sábado, 14 de maio de 2016

Palmeiras atropela o Atlético-PR em casa

O tempo de preparação do Palmeiras para o Campeonato Brasileiro deu certo. Em grande atuação neste sábado, o alviverde atropelou o Atlético-PR no Allianz Parque por 4 a 0, na abertura do torneio nacional.

O placar poderia ser até maior para o alviverde, que perdeu muitas oportunidades na etapa final.

O Palmeiras tenta encerrar um jejum de 21 anos sem título do Brasileirão. O clube teve 19 dias de preparação após a eliminação para o Santos no Paulistão. O técnico Cuca disse antes da estreia que o alviverde era um dos favoritos.

E neste sábado, o Palmeiras teve total controle do jogo. Tchê Tchê foi o grande destaque da escalação. Em sua estreia, o ex-jogador do Audax Osasco atuou como lateral direito. Róger Guedes e Cleiton Xavier no meio e Gabriel Jesus e Lucas Barrios no ataque deram maior poder de fogo ao Verdão.

Operação Lava-Jato vira filme pornô no Brasil

Em meio ao cenário extremamente conturbado na política brasileira, a indústria de filmes eróticos tenta aproveitar para escapar da crise. 

A Brasileirinhas, uma das principais produtoras do país no ramo, lançou nesta quinta-feira, 12, o filme ‘Operação Leva Jato’, uma espécie de paródia sobre a operação da Polícia Federal que apura os escândalos de corrupção na Petrobras. 

Dirigido por Gil Benzadon e contando com a presença das estrelas pornô Isabella Martins, Britney Bitch, Pamela Pantera, Big Macky e Falcon, o filme traz as cenas de sexo explícito dentro de um contexto de propinas e investigações. Os atores e atrizes assumem papeis de agentes, delatores e investigados. 

O longa de 96 minutos foi filmado em tecnologia 4K, ou seja, em qualidade de imagem acima da "Full HD". Fonte: Jornal Estado de Minas

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Solange Silva é atração na sexta-feira mais animada do Seridó em São Fernando


Hoje, a partir das 21 horas, no ESPETINHO DE HEITOR, na cidade de São Fernando, a atração será a cantora SOLANGE SILVA, que vai apresentar um super reportório com o melhor da música popular brasileira. 
O local é o novo point das famílias sãofernandenses, com espetinhos variados e cerveja super gelada. A organização é de Bené e Filhos.
O show de Solange Silva acontece em frente à residência de Bené e deverá atrair um grande público, como acontece toda sexta-feira.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Balanço da SPM constata superações e desafios para as brasileiras

Secretárias da SPM na plenária: serviços especializados cresceram 700%, mas precisam chegar a muitos mais municípios Foto: Paulo Negreiros
As três secretárias da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos, demonstraram nesta quarta-feira (11) à plenária da 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (4ª CNPM) números que comprovam, de um lado, avanços nas políticas, programas e ações voltados às mulheres, e de outro, o quanto o Brasil ainda é carente destes instrumentos.
A apresentação compôs o painel Balanços e Desafios das Políticas Públicas para as Mulheres. Foi conduzida pelas secretárias de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres Aparecida Gonçalves, de Políticas do Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres, Tatau Godinho, e de Articulação Institucional e Ações Temáticas, Rosali Scalabrin.

Edna Santiago participa da 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres em Brasília

Não permitir retrocessos. Com este lema, três mil mulheres de todo Brasil reúnem-se para a 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (4ª CNPM) de 10 a 12 de maio, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília. Na ocasião, representantes dos 26 Estados e do Distrito Federal debatem avanços relacionados aos direitos das mulheres e fazem o diagnóstico das conquistas obtidas nos últimos anos. Como resultado, serão  feitas recomendações para o Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM).
A Coordenadora da Coordenadoria de Defesa dos Direitos da Mulher, da Secretaria Municipal de Assistência Social, Edna Santiago está participando da Conferência.
O processo conferencial, iniciado em junho de 2015 com as etapas preparatórias, mobilizou mais de 150 mil pessoas em torno do debate. “Estamos convictas da força e da luta das mulheres, nos mais diversos movimentos e organizações por todo o país”, afirma a secretária especial de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos. 

Ela ressalta, ainda, a importância do trabalho desenvolvido pela SPM ao longo desses 13 anos para garantir os direitos das mulheres. “As ações da Secretaria são fundamentais para impulsionar, de forma definitiva, a construção de um Brasil mais justo, desenvolvido, participativo e de igualdade entre homens e mulheres”, afirma.
Com o tema “Mais direitos, participação e poder para as mulheres”, a 4ª CNPM tem como desafio aprofundar a democracia e assegurar a consolidação das políticas já colocadas em prática. Nesta edição, mais de 2,5 mil cidades participaram de conferências municipais e intermunicipais. Todos os Estados e o DF realizaram as suas etapas estaduais. Também foram promovidas conferências livres e uma Plenária Governamental, com ministérios, secretarias e instâncias do governo federal.
Inovação democrática - A novidade  desta 4ª Conferência é a realização de consultas nacionais com grupos que tradicionalmente encontram maior dificuldade de acesso e expressão nos processos convencionais de participação social. Tudo para que a diversidade das mulheres brasileiras estivesse bem representada na etapa nacional da 4ª CNPM. As seis consultas realizadas garantiram, assim, visibilidade e voz aos vários segmentos, grupos e etnias. Mulheres transexuais, ciganas, mulheres com deficiência, indígenas, quilombolas e de religião de matriz africana tiveram suas Consultas Nacionais.
Também pela primeira vez, as jovens tiveram suas demandas apresentadas em conferência específica. A I Conferência Livre de Meninas do Maranhão, realizada em novembro de 2015, repercutiu as discussões de meninas e adolescentes sobre temas como pedofilia, abuso sexual, gênero na educação, sexualidade e violência de gênero. A pluralidade típica da cultura brasileira esteve presente em todas as etapas da 4ª CNPM. Todas convergiram na defesa de mais direitos no mundo do trabalho, no enfrentamento à violência, mais participação nos espaços políticos, nas decisões, e mais poder para as mulheres.  

Como os senadores votaram no impeachment de Dilma

Foto: Divulgação
Dilma foi afastada e Michel Temer assumirá a presidência da República - Foto: Divulgação

Presidente será afastada do mandato por até 180 dias, período em que responderá a processo por crime de responsabilidade. Lista por ordem de discurso dos senadores na sessão do impeachment.

Nos links, os parlamentares investigados no STF:
Acir Gurgacz (PDT-RO) - Sim
Ana Amélia (PP-RS) – Sim
José Medeiros (PSD-MT) – Sim

URGENTE: Senado abre impeachment e Dilma é afastada da Presidência

Resultado afasta Dilma Rousseff de seu cargo / Ueslei Marcelino/Reuters
Resultado afasta Dilma Rousseff de seu cargo / Ueslei Marcelino/Reuters

O Senado Federal aceitou, por 55 votos contra 22, o pedido de abertura do impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). A votação, que necessitava apenas da maioria simples da Casa para ter prosseguimento, aconteceu nesta quinta-feira (12) no plenário em Brasília.

Com o resultado, a presidente Dilma será notificada e deve se afastar do cargo por 180 dias, prazo máximo para a conclusão do processo. Neste ínterim, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) assumirá a presidência da República.

A votação final - que será conduzida por Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal - precisa de votos favoráveis de dois terços dos senadores (65 de 81) para que Dilma Rousseff perca o cargo, assumindo, de vez, Temer. Caso os senadores rejeitem o impeachment, a petista voltará ao seu posto.

Michel Temer assume hoje presidência da República

Michel Temer - Foto: Divulgação
Michel Temer - Foto: Divulgação

Depois de mais de 20 horas de sessão, o plenário do Senado decidiu, por 55 votos a favor e 22 contra, afastar a presidente Dilma Rousseff (PT). Ela será notificada da decisão dos senadores às 10 horas desta quinta-feira (12) e dará lugar ao vice Michel Temer (PMDB) até que o processo seja finalizado, no prazo máximo de 180 dias.

O Palácio do Planalto prepara uma cerimônia no gabinete presidencial para Dilma assinar a notificação. O ex-presidente Lula, ministros, autoridades e personalidades deverão estar presentes. O primeiro-secretário da Mesa Diretora do Senado, senador Vicentinho Alves (PR-TO), será o responsável por notificar a presidente.

Vereador Rubão Germano destaca novos pleitos para Caicó na Tribuna da Câmara Municipal


Ao falar na Tribuna da Câmara Municipal de Caicó nesta quarta-feira (11), o Vereador Rubão Germano (PMDB) destacou sua participação em uma palestra na comunidade Furna da Onça e falou sobre alguns projetos de lei de sua autoria, incluindo um sobre a Feira Caicó Mostra Caicó. 

“Eu tive a grata satisfação de comparecer a comunidade Furna da Onça, onde recebi o convite da presidente da Associação Comunitária daquela comunidade para fazer uma palestra sobre a Saúde da Mulher e convidei a doutora Verônica, que atendeu a nossa solicitação e ministrou a palestra na escola da Furna da Onça. Como tinha a presença de vários homens, eu pedi a doutora Verônica para falar sobre a saúde do homem e novamente fui atendido, o que enriqueceu ainda mais o evento. Portanto, eu quero agradecer a doutora Verônica Alcântara, a Presidente da Associação, Joseane e a toda a comunidade presente na palestra”, disse o vereador Rubão Germano. 

Ainda na Câmara Municipal, o vereador Rubão deu entrada com indicação, onde solicita da Secretária Municipal de Assistência Social, Soraia Dias, a implantação através do Pronatec de cursos profissionalizantes nos distritos do município de Caicó, entre eles, Laginhas, Palma, Vila I e Vila II do Sabugi. 

“Pedi que a Secretária Soraia faça requerimento ao prefeito Roberto Germano e solicite a implantação desses cursos, pois será de grande importância para essas comunidades”, destacou Rubão. 

Ele também deu entrada com projeto de lei, onde solicita do prefeito Roberto Germano que a Feira Caicó Mostra Caicó seja permanente na cidade. “Na primeira feira, a participação dos artesãos era em torno de 60 e atualmente a feira conta com 260 artesãos, o que mostra o crescimento e grandiosidade do evento”, afirmou Rubão Germano.  

Ele ainda convidou todos para a inauguração da sede própria do CRAS, que foi uma solicitação do vereador Rubão Germano. A solenidade de inauguração acontece na sexta-feira, às 17 horas, no Bairro Boa Passagem, na zona norte. “Agradecemos ao prefeito Roberto Germano, a Secretária Soraia Dias, a Câmara Municipal e todos que vêm contribuindo para o sucesso da administração municipal”, concluiu. 

Por Paulo Júnior 

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Filha de Gretchen vai disputar o Miss Bumbum 2016

Filha de peixe, peixinho é!
Jenny Miranda,  filha da Rainha do Rebolado, Gretchen, disputar o Miss Bumbum Brasil 2016. A jovem é uma dos três filhos adotivos e irá representar o estado de Pernambuco.
Jenny Miranda é uma dos cinco filhos adotivos da cantora Gretchen e disputará, neste ano, o título de Miss Bumbum Brasil. A moça de 27 anos que é MC e já trabalhou como dançarina do cantor Mister Catra, revelou que tem a mãe como inspiração: "Minha mãe é a Rainha do Bumbum, nada mais justo que tentar levar esse título para a minha família".
Inovação - Neste ano, o concurso decidiu inovar e criou a categoria para participantes acima dos 50 anos. A ex participante do reality show Big Brother Brasil 2016, Geralda Diniz, vai disputar, aos 63 anos, o título de Miss Bumbum Melhor Idade. "Não vim a este mundo a passeio. Quero quebrar tabus e preconceitos e mostrar que a melhor idade também tem presença atuante no mundo da moda".

O Concurso - Inspirado no similar francês "Show Me Your Sloggi", o Miss Bumbum Brasil é uma competição de beleza brasileira que, como sugere o nome, busca eleger a mulher de bumbum mais bonito do Brasil. O concurso teve sua primeira edição em 2011.

Dilma sairá do Planalto pelo térreo e fará discurso para condenar 'golpe'

Com Wagner, Dilma observa movimentação pela janela do Palácio do Planalto (Valter Campanato/Agência Brasil)(Foto: ABr)
Com Wagner, Dilma observa movimentação pela janela do Palácio do Planalto
(Valter Campanato/Agência Brasil)(Foto: ABr)

A presidente Dilma Rousseff deixará o Palácio do Planalto, caso seja afastada pelo Senado, com um ato político para denunciar o que considera um golpe contra seu governo. A notificação sobre a decisão dos senadores deve chegar à presidente nesta quinta-feira (12) de manhã.

O Palácio do Planalto prepara uma cerimônia no gabinete presidencial, no terceiro andar do prédio, onde Dilma receberá o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ministros, autoridades e personalidades aliadas para assinar a notificação, que será entregue pelo primeiro-secretário da Mesa Diretora do Senado, senador Vicentinho Alves (PR-TO).

Do lado de fora do palácio, movimentos sociais que apoiam o governo farão nova manifestação contra o impeachment.
Antes de deixar a sede do Executivo, seu local de trabalho desde janeiro de 2011, quando assumiu seu primeiro mandato, Dilma fará uma declaração à imprensa, prevista para as 10h. No mesmo horário, um vídeo gravado pela presidente será divulgado nas redes sociais da Presidência da República.

Em seguida, Dilma sairá do Palácio do Planalto pela porta principal do prédio, no térreo, sem usar a rampa. Fora do edifício, a presidente fará um discurso em que se dirá vítima e injustiçada, como tem feito nas últimas semanas. Neste momento, Dilma poderá se aproximar das grades que cercam o prédio para ser acolhida e abraçada pelos manifestantes que forem ao local prestar apoio a ela.
 
Segundo a Agência Brasil, após os atos, a presidente seguirá, de carro, até o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, a poucos quilômetros do Planalto, onde vai permanecer durante os 180 dias em que deve ficar afastada.
 
Havia a expectativa de que os ministros e militantes seguissem a pé até o Palácio da Alvorada. No entanto, a informação mais atualizada é que a caminhada foi descartada.