quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Prédio desaba em Salvador e deixa cerca de 15 soterrados

A chuva provocou deslizamentos, como o de Santo Antonio do Carmo (foto), e derrubou ao menos 11 casas na cidade. Foto: Arestides Baptista/Agência A Tarde
A chuva provocou deslizamentos, como o de Santo Antonio do Carmo (foto), e derrubou ao menos 11 casas na cidade

Foto: Arestides Baptista/Agência A Tarde
 
Maria Clara Dultra

Direto de Salvador
Um prédio desabou por volta das 16h20 desta quarta-feira, no bairro de Massaranduba, em Salvador (BA), segundo o Corpo de Bombeiros. Informações iniciais da corporação são de que cerca de 15 pessoas foram soterradas.

Às 18h15, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) informou que, segundo um engenheiro do órgão, provavelmente uma pessoa continuava soterrada. Duas pessoas foram encaminhadas para um hospital da capital baiana, mas não há informações sobre a unidade.

O desabamento aconteceu na rua Rafael Uchôa, por volta das 16h22, próximo à Igreja Batista do bairro. Segundo o morador José Ricardo Oliveira, o imóvel era uma casa de quatro andares que estava em obras no último pavimento. Ele afirmou que, apesar da reforma, pessoas moravam no térreo. Outros moradores disseram que, na hora do desabamento, havia uma idosa e três crianças dentro da casa.

Uma casa térrea, ao lado do prédio, teve a frente e a lateral atingidas pelos escombros. Oliveira afirmou que uma idosa e um homem estavam dentro da residência, mas conseguiram sair do imóvel. O homem apresentava ferimentos na cabeça.

Equipes do Corpo de Bombeiros, Codesal, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e agentes da 17º Companhia de Polícia Militar e da 3º Delegacia de Polícia, onde o caso será investigado, já estão no local acompanhando o trabalho de resgate das vítimas.

Em 48 horas, o volume de chuva em Salvador ultrapassou a média prevista para todo o mês de novembro, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O mau tempo já provocou o desabamento de ao menos 11 casas na capital baiana, segundo dados da Defesa Civil e dos bombeiros. Não foram registrados feridos nas ocorrências.

A Defesa Civil recebeu, até as 17h58 de hoje, 359 solicitações de emergência, sendo 210 deslizamentos de terra, 17 desabamentos parciais, 48 ameaças de desabamento de imóvel e 16 desabamentos de muro. Os bairros com mais solicitações foram São Caetano, Fazenda Grande do Retiro, Sussuarana, Castelo Branco, Tancredo Neves e Mata Escura. A Codesal continua de plantão durante 24 horas através do número 199, ligação gratuita.

Segundo previsão do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), o tempo deve continuar fechado nesta semana na Bahia, mas com melhoras gradativas a partir de quinta. A agência meteorológica Climatempo informou que Salvador acumulou em nove dias proximadamente 243 mm de chuva, 105% acima da média normal para o mês.

Com informãções da agência A Tarde.

Nenhum comentário: