sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Tribunal Federal nega habeas corpus a deputado cassado Eduardo Cunha

O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), negou nesta sexta-feira (28) habeas corpus para o deputado cassado Eduardo Cosentino Cunha. O pedido tinha sido impetrado na segunda-feira (24) pela defesa do político.
Cunha foi preso no dia 19 de outubro após decisão do juiz Sérgio Moro em um processo da Lava Jato. Ele é acusado de receber propina de contrato de exploração de Petróleo no Benin, na África, e de usar contas na Suíça para lavar o dinheiro.
Em nota, a defesa de Cunha observou que vai agora aguardar o julgamento do mérito do habeas corpus.

Nenhum comentário: