participando de maracutaia, de aparelhamento político, de caixa dois, de corrupção, vamos pegar esse patrimônio e vamos dar para os mais pobres. Fundo Brasil: vamos pagar dividendos sociais para os mais frágeis — argumentou.

Ao final da audiência, Guedes explicou como seria esse acesso à renda “sem intermediários”, via programas sociais mais robustos, abastecidos com recursos das vendas e dividendos de empresas públicas. O patrimônio do Fundo Brasil seria divido então para o Renda Brasil — que substituiria o programa Bolsa Família; para investimentos, infraestrutura, recursos hídricos; uma terça parte poderia ser direcionada para abater a dívida; e, com a última parte, poderia haver renegociação da dívida dos estados com a União.

— Já que isso pertence ao povo, vamos devolver recursos para população brasileira também — disse.

Chantagem

Em seus questionamentos, a senadora Zenaide Maia (Pros-RN) considerou “uma chantagem” o governo exigir a aprovação da PEC Emergencial (186/2019), com restrições para os salários de servidores públicos — incluindo profissionais de saúde e policiais — da linha de frente do combate à pandemia. Também criticou o processo de venda de estatais do país que, a seu ver, não apresenta bons resultados.

— O que o senhor apresentou para o povo brasileiro até hoje foi venda do patrimônio, e não são empresas que estão dando prejuízo, não, ministro. O senhor está vendendo patrimônio do povo brasileiro de empresas superavitárias, como o senhor está apresentando aí para vender a Eletrobras. E ajustes fiscais — criticou Zenaide.

Jean Paul Prates (PT-RN) refutou a informação de que "o atual governo encontrou os invisíveis”, os informais, que não eram auxiliados financeiramente em governos passados.

— De 2003 a 2014, quando a maior parte dos que hoje falam isso, dizia que o governo dava dinheiro para pobre através do Bolsa Família, para esses outros que não se enquadravam no Bolsa Família por serem informais, o país criou 20 milhões de empregos. O salário-mínimo subiu 77% acima da inflação. Isso é forma de inclusão social; não é transformar agora um auxílio emergencial, que é indenizatório, em um programa social — disse.

Orçamento

Paulo Guedes também mencionou outra medida de auxílio econômico a ser implantada assim que o Congresso aprovar o Orçamento para 2021, o que pode ocorrer esta semana — ele fez um apelo aos parlamentares pela aprovação rápida. Após a sanção, será possível antecipar benefícios para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), como o 13o salário. A previsão é de R$ 50 bilhões sejam colocados em circulação, melhorando a vida dos cidadãos e aquecendo a economia.

— Nós vamos proteger os mais vulneráveis, os idosos, nessa segunda grande guerra contra o coronavírus. Esses recursos podem vir, de novo, sem impacto fiscal, porque é apenas uma antecipação de recursos dentro do mesmo ano — justificou Guedes.

Parceria

A parceria do Congresso, que vem aprovando medidas consideradas importantes como o Marco Regulatório do Gás, a Lei do Saneamento, o Novo Marco Fiscal e a Autonomia do Banco Central, também foi ressaltada por Guedes em sua apresentação. Para ele, são medidas que diminuem as incertezas na economia brasileira e fortalecem a credibilidade do país.

— São bilhões de investimento que virão por aí para melhorar saneamento, para melhorar o custo de energia, para derrubar o custo Brasil, para derrubar o custo de energia, o custo de transporte. Tudo isso, todas essas reformas que os senhores estão encaminhando reduzem o horizonte de investimento. Essas são as grandes medidas que geram bilhões de investimento e milhões de empregos — explicou.

O presidente da Comissão da Covid-19, senador Confúcio Moura (MDB-AC), também leu questionamentos de internautas que buscaram saber de Paulo Guedes, por exemplo, por que os recursos do Orçamento para a Defesa Nacional e para reajustes aos militares das Forças Armadas cresceram, enquanto o da Saúde diminuiu.

Paulo Guedes não respondeu.

to e milhões de empregos — explicou.

O presidente da Comissão da Covid-19, senador Confúcio Moura (MDB-AC), também leu questionamentos de internautas que buscaram saber de Paulo Guedes, por exemplo, por que os recursos do Orçamento para a Defesa Nacional e para reajustes aos militares das Forças Armadas cresceram, enquanto o da Saúde diminuiu.

Paulo Guedes não respondeu.


Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 2,5 milhões

 


A Mega-Sena sorteia, nesta quarta-feira (31), o prêmio estimado em R$ 2,5 milhões.

As seis dezenas do concurso 2.357 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet.

A aposta mínima, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

terça-feira, 30 de março de 2021

Copa do Nordeste: Sampaio Corrêa-MA derrota Salgueiro-PE em São Luís


Em São Luís, no Estádio Castelão, o Sampaio Côrrea derrotou o Salgueiro por 3 a 2 nesta segunda-feira (29). O triunfo dos maranhenses sobre os pernambucanos leva a Bolívia Querida à vice-liderança do Grupo A da Copa do Nordeste com 9 pontos. Já o Carcará segue no quinto lugar do Grupo B com 7 pontos.

Embalados pela vitória sobre o Altos-PI na última rodada, os anfitriões foram à frente e pressionaram o adversário desde o início da partida, abrindo o placar aos 12 minutos. Após cobrança de escanteio, Jefinho aproveita o rebote e inaugura o marcador.

Na etapa final, os atuais campeões de Pernambuco chegaram ao empate rapidamente. Logo aos 2, com Ciel. O atacante dribla e chuta forte para igualar o placar. A reação do Sampaio viria quatro minutos depois. Jefinho chuta na trave, o zagueiro Ranieri se atrapalha e acaba jogando contra as próprias redes. 

Os donos da casa ampliam aos 25 com um golaço de Guilherme Teixeira, que toca no canto para fazer o terceiro do Sampaio. Aos 27, o Salgueiro volta ao jogo com Ciel, que diminui o marcador. A pressão pelo empate vai  até os 49, mas a vitória fica com o Tricolor do Maranhão.

No próximo sábado (3 de abril), às 18h15, o Sampaio vai até Natal encarar o ABC-RN no Frasqueirão. Já o Salgueiro recebe o CRB de Alagoas, às 16h, no Estádio Cornélio de Barros, no domingo (4 de abril).

Agência Brasil

Fluminense e Vasco jogam clássico em Volta Redonda


Em razão das restrições sanitárias por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19) na cidade do Rio de Janeiro, o Maracanã não será o costumeiro palco do clássico Fluminense e Vasco. A partida vai acontecer nesta terça-feira (30) no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. 

As duas equipes vêm de tropeços no Campeonato Carioca e tentam se reabilitar nesta sétima rodada de um total de onze para definir os semifinalistas da competição.  

“Será um grande jogo, praticamente um divisor de águas”, aposta o meio campista tricolor Martinelli, acreditando que o vencedor vai ser decidido por detalhes. O Jogador de 19 anos lembrou que o Vasco é um time em reconstrução e disse que o Flu não vai repetir os mesmos erros na derrota por 3 a 2 para o Volta Redonda em Bacaxá. “Vamos ter uma postura diferente, explorar nosso lado forte, nos impor e tentar sair com um resultado positivo”.

Pelo lado vascaíno, a ordem é superar a vitória que escapou diante do Madureira. Após estar ganhando por 2 a 0 no placar, o Cruz-Maltino cedeu o empate para o Tricolor Suburbano, levando dois gols em menos de cinco minutos em lances de bola parada. 

“A gente se descontrolou. Fica a boa performance e vamos seguir evoluindo”, analisa o treinador Marcelo Cabo, que já ganhou cinco reforços para a temporada. O último deles apresentado nesta segunda (29): Morato. O atacante de 28 anos, assim como Léo Jabá, ainda precisa ser preparar fisicamente e ainda não entra em campo. Contundido, o recém-contratado zagueiro Ernando também deve ficar de fora. Diferentemente do lateral Zeca e do meia Marquinhos Gabriel que já estrearam com a camisa vascaína, marcaram gols e provavelmente vão estar entre os 11 titulares.

Com seis pontos, o Vasco ocupa a oitava colocação da tabela. Já o Fluminense soma 9 pontos na quinta posição do campeonato. “É um clássico de muita tradição e os dois times passam por um momento de transição”, avalia Waldir Luiz, que vai estar nos comentários da Rádio Nacional ao lado de André Luiz Mendes (Narração) e Bruno Mendes (Plantão). “A tendência é ser empate, mas arriscar qualquer prognóstico é muito difícil. Não há favoritos, porquê nestas ocasiões os times se superam”.

Há 16 anos…

Esta é a segunda vez que tricolores e vascaínos duelam em Volta Redonda. No Campeonato Brasileiro de 2005, com o Maracanã fechado para obras, o Fluminense levou o jogo para o Raulino e venceu por 3 a 2.  

Agência Brasil


Flamengo receberá R$ 3,5 milhões para estampar marca de nova patrocinadora no meião

 


O Flamengo acertou com mais um patrocinador para a temporada 2021. Trata-se da Moss, empresa brasileira de carbono zero com atuação no ramo de criptomoeda e valor voltado para reflorestamento da Amazônia, que estampará a marca no meião do uniforme do time profissional. 

Segundo apurou o Jornal O Dia, a parceria vai até dezembro deste ano e irá render aos cofres rubro-negros R$ 3,5 milhões.

O acordo entre Flamengo e Moss está alinhado, mas o Conselho de Administração do clube precisa aprovar o contrato para que a empresa comece a estampar a marca no meião. Entretanto, o CEO da empresa, Luis Felipe, divulgou a novidades nas redes sociais.

Além de parceiro para o meião, o Flamengo tem conversas adiantadas com uma empresa para estampar a marca no calção. A ideia é captar R$ 5 milhões com essa propriedade do uniforme.

Campeão da Libertadores pelo Flamengo, Rafinha é anunciado pelo Grêmio



A diretoria do Grêmio anunciou neste domingo, logo após a goleada de 4 a 0 sobre o Pelotas, em Porto Alegre, a contratação do lateral-direito atleta Rafinha como o primeiro reforço para a temporada 2021. Na tarde do último sábado, o clube acertou acordo que definiu a contratação do jogador, cujo vínculo será até dezembro deste ano. 

 "Temos uma situação de comunicar a contratação do Rafinha, fruto de uma reunião que ocorreu na sexta-feira, foi uma reunião extremamente consistente de avaliações técnicas e decisões do Grêmio", disse o presidente Romildo Bolzan Jr. durante a entrevista coletiva após o jogo pelo Campeonato Gaúcho. 

O dirigente, que anteriormente não concordava com a chegada, foi persuadido pelo técnico Renato Gaúcho, que sempre apoiou a contratação do lateral-direito. "É um contrato de oito meses, na perspectiva salarial que o clube tinha no contexto do Grêmio, e um jogador que joga em toda ala direita, lateral ou avançado, e o Grêmio faz essa aquisição para pontuar as grandes contratações", completou. Natural de Londrina (PR), Rafinha recém retornou de sua segunda passagem pela Europa, onde jogava pelo Olympiakos, da Grécia. 

A primeira jornada no Velho Continente, iniciada em 2013, rendeu o começo de uma trajetória vitoriosa ao atleta como defensor do Bayern de Munique. Com o time alemão, sagrou-se sete vezes campeão do Campeonato Alemão, além de vencer também a Liga dos Campeões da Europa. 

No Brasil, o jogador de 35 anos vestiu a camisa do Flamengo, ajudando a equipe rubro-negra a conquistar o Campeonato Brasileiro e a Copa Libertadores de 2019. 

O atleta foi ainda campeão da Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana pelo time carioca. O novo reforço se apresenta nesta segunda-feira, no CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre, para a realização de exames médicos. Depois de superada esta etapa será comunicada a apresentação do atleta.

Deputado federal do RN propõe pena maior para roubo de vacina


O deputado federal Rafael Motta (PSB) apresentou um projeto de lei para endurecer as penas para quem roubar ou furtar vacinas, insumos ou qualquer outro bem destinado ao enfrentamento da pandemia. A proposta surge após o furto de 120 doses em duas ocasiões, uma em Natal e a segunda em São Paulo.

O PL 1081/2021 altera o Código Penal para especificar e incluir como causa de aumento de pena a subtração de vacina, insumo ou qualquer outro bem destinado ao enfrentamento de emergência de saúde pública nos crimes de roubo e de furto.

No caso de furto de vacina ou insumos, a pena definida é de reclusão de 4 a 10 anos com multa. No caso de roubo, a pena pode ser acrescida em 1/3 (um terço) até metade.

“A vacinação no Brasil é o nosso maior desafio hoje. Encontramos dificuldades para a aquisição de vacinas e a imunização segue lenta, enquanto passamos dos 300 mil mortos. O furto ou o roubo de doses e outros insumos necessários têm reflexo direto na preservação de vidas, o que precisa ser previsto em nossa legislação”, justifica Rafael Motta.



Prefeito Álvaro Dias implanta Plano de Carreira da Guarda Municipal de Natal


A Guarda Municipal de Natal passa a ter o seu Plano de Cargos, Carreiras e Salários. Em solenidade nesta segunda-feira (29), no Palácio Felipe Camarão, o prefeito Álvaro Dias formalizou o ato que consolida o reconhecimento da atividade e atende uma reivindicação de 28 anos da categoria. 

O Plano de Cargos, Carreiras e Salários é um mecanismo legal que permitirá a reorganização da carreira funcional da GMN, permitindo mobilidade funcional com progressão salarial ao longo da carreira. Álvaro Dias destacou a importância do PCCS. “Sinto muita alegria e honra em implantar este Plano de Cargos, Carreiras e Salários, o que representa o cumprimento de um compromisso que assumimos para fazer justiça para esta categoria tão necessária para a segurança do Município e da população de Natal”, ressaltou o prefeito.

A Lei que institui o Plano de Carreira da Guarda Municipal do Natal (GMN) foi sancionada em março de 2020, mas sua implementação não foi possível à época, devido ao início da pandemia e aos custos que a Prefeitura despender no enfrentamento à Covid-19. Agora, foi possível implantar o PCCS como uma exceção à Lei Complementar 173/2020, que impede a criação de novas despesas com pessoal até o fim deste ano. A exceção legal é possibilitada pelo fato da lei municipal ter sido aprovada antes da normatização federal. 

“Conseguimos um parecer favorável da Procuradoria Geral do Município e estamos agora implementando esse benefício que faz justiça histórica à categoria”, definiu o prefeito Álvaro Dias. O chefe do Executivo municipal também lembrou que a presença e a atuação da Guarda Municipal é cada vez maior, em rondas nas escolas e unidades de saúde da rede municipal, na segurança da população, e o mais recente, com o posto geral que funciona 24 horas, localizado na Praça Gentil Ferreira, no Alecrim. 

O Comandante da GMN, Alberfran Grilo, celebrou a implementação como uma data que ficará marcada na história da corporação. “Hoje é um dia histórico para a Guarda Municipal, um reconhecimento de 28 anos que a categoria vem pedindo à Administração Pública. E o prefeito Álvaro Dias entra para a história como o prefeito da segurança pública de Natal”, disse. “Não apenas para nós que fazemos a guarda, mas para nossas famílias, pois o plano nos ampara e dá garantia de segurança em caso de acidente e morte. Um plano feito de forma conjunta com os secretários do município e os sindicatos”, lembrou ele.

O GMN Souza Júnior, presidente do Sindicato das Guarda Municipais, destacou o incentivo que a atual gestão vem fazendo para o efetivo da categoria, com aquisição de equipamentos, armamento, munição, viaturas, capacitação profissional. “Temos que agradecer ao prefeito Álvaro Dias por estabelecer uma carreira digna para o guarda municipal de Natal”, pontuou ele, durante a solenidade que contou também com as presenças de outros membros da Guarda Municipal, dos secretários municipais e do presidente da Câmara de Vereadores, Paulinho Freire.



Após instabilidades em portal, Inep divulga resultados individuais do Enem 2020


O deputado estadual Hermano Morais (PSB) solicitou à Agência de Fomento do RN (AGN) medidas para simplificação das exigências referentes a financiamentos e linhas de crédito para microempresários durante a pandemia. 

A proposta, apresentada através de requerimento, tem como objetivo amenizar os prejuízos econômicos no setor produtivo, que, de acordo com o parlamentar, está passando por muitas dificuldades durante este período de pandemia.

Como justificativa, o deputado frisou que comércio, serviços e o turismo representam 75% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado e 70% dos empregos gerados no RN. “O turismo do Rio Grande do Norte sofreu um prejuízo de R$ 1,5 bilhão no período que compreende abril de 2020 e fevereiro deste ano”, detalhou, com base em dados da Câmara Empresarial do Turismo (CET), que é vinculada à Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do RN (Fecomércio).

Outro dado levantado por Hermano Morais é da Associação de Bares e Restaurantes do RN (Abrasel/RN). “A expectativa é de que 15% das empresas do setor possam ter que fechar as portas. A entidade estima ainda que, com o atual cenário, 5 a 8 mil profissionais podem perder os empregos”. 

Depois de apresentar os dados, Hermano Morais reforçou o pedido. “Venho requerer que a AGN possa simplificar e desburocratizar as exigências de financiamento e acesso às linhas de crédito para os empresários, principalmente aos microempreendedores”, finalizou.

segunda-feira, 29 de março de 2021

São Fernando terá parada no abastecimento para interligação de bombas

 


O município de São Fernando-RN terá uma parada no abastecimento, a partir das 15h desta segunda-feira (29), para que sejam realizados serviços de melhorias na Estação Elevatória de Água Tratada e de Tratamento do sistema que atende a cidade.

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) construiu um novo reservatório na estação, por causa do desgaste estrutural do tanque de reunião. A parada desta será necessária para que sejam feitas as interligações com as bombas do sistema.
 
A parada no abastecimento vai afetar toda a cidade de São Fernando. A conclusão do serviço de interligação das bombas está prevista para as 17h desta terça-feira (30). Retomado o fornecimento, será necessário aguardar até 48 horas para a completa normalização do sistema.

domingo, 28 de março de 2021

DE SÃO FERNANDO PARA O MUNDO: Heitor Sanfoneiro lança seu primeiro EP de Vaquejada com músicas autorais


Na sexta-feira (26), Heitor Sanfoneiro lançou para o mundo todo, através da Internet, o seu primeiro EP de Vaquejada, com músicas autorais. 

Heitor, o Sanfoneiro do Interior vem se destacando no cenário da música seridoense com composições marcantes que exaltam a cultura da vaquejada e outros temas do forró nordestino, chamando atenção pela sua performance na sanfona, além de tocar outros instrumentos, incluindo teclados. 

No EP, Heitor está lançando as seguintes músicas autorais: Pegada do vaqueiro, começou a vaquejada, dois covardes, hoje quem sofre é você, linda vaqueira e vaqueira morena. 

O EP está disponível no site suamusica.com.br: https://www.suamusica.com.br/heitoraugustoF/ep-de-vaquejada-autoral?fbclid=IwAR2LwgKu1xQEVg9fwjM39975OuQbNjZ-wspxPOV17_ZWZfBLHz6iGbvMa1I

Natural de São Fernando-RN, filho do músico Bené, Heitor também integra o grupo dos irmãos Guilherme & Pedrinho e recentemente também iniciou a carreira solo e o seu trabalho musical vem ganhando notoriedade pelo seu estilo simples e a dinâmica de tocar e cantar, encantando a todos que valorizam o autêntico forró.