sábado, 20 de abril de 2013

Barragem sangra no município de Timbaúba dos Batistas


Com as chuvas caídas na região do Seridó, várias comunidades foram beneficiadas e alguns pequenos açudes e barragens chegaram a sangrar. A Barragem do Sítio Encampinado em Timbaúba dos Batistas amanheceu sangrando para a felicidade dos moradores da comunidade. A esperança é que as chuvas continuem banhando o Seridó, já que a estiagem traz muitos prejuízos para o homem do campo.

Em Caicó, no Bairro Boa Passagem, Zona Norte, a chuva atingiu 150 milímetros. O tempo continua nublado e a expectativa é que novas chuvas sejam registradas neste sábado.

CHUVAS NO MUNICÍPIO DE TIMBAÚBA DOS BATISTAS:
Timbaúba dos Batistas-Sítio Logradouro dos Enéas – 160mm
Timbaúba dos Batistas-Sítio Volta de Som – 101mm
Timbaúba dos Batistas-Fazenda Vida Nova – 160mm
Timbaúba dos Batistas- – Fazenda Timbaúba Velha-117mm
Timbaúba dos Batistas-Sítio Pintado – 100mm
Timbaúba dos Batistas-Sítio Encampinado – 148mm
Timbaúba dos Batistas-Sítio Toco– 150mm

DEPUTADO HENRIQUE EDUARDO ALVES BUSCA SOLUÇÕES PARA O AGRAVAMENTO DA SECA NO RIO GRANDE DO NORTE


NATAL (RN) – O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB), e mais quatro colegas da bancada federal; Betinho Rosado (DEM), Fátima Bezerra (PT), Felipe Maia (DEM) e Sandra Rosado ( PSB), reuniram-se com 22 dos 24 deputados estaduais do Rio Grande do Norte para discutirem saídas emergenciais para o agravamento da seca no Estado. 

Os secretários de Agricultura, Júnior Teixeira, e de Recursos Hídricos, Leonardo Rego, também participaram da reunião conjunta das duas bancadas na Assembleia Legislativa, em Natal.
Henrique Alves demonstrou preocupação com os relatos dos colegas parlamentares, reforçando os depoimentos que ele mesmo ouviu,  em Mossoró, no final de semana, quando esteve em diferentes eventos, um deles, promovido pela Federação das Câmaras de Vereadores do Rio Grande do Norte (Fecam), com a presença de mais de mil vereadores. “A situação já está saindo do quadro emergencial passando para estado de calamidade”, reconheceu o deputado.
No alto oeste, por exemplo, a barragem de Pau dos Ferros só dispõe de água até dezembro. 
Mas, já a partir do final deste mês passará a abastecer 13 cidades da região com a  inauguração  de uma nova adutora. A alternativa Seria a construção de outra adutora, expressa, de 75 quilômetros, saindo da barragem de Santa Cruz, em Apodi, até Pau dos Ferros. O projeto, em fase de elaboração, custaria cerca de R$ 88 milhões e seria executado ainda este ano, antes do reservatório do DNOCS em Pau dos Ferros secar.

Onde os reservatórios já secaram, a alternativa seria acelerar a perfuração de 847 poços tubulares, no valor de R$ 13 milhões, com recursos da Fundação Nacional de Saúde (funasa), e a instalação de mais  118, já perfurados, com recursos do ministério da Integração Nacional. A instalação foi contratada, 80% dos serviços já foram executados, mas somente 25% foram pagos.  Dos R$ 2,3 milhões previstos, somente R$ 500 mil foram liberados, segundo o secretário de Recursos Hídricos.
Outra questão levantada durante a reunião pelo secretário de Agricultura, Júnior Teixeira, foi a execução das dívidas dos proprietários rurais pelo Banco do Nordeste. O banco não estaria levando em consideração a seca e, em consequência disso,  a falta de safra agrícola e morte dos rebanhos deixando o produtor rural sem recursos para pagar as dívidas. 

O deputado solicitou uma audiência ao presidente do BNB para tratar dessa questão, já na próxima segunda-feira, em Fortaleza.

Henrique Alves, com o aval dos colegas da bancada federal, se comprometeu em conversar com o ministro da Integração Nacional e o presidente da Funasa e solicitou aos deputados estaduais uma comissão representativa dos parlamentares para acompanhar o desdobramento dos próximos encontros e as ações de competência do governo do estado ou que dependam de aprovação da Assembleia Legislativa.

Assessoria de Imprensa 
Twitter; @HenriqueEAlves
Fotos: Eduardo Maia

Júlia Arruda visita Escola Municipal Professor Amadeu Araújo

Vereadora foi ao local para aplicar pesquisa que busca traçar a realidade atual das unidades de ensino da capital.


Cumprindo atividades da agenda da Comissão de Educação da CMN, a vereadora Júlia Arruda visitou, nesta segunda-feira (15), a Escola Municipal Professor Amadeu Araújo, em Nova Natal, Zona Norte da cidade. Na oportunidade, a vereadora coletou informações para a pesquisa que busca traçar a realidade atual das unidades de ensino da capital.

Na escola, Júlia conversou com professores e funcionários sobre o funcionamento geral do local, destacando temas como a estrutura das salas de aula, cumprimento do calendário letivo, programa pedagógico e corpo docente. “O objetivo da nossa pesquisa é observar in loco a situação das nossas escolas e, desta forma, basear o nosso trabalho nas reais necessidades destas unidades”, destacou a vereadora.

Em pouco mais de uma hora de conversa, os professores da Amadeu Araújo relataram que um dos principais problemas enfrentados no local é a falta de cadeiras, mesas e espaços reservado à prática de atividades diferenciadas, como exibição de vídeos e ações do programa federal Mais Educação.

“É comum os professores não contarem com um birô para distribuir os seus materiais de ensino. Os alunos, por sua vez, também ficam frequentemente sem assento. Outra dificuldade está na ventilação das salas de aula, já que grande parte dos ventiladores está sem condições de uso”, destacou uma professora.

Para outro educador, uma questão que merece atenção é o fato do colégio não possuir uma sala específica para a exibição de vídeos. “Nós temos TV de LED e aparelho de DVD, mas os equipamentos ficam instalados em uma sala que é utilizada para aulas comuns. Quando uma turma precisa usar o local, a outra que está tendo aula lá precisa sair”, comentou.

Entre os pontos positivos, os profissionais apontaram o trabalho eficaz do conselho de educação da escola, que reúne docentes, funcionários, alunos e pais de estudantes para realizar reuniões periódicas com a finalidade de discutir medidas para melhorar o local; e a biblioteca, reformada após o colégio vencer um concurso nacional promovido por uma empresa privada; o laboratório de informática; e a quadra coberta.

Percorrendo os corredores da unidade de ensino, a vereadora Júlia Arruda também constatou falhas na infraestrutura do colégio. Problemas, contudo, que segundo a parlamentar são simples de se resolver.“Vimos falhas na pintura, móveis danificados e outras coisas que são relativamente simples de consertar, basta cobrarmos o empenho da Secretaria de Educação”, disse Júlia destacando que obteve da titular da pasta, Justina Iva, a notícia de que Natal havia recebido verbas federais para climatizar todas as salas de aula.

Os professores e funcionários do local consideraram positiva a vista da Comissão de Educação e afirmaram esperar que a aproximação entre Legislativo e a comunidade escolar se traduza em benefícios para a educação.

A pesquisa

A Comissão Parlamentar de Educação, Cultura e Desporto da Câmara Municipal de Natal vem realizando, durante todo o mês de abril, visitas às escolas e centros municipais de educação infantil (CMEIs) para constatar a atual realidade da rede pública de ensino da capital. A intenção dos vereadores que integram a comissão – Eleika Bezerra, Júlia Arruda, Amanda Gurgel, Júlio Protásio e Ary Gomes – é observar in loco o funcionamento das unidades e colher informações úteis que servirão de base para o trabalho do grupo no Legislativo Municipal.

Ao todo, a comissão deve visitar 21 escolas e 21 CMEis localizados nas quatro zonas da cidade. De acordo com a metodologia da pesquisa, cada parlamentar ficará responsável por visitar em média oito estabelecimentos de ensino. Durante as visitas, os vereadores deverão interagir com professores e funcionários, bem como conversar com alunos e pais que possuem filhos matriculados nas unidades, e aplicar um questionário com perguntas acerca da situação do corpo docente, infraestrutura, programa pedagógico e gestão de cada instituição de ensino.


Fábio Faria recebe nove prefeitos para discutir situação da seca no RN


O deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) recebeu, no gabinete da Segunda Vice-Presidência, em Brasília, nove prefeitos do Rio Grande do Norte que buscam ações e recursos para o enfrentamento à situação de calamidade vivida na região do semiárido do Estado. Participaram do encontro os prefeitos de Montanhas, Algacir Januário (PSD); Florânia, Júnior de Janúncio (PSD); José da Penha, Antônio Dólar (PMN); São Vicente, Joci (PMDB); Tenente Laurentino, Titico (PMDB); Coronel João Pessoa, Pachica (PP); Lucrécia, Walter (PSB); Upanema, Luís Jairo (PR); Jaçanã, Esdras (DEM); além do ex-prefeito de São Miguel, Galeno Torquato.

“Diariamente, estamos discutindo com os prefeitos ações que possam minimizar o sofrimento do povo que vive esta que é a maior seca dos últimos 50 anos. Já aprovamos emenda que apresentei ampliando o volume de milho adquirido pela Conab para 550 mil toneladas, com o propósito de atender os pequenos produtores. E também estamos indicando emendas à uma nova Medida Provisória que deve ser votada esta semana em Plenário da Câmara com vistas ao fortalecimento das ações governamentais para a convivência com a seca”, disse Fábio Faria.

O deputado lembrou que participou no último sábado (13) da abertura da 16ª. Caprifeira de São Paulo do Potengi, no Rio Grande do Norte, e aproveitou para conversar com pequenos e grandes criadores de ovinos e caprinos sobre os efeitos da estiagem na pecuária potiguar.  “A situação é crítica inclusive na caprinocultura, onde os animais são mais rústicos, adaptados ao clima semiárido e à pouca oferta de pasto. Todos os pecuaristas reclamam da falta de ajuda por parte do governo estadual, principalmente, que tem se limitado a repassar os recursos destinados pela União”, completou.

Estella Dantas
Assessora Especial do Dep.Fábio Faria (PSD/RN)

Vivaldo Costa solicita Casa da Cultura para São José do Mipibú

No Plenário da Assembleia o deputado estadual Vivaldo Costa fez mais uma solicitação ao município de São José do Mipibú. Desta vez foi para que na cidade seja instalada uma Casa de Cultura Popular. 

 “Embora São José do Mipibú seja conhecida por sua produção cultural e de artes plásticas, o seu povo ainda não foi contemplado com o projeto, idealizado pela Fundação José Augusto. A iniciativa possibilitará que seja melhor fomentado e desenvolvido toda expressão cultural do cidade”, concluiu Vivaldo.

SICC deve comercializar produção de calçados e de acessórios para os meses de junho e julho


Lojistas aguardam a feira com ansiedade para abastecer a loja para o primeiro período do segundo semestre do ano. A próxima edição ocorre em maio, nos dias 27, 28 (das 9h às 19h) e 29 (das 9h às 18h).

SICC – Salão Internacional do Couro e do Calçado, lançador das coleções de primavera-verão 2013/14, será o principal fator de comercialização da produção de calçados e de acessórios para o segundo semestre do ano. 

A feira, na sua vigésima segunda edição, será a maior mostra de calçados do país este ano, com mais de 1.000 marcas de calçados e de acessórios e expectativa de comprometer mais de 70 hotéis da serra gaúcha, hospedando lojistas de todo o Brasil e importadores de diversos países do mundo.  “Estamos recebendo antecipadamente as confirmações de lojistas de todos os estados do país. Acreditamos que teremos na feira um volume inédito de comercialização durante os três dias do evento”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventosempresa promotora do SICCA feira acontece em maio, nos dias 27, 28 (das 9h às 19h) e 29 (das 9h às 18h), no Centro de Eventos Serra Park, em Gramado/RS.

A expectativa de Pletsch é confirmada por Cirilo Coradi Junior, da Gêmeos Calçados, de São Mateus, no Espírito Santo, que garante viajar ao Sul para fazer compras para os meses de junho e julho. “Espero encontrar lançamentos significativos com preços justos, de acordo com o desejo do meu cliente”, diz ele. Também acredita que a inflação verificada este ano em alguns alimentos não deverá atingir os calçados. 

“Não estou encontrando nenhuma dificuldade na reposição de estoques. Penso que a próxima coleção vai acompanhar esta mesma situação”, diz. As empresas, segundo ele, estão sinalizando nesse sentido. Da mesma opinião é a lojista Mirna Sampaio Vieira, do Grupo Flamboyan, de Rondonópolis, no Mato Grosso. Ela assegura que vem pronta para encontrar novidades para a próxima estação e até conseguir alguma reposição ainda para o frio. “Estou com muitas expectativas para a feira. Vou primeiro conhecer todas as novidades e depois me concentrar nas compras. Seguramente vou fazer pedidos para os dois meses seguintes e já iniciar o segundo semestre do ano”, relata a lojista.

PROMOTORA - A Merkator Feiras e Eventos, que em 2013 comemora 10 anos de atividades, tem a parceria das seguintes entidades: Sindicato da Indústria de Calçados de Dois Irmãos, Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados de Três Coroas.

FEIRAS – Além do SICC, a Merkator realiza anualmente os seguintes eventos:
•                     Zero Grau – Salão de Tendências e Calçados e Acessórios - Lançador da moda outono/inverno em calçados e acessórios, acontece de 18 a 20 de novembro, no Centro de Eventos do Serra Park, em Gramado/RS.

•                     40 Graus – Feira de Calçados e Acessórios – Leva às regiões Norte e Nordeste as novidades das principais marcas calçadistas do país. O evento acontecerá entre os dias 11, 12 e 13 de março de 2014, no Centro de Convenções de Natal, em Natal, no Rio Grande do Norte.

Assessoria de Imprensa:
                                    Jornalista Adriane Costa | (51) 8484 5869 | adrianecosta@noticiaemdobro.com.br
                                    Jornalista Marta Araujo | (51) 9365 3864 | marta.araujo@noticiaemdobro.com.br
                                    Escritório | (51) 3035 2248 | 3035 2118 | contato@noticiaemdobro.com.br

DEPUTADO HENRIQUE EDUARDO ALVES PEDE AO DNIT ANEL RODOVIÁRIO PARA PAU DOS FERROS E CONFIRMA DUPLICAÇÃO DA BR-304


Brasília (DF) – O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, se reuniu nesta terça-feira (16) com o diretor geral do Dnit,  Jorge Fraxe. O deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB), também participou da reunião. Durante o encontro os deputados apresentaram ao diretor do Dnit a proposta de construção de um anel rodoviário para a cidade de Pau dos Ferros com 16 km de extensão e custo estimado em  R$ 16 milhões.  O projeto será elaborado pelo Dnit no Rio Grande do Norte.

Henrique Alves e Gustavo Fernandes  justificaram a necessidade da obra para a principal cidade da região, em função do aumento do fluxo de veículos com a chega da BR-226 no alto oeste. “Se não fizermos esse anel viário, o trânsito na zona urbana de Pau dos Ferros vai piorar por causa do entroncamento da nova rodovia com a BR-405”, alertou o presidente da Câmara dos Deputados. A proposta foi reforçada pelo deputado Gustavo Fernandes. “O contorno rodoviário vai possibilitar aos motoristas que trafegam pelas duas rodovias passar em Pau dos Ferros sem cruzarem a zona urbana”. 
A BR-405 é a principal ligação da região oeste com a Paraíba. Já a BR-226 vai permitir a ligação do Rio Grande do Norte com o Ceará pelo alto oeste potiguar. A nova rota vai intensificar o trânsito de carretas pela região. Uma das alças do anel viária vai sair da BR-226 e passar  sobre a parede da barragem de  Pau dos Ferros até a  BR-405. A outra alça partirá da nova rodovia, na saída de Pau dos Ferros para o Ceará, contornando a cidade até encontrar a BR-405 no sentido da Paraíba.

DUPLICAÇÃO DA BR-304 – Durante a reunião com o presidente Henrique Eduardo Alves, o diretor do Dnit confirmou para o dia 20 de maio a licitação da obra de duplicação dos 22 km da Reta Tabajara, em Macaíba. Já o projeto para duplicação da BR-304 entre Natal e Mossoró, segundo  Jorge Fraxe, será licitado no dia 30 de maio.

Assessoria de Imprensa
Foto: Rodolfo Stuckert 

Senac abre inscrições para 860 bolsas de estudos integrais



Interessados podem se candidatar até a próxima segunda-feira (22)

Natal/RN, 16 de abril de 2013 – O Senac dá início, hoje (16), a mais um ciclo de inscrições para as vagas do Programa Senac de Gratuidade (PSG), que tem o objetivo de promover a inclusão social por meio da oferta de vagas gratuitas para a população de baixa renda em cursos de Formação Inicial e Nível Técnico. Os interessados devem se inscrever exclusivamente por meio site www.rn.senac.br/psg, até a próxima segunda-feira (22).

Para maio, serão oferecidas um total de 860 bolsas de estudos para cursos nos municípios de Natal, Mossoró, Parnamirim, Macaíba, Caicó e Assú. Entre as opções, há capacitações nas áreas de comércio, turismo, informática, gestão e negócios e imagem pessoal.

A seleção dos candidatos ocorre de acordo com a ordem da inscrição efetuada no site do Senac, observando-se também os critérios definidos pela Política do PSG: possuir renda familiar mensal per capita de até dois salários mínimos federais e atender aos requisitos exigidos pelo curso escolhido, que variam de acordo com a modalidade escolhida.

Por meio do PSG, entre os meses de março e abril, cerca de 1.400 novos alunos tiveram a oportunidade de iniciar um curso na instituição. Até dezembro, o Programa ofertará um total de 7.100 mil bolsas de estudos integrais no Rio Grande do Norte, contribuindo com a democratização do acesso ao ensino profissionalizante no estado.

Convocações
Logo após a realização da inscrição, os candidatos com as melhores classificações serão convocados, através de publicação de listas no site da instituição, para apresentação dos documentos comprobatórios de renda e requisitos do curso pelo qual optou. Serão realizadas convocações ao longo o período de inscrição, até o preenchimento de todas as vagas. 

Os processos seletivos para cursos inseridos no PSG são lançados mensalmente. Os candidatos que não forem contemplados na atual seleção, poderão se inscrever novamente nas próximas etapas.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (84) 4005-1000 e pelo site www.rn.senac.br.


Confira o quadro de cursos por município:


NATAL
CURSO
VAGAS
Agente de Viagens
25
Auxiliar Administrativo
35
Costureiro
32
Manicure/Pedicure
15
Monitor de Recreação
25
Operador de Computador
8
Promotor de Vendas
35
Qualidade em serviços turísticos
25
Recepcionista
35
Recepcionista em Meios de Hospedagens
25
Supervisão de Call Center
20
Técnico em Recursos Humanos
30
Web Designer
15
PARNAMIRIM
CURSO
VAGAS
Auxiliar Administrativo
30
Operador de Caixa
30
Recepcionista
15
ASSÚ
CURSO
VAGAS
Auxiliar Administrativo
30
Recepcionista
25
Vendedor
25
MACAÍBA
CURSO
VAGAS
Almoxarife
30
Auxiliar Administrativo
30
Cabeleireiro Assistente
15
Operador de Computador
30
Recepcionista
30
CAICÓ
CURSO
VAGAS
Auxiliar Administrativo
25
Promotor de Vendas
25
MOSSORÓ
CURSO
VAGAS
Atendente de Lanchonete
25
Auxiliar Administrativo
35
Auxiliar de Pessoal
35
Cabeleireiro Assistente
15
Colorimetria
15
Maquiador
15
Massagista
25
Técnico em Transações Imobiliárias
5
Vendedor
25


