quarta-feira, 23 de maio de 2012

Ministério da Integração garante analisar projetos da emenda de João Maia em tempo hábil


O deputado federal João Maia voltou a se reunir, na manhã desta quarta-feira (23) com o secretário de desenvolvimento Regional, do Ministério da Integração, Sérgio Duarte Castro. Da reunião ainda participou Walber Santana Santos, diretor de programas do ministério. Autor da emenda de 20 milhões reais que beneficiará obras em dezenas de municípios do Seridó, João Maia aproveitou a reunião para cobrar a agilidade da liberação dos recursos de referida emenda.

O ministério da Integração confirmou que o sistema de convênio estará disponível a partir desta quarta, para que todas as prefeituras escolhidas pela Adese possam cadastrar seus projetos. Na avaliação de João Maia, um momento importante da reunião foi à garantia dada pelo diretor de programas do ministério, Walber Santana de que ele mesmo coordenará uma força-tarefa, para analisar em tempo recorde, os projetos apresentados.

Nosso trabalho realizado em conjunto com a ADESE, com as prefeituras e lideranças do Seridó, e a sensibilidade do ministério da Integração, me permitem transmitir noticias tão importante e esperançosa para o povo do Seridó”, analisou João Maia.




Recuperação dos açudes e perímetros irrigados do Seridó poderá ser feito diretamente pelo DNOCS

Na reunião com o secretário de Desenvolvimento Regional, Sérgio Castro, o deputado federal João Maia (PR) também tratou da recuperação dos açudes, destruídos pelas chuvas de 2010 na Zona Rural de Caicó, e da recuperação dos perímetros irrigados do Sabugi e Itans, em Caicó e o de Cruzeta.

Sérgio Castro disse a João Maia que vai aproveitar a reunião que terá com a direção-geral do DNOCS, nesta quinta-feira (24) em Fortaleza (CE) para sugerir que o próprio departamento analise e aprove os projetos de recuperação dos açudes e dos perímetros irrigados, além de realizar diretamente essas obras, que o ministério se compromete a repassar os recursos da emenda do deputado para o DNOCS. 

A vantagem desta solução é que as obras feitas através do DNOCS não precisam obedecer ao calendário imposto pelo período eleitoral”, disse João Maia.

Por Marcos Dantas 
Assessoria de imprensa 

Nenhum comentário: