sábado, 12 de maio de 2012

Parangolé já está em Caicó para participar do CAICÓ FEST neste sábado

O Grupo Parangolé já está em Caicó e neste momento, os músicos da banda, incluindo o vocalista Léo Santana, estão hospedados no Hotel Regente. E no locall há uma grande concentração de fãs, aguardando o cantor Léo Santana.


CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DESTE SÁBADO DO CAICÓ FEST 2012:


Sábado - 12/05 a partir das 19h - Concentração na Praça da Alimentação 

20h30min - Saída do trio com Banda Vai D3. 

Clube Corintians 23h - Palco 2: Marquinhos Carrera

01h - Palco 1: Parangolé 

MICHEL CALÇADOS



CHEFS REQUINTE


DIOGENES TURISMO


EDISOM IMPORTADOS


FORRÓ DO WADY ROCHA


Diretório caicoense do PPS visita Aldeia SOS


Na semana que antecede o dia das mães, o Partido Popular Socialista de Caicó realizou visita à Aldeia SOS com o objetivo de conhecer o trabalho das “mães sociais” e da instituição. Instalada em Caicó em 1979, a Aldeia SOS oferece acolhimento institucional para crianças e adolescentes em situação de risco.

Além de conhecer as casas-lares, os integrantes do PPS foram apresentados aos princípios e metodologias da instituição. Presentes ao encontro, o coordenador, Francisco Santiago Júnior, e a assistente de desenvolvimento familiar, Fabíola Dantas, também expuseram o trabalho realizado com as famílias de diferentes bairros, através dos Centros Sociais e Comunitários.
“O trabalho da instituição carece de apoio do município. Além de não existir indicadores sobre realidade da infância em Caicó, o convênio mensal com a organização está suspenso. Hoje são mais de quarenta crianças caicoenses acolhidas na Aldeia”, relatou Diego Vale. O presidente do diretório municipal do partido, também ex-aluno da Escola Hermann Gmeiner, lamenta ainda que a escola municipal está há oito anos sem reparo.

Apesar das dificuldades por falta de investimentos do poder público, a Aldeia SOS de Caicó está ampliando seus serviços para Natal e Mossoró. As Aldeias Infantis SOS surgiram após a 2ª Guerra Mundial. Fundada por Hermann Gmeiner, a organização está presentes em 123 países. 

Fonte: Assessoria do PPS

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Bibi Costa pede afastamento “temporário” do PR


2674
O prefeito de Caicó, Bibi Costa vai se afastar do Partido da República. A notícia foi confirmada ao Blog pelo presidente da Comissão Provisória, Oriel Segundo de Oliveira. Bibi enviou oficio na tarde desta quinta-feira (10), comunicando seu afastamento temporário.
No ofício, Bibi não diz se pretende filiar-se a outra legenda política, e nem entra em detalhes sobre os motivos que lhe fizeram tomar tal decisão, e reafirmou o respeito e a admiração que tem pelo partido, e principalmente pelo seu presidente estadual, o deputado federal João Maia.
Segue a integra do oficio enviado por Bibi à Oriel:
Formalizo, por este instrumento, pedido de licença temporária dos deveres inerentes à condição de filiado do PR de Caicó, por razões já sustentadas em reuniões internas com os líderes partidários. Reconheço, por oportuno, a colaboração do PR nas campanhas eleitorais que disputei, bem como, durante os últimos anos em apoio a minha atuação à frente da Administração Municipal de Caicó e, de modo particular, ao deputado João Maia, presidente da Comissão Executiva Regional, a quem devo especial estima



João Maia não ficou surpreso com saída de Bibi. “Ele formalizou uma decisão que já tinha me anunciado”

Em entrevista ao Panorama Seridó (Rádio Caicó AM) desta sexta-feira (11), o presidente estadual do PR, deputado federal João Maia disse ter recebido com naturalidade o pedido de licença temporária do prefeito Bibi Costa, do PR de Caicó. Inclusive, o prefeito já tinha antecipado que tomaria tal decisão ao presidente, na reunião que teve recentemente com ele em Natal.
Eu não recebi com surpresa, mesmo porque conversei longamente com Bibi sobre esta decisão. De forma muito ética, Bibi me colocou a dificuldade de acompanhar a decisão do PR de Caicó sobre a nossa coligação com o PMDB e outros partidos. Ele me disse que se de fato não pudéssemos caminhar juntos, preferia se licenciar do partido, para não causar nenhum constrangimento. Então ele formalizou o que conversamos em reunião, e é uma decisão que ele já tinha me anunciado há bastante tempo”, explicou.
Na entrevista, João Maia disse que fez o que estava ao seu alcance para levar Bibi Costa no seu projeto de apoiar a pré-candidatura de Roberto Germano (PMDB) à prefeito de Caicó, mas o prefeito nunca lhe deu qualquer esperança de que se engajaria no projeto. “Eu sempre tive essa esperança, mas ele nunca me deu e nem provocou ilusão sobre sua posição. Eu fiquei sempre trabalhando e tentando atrair Bibi, porque toda Caicó sabe do respeito e admiração que tenho por ele, porque acho que Bibi fez muito bem, como administrador a cidade de Caicó”, finalizou.

“As portas do PR estão totalmente abertas para Bibi”, diz João Maia

Ainda na entrevista concedida à Rádio Caicó AM, o deputado João Maia acredita que Bibi voltará a militar com ele em outras eleições futuras, não só em Caicó, mas na região. “Essa decisão de Bibi tem o lado ruim que é não poder contar com ele nas campanhas de nossos candidatos, mas o que me anima é que ele pede um afastamento temporário, e eu tenho grande esperança que depois das eleições, o prefeito Bibi possa voltar a normalizar a sua filiação ao PR. As portas estão totalmente abertas”, disse.
João Maia negou ter existido qualquer desentendimento entre ele e Bibi, e que o prefeito deixou bem claro, estar tomando tal decisão porque não se sentia confortável sendo membro do PR, não poder acompanhar a posição que o partido tomou em Caicó. ”Se você olhar bem o oficio, ele pede uma licença temporária e, portanto ele está considerando a própria possibilidade de voltar a se filiar ao PR”, reforçou o deputado.
Na condição de deputado federal, João Maia garante que a decisão de Bibi Costa jamais atrapalhará a sua relação administrativa com a cidade de Caicó, e que seu mandato permanecerá, como sempre esteve à disposição do povo seridoense. “Minha relação com Caicó é de responsabilidade com a cidade e o povo, e eu acho que Bibi conduz bem a administração. Mas, independente de qualquer decisão ou de quem seja o próximo prefeito, eu jamais me furtaria de ajudar a cidade e meu povo. Meu mandato estará sempre à disposição de Caicó ou de qualquer cidade do Estado”, finalizou.

João Maia não acredita que saída de Bibi do PR tenha sido influenciada pelas declarações de Leleu Fontes

Eu não acredito que Bibi seja um homem muito fácil de ceder à pressão”. A declaração é do deputado federal João Maia (PR), ao discordar que a decisão anunciada pelo prefeito Bibi Costa, de pedir licença temporária do PR tenha sido motivada pelas declarações do vereador Leleu Fontes (PSB), quando 24 horas antes do anúncio de Bibi, cobrou a saída do prefeito do PR e sua filiação ao PSB. O deputado tem certeza que tudo não passou de coincidência.
Eu não acho que você consiga as coisas com Bibi pressionando, ele é muito pouco afeto a essa questão de ceder pressões. Essa discussão de Leleu e Bibi é uma coisa que eu não quero nem me intrometer, e nem tomar partido, porque é uma discussão entre eles dois”, disse.

Blog de Marcos Dantas 

Natal sediará 28º Encontro Nacional dos Sindicatos Patronais na próxima semana


Evento terá consultores de economia renomados, além do ministro da Previdência e o ex ministro do Tribunal Superior do Trabalho

Natal será a capital dos representantes do empresariado brasileiro na próxima semana, quando acontecerá a 28ª edição do Encontro Nacional dos Sindicatos Patronais no Centro de Convenções. Realizado pelo Sindicato do Comércio Varejista e de Serviços do Estado do RN, terá três dias de duração – 16 a 18 de maio.

Com o tema “Reformas, o futuro já chegou”, terá consultores econômicos renomados como palestrantes: Stephen Kanitz, Bruno Quick, Daniel Mansur Lopes, além do ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho e o ex ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Vantuil Abdala. Para completar o quadro os cases dos empresários potiguares Durval José Dantas e Jussier Ramalho.

META
O evento foi criado para capacitar o empresariado e suas entidades para enfrentar os muitos desafios da atividade econômica (seja de setores de bens de consumo, serviços ou turismo), como globalização, concorrência, altas taxas tributárias. A idéia é traçar metas e debater questões importantes para o desenvolvimento dos setores e fortalecimento das empresas privadas brasileiras.
          
MAIS INFORMAÇÕES:
TWITTER: @28ENSP

NOTÍCIAS DA CNBB



Com a finalidade de encaminhar os projetos para este quadriênio (2012-2015) a equipe nacional da Pastoral da Educação se reuniu nesta quinta-feira, 10/05, na sede da CNBB em Brasília. O encontro foi coordenado pelo bispo auxiliar de São Paulo - referencial para esta pastoral – dom Júlio Endi Akamine, e contou com a presença de 5 representantes de diferentes regiões do país.

Na pauta estava a preparação de um Encontro Nacional da Pastoral da Educação, previsto para o final de agosto em Brasília, além da definição de subsídios de orientação e formação. Os participantes também trataram da definição dos fluxos de comunicação que facilitem o acesso do educador católico ao âmbito eclesial.

Para o professor Sérgio Maia, do Regional Leste 1, a Pastoral da Educação tem a sua importância especialmente por atuar além dos muros das escolas. “Nosso desejo é atingir todos os educadores, todos os jovens, em todas as escolas, e também as pastorais afins como a da Juventude e a da Família, e outras”, explica o professor.

A equipe nacional espera que o Encontro ajude a fortalecer a implantação da pastoral em todas as dioceses, com atuação em todos os níveis de educação, além do intercâmbio com outras pastorais. É o que explica o padre Agamenilton Damascena, do Regional Centro-Oeste. “Com este encontro, queremos revitalizar, animar e encontrar os agentes que atuam nesta área”.

No encerramento da reunião, dom Julio Akamine agradeceu a presença de pessoas dedicadas e comprometidas com a educação. “Pode ser que existam divergências e diferenças nos modos de pensar, mas o objetivo de todos é o mesmo: trabalhar por uma educação de qualidade”.

A cáritas diocesana de Balsas realizou no dia 10, um encontro de avaliação das ações desenvolvidas na diocese com o apoio financeiro do Fundo Ecumênico de Solidariedade (FES) 2010.
O objetivo do projeto na diocese foi “trabalhar a economia popular solidária e sensibilizar as comunidades beneficiadas sobre os direitos e deveres  dos cidadãos e cidadãs  na perspectiva de conquista de autonomia  financeira  auto gestão melhoria das condições de vida da comunidades  sem degradação ambiental”.
Várias comunidades da diocese foram beneficiadas pelo FES. A comunidade de Loreto, por exemplo, foi beneficiada com a implantação de um aviário. Já as comunidades de Canto Grande, em São Raimundo das Mangabeiras, e a de Santa Maria, em Pastos Bons, foram agraciadas com o programa de hortas comunitárias. E, por fim, Balsas foi beneficiada com a implantação da Feira de Economia Solidária.
Balsas_aviarioA população também recebeu treinamento para gerir os projetos. No ano de 2011, foram realizadas inúmeras oficinas. Foi organizado um seminário de Economia Popular Solidária (EPS), para transmitir noções de autogestão, e um curso sobre cooperativismo e intercâmbio de experiências. Houve também um seminário sobre controle social, além de oficinas de horticultura, cultivo de mandioca, avicultura, agroecologia (defensivos alternativos). E foram implantadas, ainda, duas casas de Farinha com o apoio da Cáritas Brasileira Regional Maranhão.
A cáritas diocesana contou com o apoio da Rede de Educação Cidadã (Recid) na realização das oficinas de artesanatos como crochê, sabão líquidos, sabonetes com plantas medicinais, dentre outros. Os municípios atendidos pelo projeto foram Balsas, Riachão, Mangabeiras, Pastos Bons e Loreto. Ao todo, cerca de 400 pessoas foram beneficiadas diretamente pelo FES.
 

Durante a tarde desta quinta-feira, 10/05, um grupo de 26 missionários estrangeiros visitou a sede da CNBB, em Brasília. Eles participam da 108ª edição do Curso de Iniciação à Missão no Brasil, promovido pelo Centro de Formação Intercultural (CENFI). O curso está sendo realizado na sede Centro Cultural Missionário (CCM), desde o mês de março.

O grupo é formado por padres, religiosos, religiosas, seminaristas e leigos que vem de diversos países. São 13 da Ásia, 3 da Europa, 3 das Américas e 7 da África. Eles ainda não sabem onde irão atuar no país, e durante o curso fazem um estudo aprofundado da língua portuguesa, da história, cultura e religiosidade do Brasil.

A visita a sede da Conferência Episcopal faz parte do programa do curso. As irmãs Irene dos Santos - assessora da Comissão para a Amazônia, e Dirce Gomes – assessora da Comissão para a Ação Missionária, fizeram a apresentação da estrutura da CNBB, bem como da Igreja no Brasil.

Para muitos, trata-se de uma primeira experiência missionária. É o caso do Irmão Isaac Michel, religioso da Congregação do Imaculado Coração de Maria. Ele é haitiano, mas acaba de concluir os estudos teológicos nas Filipinas. Aos 30 anos, e com 10 anos de vida consagrada, tem como desafio maior no momento o aprendizado da língua portuguesa. “Faz dois meses que estou no país, e sinto-me bem aqui. O povo brasileiro é muito acolhedor”, declarou.

Ele afirma que está contente com a experiência missionária que pôde fazer junto a uma família no Lago Oeste, em Brasília, durante a Semana Santa. “Estou feliz em poder trabalhar junto aos brasileiros, discípulos missionários, seguindo os passos do nosso Salvador Jesus”. O fato de ainda não saber onde vai trabalhar não o desanima. “O que quero é trabalhar com eles em prol da realização do Reino de Deus”.

Os missionários estrangeiros também visitaram hoje a sede do Conselho Indigenista Missionário e da Conferência dos Religiosos do Brasil. O Curso será concluído no fim do mês.

O Regional Nordeste 3 da CNBB (Bahia e Sergipe) realizou o Encontro dos Coordenadores Diocesanos de Pastoral, desde a segunda-feira, 7, até o dia 9, na casa de Encontros das Irmãs Teresinhas, em Aracaju (SE). O encontro teve com objetivo proporcionar e cultivar o intercâmbio, favorecer momentos de formação, espiritualidade e partilha das experiências entre as dioceses e o Regional. 
O tema central debatido foi “Eclesiologia do Vaticano II e as novas linguagens”, ministrado pelo bispo auxiliar de Salvador (BA), dom Gilson Andrade Lima, que ressaltou a importância do evento. “O propósito do Concílio Vaticano é de atualizar a mensagem do evangelho para os homens do nosso tempo, para uma linguagem que eles possam entender. A linguagem atual mudou e nós temos que acompanhar para facilitar a compreensão de todos. E, ainda, o encontro serviu para que conheçamos as realidades das nossas dioceses e busquemos uma linguagem mais uniforme”, afirmou dom Gilson.
Para o coordenador de Pastoral da diocese de Vitória da Conquista (BA), diácono Luciano, o encontro representou para o Regional um espaço de comunhão e partilha e reflexão da Igreja nos estados de Sergipe e Bahia, a partir do olhar que as novas diretrizes nos apontam, de uma Igreja em estado permanente de missão.
Outros coordenadores também reforçaram este sentido. “Este encontro é importante por ter momentos de formação e serve para uma troca de experiências entre os representantes das dioceses e estamos conhecendo cada realidade pastoral do Regional”, avaliou o coordenador de Pastoral da arquidiocese de Aracaju, padre Rogério de Jesus.
Para dom Gilson, o encontro atingiu seu objetivo pela presença da grande maioria das dioceses que compõem o Regional, com uma presença de 17 das 24 dioceses do Regional Nordeste 3.

Faltando pouco mais de um ano para a próxima Jornada Mundial da Juventude, que será realizada em julho de 2013, no Rio de Janeiro (RJ), a Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) vai divulgar informação e conteúdo para a preparação dos jovens para o encontro e terá uma ativa participação durante os dias em que jovens do mundo inteiro se reunirão com o papa no Rio. 
Através de um trabalho coordenado pelo seu escritório no Rio de Janeiro, além de trazer notícias da Igreja em terras de missão e lugares onde muitas vezes Ela é perseguida, a AIS também vai informar sobre o desenvolvimento dos trabalhos prévios à JMJ em uma série de artigos dedicados ao evento, e já se encontra empenhada em oferecer uma significativa contribuição ao encontro mundial da juventude com o Sucessor de Pedro.
"Sendo a JMJ o maior evento da Igreja Católica em termos de participação popular, a Fundação Pontifícia 'Ajuda à Igreja que Sofre' não poderia deixar de participar ativamente deste evento único no mundo. Planejamos organizar uma exposição multimídia no Largo da Carioca, no coração do Rio, aprofundando o tema da JMJ que será: 'Ide e fazei discípulos entre todas as nações'", afirma o diretor da AIS no Brasil, José Lúcio Corrêa.
"Ali desenvolveremos o tema do chamado de Deus para que todos evangelizemos, para que sejamos apóstolos onde quer que estejamos", frisou o diretor.
correadiretorais2012Entretanto a contribuição da AIS ao evento, buscará também ajudar o jovem a aprofundar na sua fé. "Estamos nos preparando para distribuir através das dioceses brasileiras exemplares do catecismo YouCat que foi editado há relativamente pouco tempo a pedido do Santo Padre especialmente para os jovens. Ele tem tido um enorme sucesso na Europa", afirmou também José Lúcio Corrêa.
Outra novidade que a AIS trará para a JMJ Rio 2013 será a estreia de um filme francês sobre os efeitos psicológicos do aborto numa jovem. O filme se chama «Je me sens mal» (Eu me sinto mal). Uma iniciativa que busca mostrar a triste realidade da chamada “síndrome pós-aborto”, que muitas vezes deixa sequelas psicológicas devastadoras em mulheres que se submetem a esta prática anti-vida.
"Temos muita esperança que a JMJ no Brasil será um grande êxito que servirá para aprofundar a fé dos jovens participantes. Para nós da AIS, o fortalecimento da fé dos jovens será o melhor resultado que poderemos esperar", afirmou também o Corrêa em entrevista para o site da AIS Brasil.
“Procuraremos mostrar aos jovens as inúmeras obras que a Igreja Católica mantém em prol de todo tipo de necessitados e que a maioria dos brasileiros nem conhece", concluiu o diretor da AIS-Brasil.
Outras informações acesse o site da AIS no endereço: www.ais.org.br.

A coordenação da Pastoral da Saúde e as entidades co-promotoras do Seminário sobre Saúde Pública comunicam a prorrogação das inscrições até o dia 14 de maio. As inscrições poderão ser efetuadas por meio do email:  cf.saudepublica.2012@gmail.com ou pelos telefones: 123911-5587 e 12-3911-48-61.
O Seminário é fruto de uma articulação entre a Pastoral da Saúde Nacional e as diversas entidades que atuam na área dos direitos da população, especialmente no direito ao acesso a saúde gratuita e de qualidade. Durante os dias de Seminário serão tratados os temas: acesso a saúde, financiamento publico da saúde, gestão dos recursos em saúde, controle social da saúde e participação popular, formação profissional, educação para a saúde, hábitos saudáveis, entre outros.
Os painéis serão enriquecidos pelas intervenções dos participantes na perspectiva de aprofundar e ampliar o debate. Ao final do Seminário será elaborado um documento de compromissos a ser enviado à presidência da República, à presidência da Câmara dos Deputados e ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso.

Vereadora Júlia Arruda comenta falta de UTIs Neonatais em Natal e no Rio Grande do Norte



Parlamentar denunciou a presença de equipamentos parados no Hospital Santa Catarina

A vereadora Júlia Arruda (PSB) usou o tempo reservado às lideranças dos partidos na sessão desta quinta-feira (10) para destacar um sério problema presente nas redes públicas de saúde de Natal e do Rio Grande do Norte: a escassez de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) neonatais e pediátricas. De acordo com a parlamentar, o problema é grave, pois põe em risco a vida de milhares de crianças no município e no estado.

“O baixo número de leitos de UTI neonatal e pediátrica põe em risco a saúde e integridade de mães, bebês e crianças. O problema voltou à tona em abril passado quando uma criança de três anos faleceu no  Hospital Maria Alice Fernandes após esperar 24h por uma UTI”, disse a vereadora. Segundo ela, o caso relatado é apenas um entre muitos, simboliza a precariedade do sistema público de saúde. 

Durante sua fala, ela aproveitou para denunciar o fato de que o Hospital Santa Catarina conta, atualmente, com uma sala repleta de aparelhos de UTI neonatal sem uso. Os equipamentos, segundo o diretor administrativo da unidade, são suficientes para montar oito leitos, entretanto, estão parados por conta da falta de profissionais qualificados para operá-los.

“Além de faltar médicos para a escala de plantão, enfermeiros e cirurgiões para formar uma equipe de UTI, faltam técnicos de enfermagem. O Estado não tem esse pessoal e nem contrata mais ninguém. Isso é um absurdo. É brincar com a vida de seres humanos”, comentou a vereadora.

Júlia destacou ainda as ações desenvolvidas pela Associação Amigos do Coração da Criança (Amico) no intuito de mudar esta situação. Responsável pelo movimento intitulado “Levante à Vida”, a entidade vem realizando reuniões periódicas para discutir a assistência de UTIs pediátricas no município e no estado. Os encontros contam com a presença de representantes do Ministério Público, Tribunal de Justiça, Sociedade de Pediatria do RN e Governo do Estado. “Recebi o convite do médico José Madson para me somar a esta luta e desde já me coloco à disposição para contribuir nos debates e cobrança aos gestores públicos”, disse a parlamentar.

Câmara de Caicó formará comitê para estudar projeto da Universidade Federal do Seridó


A Câmara Municipal de Caicó realizou nesta sexta-feira, 11 de maio, uma audiência para discutir a criação de Universidade Federal do Seridó. A convocação foi de autoria do presidente da Casa, Leleu Fontes (PSB). Participaram representantes do poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, sociedade civil organizada, UFRN, UERN, IFRN e UFERSA, além de autoridades na área educacional, alunos e professores que lotaram o plenário. A deputada Fátima Bezerra (PT) representou a bancada federal na reunião.

Para o procurador do Estado, Nivaldo Brum Vilar Saldanha, que é um dos grandes incentivadores dessa idéia, a conversa de hoje serviu para abrir a discussão com a sociedade. “A gente quer discutir com a sociedade e, partir daí, elaborar um projeto institucional pedagógico. Para isso, queremos o apoio das demais universidades do estado para apresentarmos os resultados à bancada federal, ministério da Educação e presidência da República.

Fátima Bezerra disse que o atual momento deve ser aproveitado para ousar. “Isso significa a UFRN apresentar um novo plano de ampliação e expansão do ensino superior no Rio Grande do Norte. O que nós temos que fazer agora é trabalhar com vistas à criação de novos cursos”, disse ao parlamentar se referindo a alguns pleitos da sociedade local, com o curso de Música, Engenharia Civil e de Minas ou até mesmo Medicina.
A vice-reitora da UFRN, Fátima Ximenes, salientou a que universidade está preocupada com a interiorização dos seus cursos e com o aumento do número de vagas. “Posso afirmar que a nossa disposição é buscar a melhoria e as possibilidades do jovem ter acesso a uma universidade pública. Não posso adiantar em quanto tempo teríamos essa nova universidade, mas estamos prevendo em nosso plano de desenvolvimento certamente a ampliação do que temos hoje”, argumentou Ximenes.

Ao final da reunião chegou-se a conclusão da necessidade de criar um comitê para discutir o assunto, o qual seria composto para Câmara, as associações de municípios do Seridó, Agência de Desenvolvimento do Seridó, Igreja e das instituições de ensino superior. “Entendemos a importância de a UFRN estar diretamente inserida dentro da condução desta discussão, para que ela seja tutora do projeto final que será encaminhado para o governo federal”, concluiu Leleu.

Câmara de Caicó realizará nova licitação para concurso público


De acordo com o procurador jurídico da Câmara Municipal de Caicó, Sildilon Maia, o Ministério Público enviou nesta sexta-feira, 11, uma recomendação para que o concurso público do Legislativo tivesse a sua realização suspensa.

O promotor Carlos Henrique Rodrigues concluiu que a modalidade pregão presencial com menor preço estaria equivocada, por isso sugeriu que a escolha da empresa responsável seja pela melhor técnica.

“Vamos acatar esta recomendação, principalmente porque o fator tempo é prejudicial. Nós temos pouco mais de seis meses para o término do mandato. Por isso, vamos promover uma nova licitação e, consequentemente, dar andamento às fases seguintes do nosso concurso”, garantiu o procurador jurídico.

Quanto à possível realização durante o período eleitoral, Sildilon lembrou que a única interferência será nas nomeações. “As pessoas aprovadas nesse concurso serão cadastradas e somente poderão ser nomeadas na próxima gestão, no início de 2013, quando terão se passado os 90 dias subseqüentes ao período eleitoral”, explicou. 

Por Assessoria de imprensa 

CAICÓ FEST COMEÇA NESTA SEXTA-FEIRA

Este ano, a atração nacional ficará por conta da banda Parangolé. A programação completa é a seguinte: 

Sexta-feira - 11/05 a partir das 19h - Concentração no Restaurante Lig China 

20h30min - Saída do trio com Pawlêra do Brasil. 

Clube Corintians 23h - Palco 2: Marquinhos Carreira 

01h - Palco 1: Banda Grafith 

Sábado - 12/05 a partir das 19h - Concentração no Restaurante Lig China 

20h30min - Saída do trio com Banda Vai D3. 

Clube Corintians 23h - Palco 2: Os Mimosos

01h - Palco 1: Parangolé 

Domingo - 13/05 

A partir das 17h - Concentração no Restaurante Lig China 

18h30min - Saída do trio com Som Zueira. 

Clube Corintians 20h - Palco 2: Max & Banda Estrelar 

21h 30min - Palco 1: Forró me Pega

quinta-feira, 10 de maio de 2012

INSCRIÇÕES PARA A MAIS BELA VOZ DO SERIDÓ EM SÃO JOSÉ DO SERIDÓ JÁ ESTÃO ABERTAS

A cidade de São José do Seridó sediará neste próximo dia 26 de maio, no Shangrylar Casa Show, a escolha de A MAIS BELA VOZ DO SERIDÓ.


A Banda Bené & Filhos será atração na escolha da Mais Bela Voz em São José do Seridó. As inscrições estão abertas na Bonita FM com Deybson Pereira das 9 às 11 da manhã ou com Carlos Felipe e Luana Carcará.


O evento é uma realização do Jornal Correio do Seridó, através do editor Paulo Júnior. 


A MAIS BELA VOZ DO SERIDÓ 
FESTIVAL DOS NOVOS TALENTOS 
DIA 26 DE MAIO 


INÍCIO: 21 HORAS 
SHANGRYLAR CLUBE 
EM SÃO JOSÉ DO SERIDÓ 

10 DE MAIO - Seis anos sem a voz do Sabiá do Seridó


Há 6 anos, a ciadde de São José do Seridó dava adeus a homem que ensinou muita gente a se descobrir e se fortalecer em seus sonhos. 


 Joaquim Francisco Neto, ou simplesmente Quizinho. Era assim que ele era chamado pelos que o rodeiavam e aprendiam com ele que para se vencer na vida é preciso acreditar sempre, sem que os obstáculos nos faça desistir. 


Um eximio compositor, sempre sonhou em ser cantor, mas a vida as vezes prega-nos uma peça e de maniera abrupta nos separou do pai da cultura e da arte em São José do Seridó. Temperamento forte, mas coração de manteiga, sempre preocupado em construir coisas novas para o crescimento da sua terra. 


Travou inúmeras batalhas e nos deixou o ensinamento que devemos correr atrás daquilo que acreditamos, ao invés de esperar carona meio as iterpéries da vida. A sua última batalha foi para viver, mas não se sabe se justa ou injustamente, a doença o venceu, mas ficou para todos nós, os seus ensinamentos. 


Mesmo estando no plano celestial, onde compõe junto aos anjos e arcanjos, ainda está vivo entre nós, os seus ensinamentos e muitos dos seus sonhos partilham da realidade. Projetos para a vida você teve muitos, motivos para ser sempre lembrado, ainda mais, mas diante de tudo, a Banda de Música de São José do Seridó soa como se sua voz dissesse: obrigado a quem acreditou no seu projeto. 


DO SEU AMIGO - CARLOS FELIPE 
Jornal Correio do Seridó

Anvisa precisa ampliar estrutura para atender demandas, diz diretor


Ricardo Koiti Koshimizu
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apresentou o relatório de suas atividades no ano passado à Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) durante audiência pública na manhã desta quinta-feira (10). O diretor-presidente da agência, Dirceu Barbano, afirmou que o órgão precisa ampliar sua estrutura, o que inclui a quantidade de funcionários, para atender as demandas de um país que se destaca pelo crescimento econômico.
– A Anvisa é muitas vezes comparada à sua equivalente norte-americana, mas só a área de medicamentos daquela agência conta com cerca de 3,8 mil servidores, enquanto nossa área de medicamentos possui 180 pessoas – exemplificou ele.
Barbano também informou que o orçamento da Anvisa para este ano é de R$ 728 milhões. A apresentação do relatório de atividades faz parte da 1ª Semana de Vigilância Sanitária no Congresso Nacional, que é promovida pela agência.
Ao citar as atividades realizadas em 2011, Barbano destacou o envolvimento da Anvisa na campanha promovida pelo Ministério da Saúde, pasta a que a agência é vinculada,  para reduzir o teor de sódio nos alimentos e, assim, reduzir os danos à saúde.
– É uma das ações mais importantes da Anvisa – frisou.
O diretor também lembrou que a agência criou uma regra específica (RDC nº 29, de 30 de junho de 2011) para facilitar a legalização das “comunidades terapêuticas” que tratam de dependentes químicos. Muitas dessas comunidades são vinculadas a grupos religiosos. Segundo Barbano, com a nova regra fica mais fácil para o Ministério da Saúde repassar verbas a essas entidades.
– A Anvisa e o Ministério da Saúde foram muito criticados pela iniciativa, mas entendemos que isso é necessário devido à gravidade do problema, especialmente frente à epidemia do crack – argumentou.
Outra ação lembrada foi a restrição à venda de inibidores de apetite (medicamentos utilizados para emagrecimento) por causa de seus potenciais riscos à saúde, apesar da resistência das empresas do setor. Foi proibida a comercialização de medicamentos à base de anfepramona, femproporex e mazindol, mas foi mantida, por enquanto, a comercialização dos medicamentos à base de sibutramina. A previsão é de que a sibutramina seja monitorada por um ano para avaliação de seus resultados e efeitos colaterais.
Barbano também assinalou que a Anvisa vem acompanhando um segmento que cresceu junto com a economia: os cruzeiros marítimos no Brasil. Ele informou que os resultados das inspeções feitas pela agência estão disponíveis na internet:http://www.anvisa.gov.br/hotsite/cruzeiros/index.html.
Agência Senado

PEC dos Jornalistas entra em fase final de discussão no Senado


Da Redação

A proposta de emenda à Constituição que reinstitui a obrigatoriedade do diploma de Comunicação Social para o exercício do jornalismo (PEC 33/2009) voltou nesta quarta-feira (9) à pauta do Plenário, na primeira sessão de discussão em segundo turno da matéria. A PEC constará da ordem do dia por três sessões deliberativas consecutivas.
Apresentada por Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), a PEC dos Jornalistas acrescenta novo artigo à Constituição, o 220-A, estabelecendo que o exercício da profissão de jornalista é "privativo do portador de diploma de curso superior de Comunicação Social, com habilitação em jornalismo, expedido por curso reconhecido pelo Ministério da Educação".
No entanto, é mantida a tradicional figura do colaborador, sem vínculo empregatício, e são validados os registros obtidos por profissionais sem diploma, no período anterior à mudança na Constituição prevista pela PEC.
A proposta tenta neutralizar decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de junho de 2009 que revogou a exigência do diploma para o exercício da profissão de jornalista. De 1º julho de 2010 a 29 de junho de 2011, foram concedidos 11.877 registros, sendo 7.113 entregues mediante a apresentação do diploma e 4.764 com base na decisão do STF.
Agência Senado

Cota em universidade depende de 'sinal verde' da Casa Civil para ir a voto


Iara Farias Borges
O projeto de lei que reserva pelo menos metade das vagas das universidades públicas e escolas técnicas federais a alunos oriundos de escolas públicas só poderá ser votado na próxima reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) depois de ‘sinal verde’ da Casa Civil da Presidência da República. A informação foi dada na manhã desta quinta-feira (10) pela senadora Ana Rita (PT-ES), relatora da matéria.
Durante audiência pública realizada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) para discutir estratégias jurídicas de combate à discriminação e de promoção da igualdade racial, a senadora pediu ao representante da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Carlos Alberto de Souza e Silva Júnior, que o órgão interceda pelo projeto junto à Casa Civil da Presidência da República. Foi da Casa Civil que partiu a orientação no sentido de se retirar a matéria da pauta da CCJ, conforme relatou à senadora o presidente daquela comissão, Eunício Oliveira (PMDB-CE).
Ana Rita observou que ainda há duvidas entre os parlamentares a respeito do projeto de lei (PLC 180/2008), apesar de a matéria já ter sido debatida em diversas audiências públicas. Como o Supremo Tribunal Federal decidiu recentemente sobre o tema, em três julgamentos, a reunião da CCJ da próxima terça-feira (15) pode dar oportunidade à comparação entre o parecer de Ana Rita e as declarações do STF de constitucionalidade dos sistemas de cotas  em universidades públicas com base no critério da etnia, da renda e da formação em escola pública.
A parlamentar assinalou, a propósito, que a espera dos julgamentos do Supremo atrasou a colocação do PLC 180 na pauta da CCJ. Quando a matéria finalmente foi pautada, a Casa Civil pediu a retirada.
A decisão do Supremo favorável ao sistema de cotas foi um dos atos mais importantes do Brasil, pois poderá favorecer a efetiva igualdade entre os brasileiros, segundo avaliou na audiência o representante da Agência de Informação Multiétnica (Afropress), Dojival Vieira. Na opinião dele, a igualdade racial no Brasil é apenas formal, isto é, consta da lei mas não é respeitada no dia a dia.
- A nossa luta é pela igualdade, no sentido muito maior do que o formalismo de uma abstração jurídica. Precisamos ter a igualdade material para que o Brasil se torne uma verdadeira democracia, um país mais justo - pregou.
A Seppir está desenvolvendo programas para combater a discriminação racial por meio de quatro eixos: educação, trabalho, cultura e comunicação.
Uma das medidas, explicou Silva Júnior, é a preparação e a qualificação de operadores da Justiça para atuarem com base no Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/2010). Ele destacou que a maior parte (82%) dos dispositivos do Estatuto é autoaplicável. Haveria a necessidade de regulamentação de apenas 18% deles. O representante da Seppir informou que o órgão já constituiu comissão para estudar propostas a serem discutidas com o Parlamento e a Presidência da República.
No entender do secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da Bahia, Almino Sena, o Estatuto da Igualdade Racial é uma peça jurídica completa, que não exigiria nenhuma outra lei para promover ações justas. Segundo ele, por questões ideológicas, a norma não é aplicada, e a sociedade não a incorpora em sua consciência.
Quilombos
O representante da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq), Arilson Ventura, pediu que os ministros do STF declarem a constitucionalidade do Decreto 4887/2003, que regulamenta a identificação, reconhecimento, delimitação, demarcação e titulação das terras ocupadas por remanescentes das comunidades dos quilombos. De acordo com ele, apesar do parecer do presidente do STF e relator da matéria, ministro Cezar Peluso, pela inconstitucionalidade do decreto, os quilombolas esperam que os outros dez ministros se manifestem favoráveis ao decreto presidencial.
- Dia 13 se comemora mais um aniversário da abolição da escravatura, e o STF tem a oportunidade de dizer que não quer a escravidão no Brasil. Os dez ministros que ainda não votaram na Adin 3239 devem  acompanhar o voto de Peluso nesse processo, senão será um retrocesso. O STF tem de dar uma lição ao país aprovando o decreto 4887 - defendeu Ventura.
Agência Senado