_____________________________________________________________________________________________________


AssinaturaEmail.pngLuana BatistaAssessora de Comunicação
Gerência de Comunicação e Marketing

Prefeitos do RN pedem ajuda ao deputado Henrique Alves para enfrentar a seca

Brasília (DF) - Reunido nesta terça-feira com prefeitos do Rio Grande do Norte, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, afirmou que ter obtido na Conab a garantia de que um carregamento de 12 mil toneladas de milho chegará ao Estado no dia 6 de maio, por navio, como parte da remessa (de 28 mil e 500 toneladas) prevista para atender as necessidades dos meses de abril e maio. Logo depois, por via rodoviária, chegará a remessa restante, de mais 16.500 toneladas.

Henrique explicou aos prefeitos reconhecer que o ideal seriam 40 mil toneladas. Mas, ressaltou não ter sido possível obter agora, até porque, em virtude de outros compromissos, não pôde participar da reunião que definiu a distribuição. Espera, entretanto, que o RN venha a ser compensado quando da definição das quantidades destinadas aos meses de junho e julho.

Durante a reunião de hoje na Presidência da Câmara, os prefeitos deixaram claro que a maior preocupação de todos, no momento, é com as consequências deixadas sobre a longa estiagem que se abate sobre o Estado.
Henrique  disse aos prefeitos que vem desenvolvendo uma série de gestões com o objetivo de estabelecer melhores condições para que o Governo do Estado e as Prefeituras possam enfrentar com menos atropelos essa realidade. Uma delas, foi a recente reunião que manteve com os deputados estaduais e da qual resultou a marcação de audiência com a direção do Banco do Nordeste em Fortaleza, a ser realizada na semana que vem.

"Pedi aos deputados estaduais que levantassem questões pontuais com a maior profundidade, a fim de que possamos obter do Banco uma resposta para cada uma delas". A título de exemplo, o ex-deputado Patrício Júnior, marido da prefeita de Martins, Olga Fernandes, lembrou o caso de agropecuaristas que obtiveram crédito rural junto à instituição oferecendo como garantia parte do seu rebanho e que, encontram-se sem condições de resgatar o compromisso. “Qual a saída, se além de ter tido sua capacidade de produção anulada pela seca, também vê o seu rebando ser exterminado?”.

Com relação à perfuração e instalação de poços tubulares, o presidente da Câmara assinalou ter obtido junto à FUNASA a confirmação de que 300 já foram autorizados, mas acentuou que está empenhado em obter a autorização para mais 800, o que totalizaria, a curto e médio prazos, a perfuração de mais 1.100 poços em vários municípios.
TRANSPOSIÇÃO – Uma notícia dada por Henrique e que os prefeitos aplaudiram foi o da provável retomada das obras da Transposição do São Francisco, no momento paralisadas em razão da desistência de três ou quatro empresas vencedoras da licitação anterior. 

Segundo explicou, o Ministério da Integração já recebeu sinal verde da presidenta Dilma para realizar novas licitações, baseadas em critérios de preços mais realistas.  Até sexta-feira ele espera uma definição das datas.


PRESIDENTA – Henrique acrescentou que a presidenta Dilma estará no Rio Grande do Norte no próximo dia 28 e que, nessa oportunidade, deverá assinar a ordem de serviço para a construção da Barragem de Oiticica. Na mesma ocasião, serão confirmadas mais duas obras importantes: A da duplicação da Reta Tabajara e a da BR 304 (Natal-Mossoró) até Aracati, no Ceará, uma obra estimada em 1 bilhão e 100 milhões de reais.

Participaram da audiência com o presidente da Câmara, os seguintes prefeitos: Isaias de Medeiros Cabral (Acari), João Paulo Guedes Lopes (Lagoa d´Anta), Maria Aparecida Cavalcante (Nica, de Ruy Barbosa), José Marques de Oliveira (Pedro Velho), José Roberto de Sousa (Jundiá), Sione Ferreira de Sousa (São José de Campestre), Ariosvaldo Targino (João Câmara), Luna Kaly Ramalho da Costa Xavier (São Bento do Trairi), Licelio Jackson Guimarães (Itajá), Esdras Fernandes Frias (Jaçanã), Francisco Alves da Costa (Coronel João Pessoa), Fernanda Farias (Santa Cruz), Titico de Zé Vicente (Tenente Laurentino Cruz), Júnior de Januncio (Florânia), Joci (São Vicente), Mano (Umarizal), Olga Fernandes (Martins), Alcimar de Gija (Tangará), Fafá (São Miguel do Gostoso) e Ciro Gustavo Alves (Itaú). Também participaram da audiência dos prefeitos, os deputado Tomba Farias e Gustavo Fernandes.



PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS RECEBE VEREADORES DE APODI

Brasília (DF) – Uma comitiva de 10 vereadores de Apodi foi recebida, nesta terça-feira (16), pelo deputado federal Henrique Eduardo Alves. O encontro foi  na presidência da Câmara dos Deputados. O presidente da Câmara Municipal de Apodi, Evangelista Menezes pediu o apoio do deputado Henrique Alves para três projetos do município, todos eles subscritos pelos demais vereadores.
Entre os projetos solicitados, o principal deles é uma proposta de transposição das águas da barragem de Santa Cruz para a lagoa do Apanha Peixe. A água chegaria de um reservatório ao outro, por gravidade, através do rio Umarí. “O projeto já está tramitando no DNOCS”, assegurou o deputado. Henrique Alves também falou do projeto de irrigação da Chapada do Apodi. O início das obras está previsto para o próximo dia 26. 

Os vereadores pediram, ainda, o apoio de Henrique Alves para a construção de um teatro municipal e a revitalização da estrutura de visitação do Lajedo de Solenidade, principal atração turística do município. Os projetos contam com a parceria da Petrobras.
A Câmara Municipal de Apodi não tem sede própria. Atendendo aos vereadores, o deputado vai propor a união da bancada federal do Rio Grande do Norte para que os parlamentares destinem emendas individuais ao município, em diversas áreas, e com o valor equivalente ao das emendas individuais, a prefeitura construa o prédio com recursos previstos no orçamento.

Além de Evangelista Menezes (PR), estiveram com o presidente da Câmara dos Deputados, os vereadores Bráulio Ribeiro (PMN), Chico de Marinete (PC do B), Costa Neto (PPS), Filho Neto (PPS), Genivan Varela (PD do B), Hortência Regalado (PSDB), Júnior Souza( PMDB), Laerte Oliveira (PMN) e Soneth Ferreira (PDT) .

Assessoria de Imprensa
www.henriqueeduardoalves.com.br
twitter : @HenriqueEAlves
fotos: Rodolfo Stuckert



Nordeste deve receber 340 mil toneladas de milho


Um total de 340 mil toneladas de milho será entregue para o Nordeste pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), nos meses de abril e maio. Com o apoio da Casa Civil e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), foi possível elevar de 40 para 170 mil toneladas o fluxo mensal do suprimento de milho para a região da Sudene, aumentando o fornecimento e o número de beneficiados do programa de atendimento à seca no Nordeste.

Já foi contratada a remoção de cerca de 90 mil toneladas do produto. Outras 50 mil toneladas de milho ensacado foram adquiridas no dia 27 de março, para serem entregues diretamente pelos fornecedores nas Unidades Armazenadoras e polos de distribuição. Por orientação do Mapa, mais uma compra de 70 mil toneladas também será feita pela Conab, por meio de leilão no dia 19/04, com entrega nos polos criados pelas Secretarias de Agricultura Estaduais.

Além dessas remoções pelo modo rodoviário de carga, a Casa Civil também determinou que a entrega direta de 103 mil t de milho aos estados ocorra já a partir do dia 2 de maio. Esta aquisição, a ser realizada no dia 17/04, via Bolsa de Mercadorias, prevê que o deslocamento seja efetuado preferencialmente por cabotagem, para a disponibilização do produto nos portos dos respectivos estados beneficiários.

O diretor de Operações e Abastecimento (Dirab) da Conab, Marcelo de Araújo Melo, ressalta que os quantitativos disponibilizados tendem a reduzir o problema da escassez do milho. “Essas ações vão possibilitar a pulverização do produto e maior eficiência no abastecimento”, garante. “Dessa forma a Conab, que nos últimos 10 meses abasteceu o Nordeste com mais de 380 mil toneladas de milho, passará a ter uma meta superior a 150 mil toneladas por mês, beneficiando pequenos criadores que sofrem com a estiagem na região”.(Antônio Marcos da Costa e Mônica Simões / Conab)


Superintendência de Marketing e Comunicação
Gerência de Imprensa
(61) 3312-6338/ 6344/ 6393/ 2256

Categoria dá 30 dias para governo adotar medidas; após o prazo avaliará greve


Após um dia inteiro reunidos em assembléia discutindo estratégias de luta contra o retorno de presos para delegacias e pela convocação de concursados, os policiais civis do Rio Grande do Norte decidiram que não vão mais, sob hipótese alguma, custodiar ilegalmente presos nas delegacias. Diante disso, o SINPOL/RN produzirá uma recomendação que será enviada para todas as delegacias da Grande Natal e interior informando como devem proceder com presos de justiça e flagranteados.

O documento recomendará, por exemplo, que os policiais não recebam mais presos com mandado de prisão vindos da Polícia Militar ou por populares. Nestes casos, deverão ser entregues diretamente ao sistema penitenciário. E mesmo nos casos dos flagranteados, os juízes e promotores de plantão devem ser comunicados de imediato, pelas delegacias, para que possam designar local apropriado no sistema penitenciário.
A categoria decidiu ainda que dará um prazo de 30 dias para que o Governo finalmente adote medidas no sentido de resolver a questão dos presos em delegacias. Neste período, o sindicato tentará reunião com as autoridades responsáveis (sobretudo SEJUC e SESED). Existe uma perspectiva para esta semana, visto ainda que nesta terça, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta, informou que tentaria uma audiência com o Governo para a tarde da próxima sexta-feira (19).

Mas os policiais adiantam que, não havendo sinalização de providências, avaliará um indicativo de greve na assembléia já agendada para acontecer às 18h do dia 16 de maio.

SAIBA
Os policiais aderiram maciçamente à paralisação de 24 horas na Grande Natal e interior. Delegacias distritais não funcionaram, sendo apenas registrados os flagrantes delito nas plantões da zona Norte e Sul de Natal e 10 regionais do interior. Os policiais realizaram ainda atos públicos na capital e em Mossoró (passeata e panfletagem). Estiveram na assembléia em Natal a deputada federal Fátima Bezerra e o vereador Sandro Pimentel, que garantiram dar apoio à luta dos policiais civis.

INFORMAÇÕES:
Djair Oliveira (presidente)
(84) 9986 2194
Renata Pimenta (vice-presidente)
(84) 9988 1018

ASSESSORA DE IMPRENSAElaine Vládia
(84) 9471 7941/8716 7680

Twitter: @sinpolrn
Fanpage Facebook: sinpolrn

Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN - SINPOL/RN
SEDE NATAL: Av. Rio Branco, 825 - Cidade Alta - Tel (84) 3222-7779
SEDE MOSSORÓ: Rua Lopes Trovão, Nº 159 - Centro - Tel (84) 3316-5636